10 vezes em que ideias malucas foram as únicas que funcionaram

publicado no Hypescience

A maioria dos problemas deste mundo são resolvidos por um seleto grupo de gênios. Às vezes, porém, não é preciso ser um gênio para gerar uma solução. Na verdade, às vezes é preciso ser o oposto disso.

ideias-malucas-8-838x558

10. O homem mais alto do mundo salvou dois golfinhos

O homem mais alto do mundo salvou dois golfinhos na China usando seus longos braços para tirar sacos plásticos dos estômagos dos animais.

Bao Xishun, um pastor do norte da China, foi chamado pelos veterinários que não conseguiam alcançar os sacos plásticos usando seus instrumentos. Os golfinhos haviam engolido o material por engano, entraram em depressão e perderam o apetite.

O braço de Bao, com 1,06 m de comprimento, conseguiu chegar até os estômagos deles. Depois de sua ajuda, os animais ficaram bem. O pastor é reconhecidamente o homem mais alto do mundo, com 2,36 m de altura.

9. A Força Aérea americana fez um supercomputador com mais de mil videogames

Ter um supercomputador é uma excelente vantagem, mas também sai muito caro. Logo, o laboratório de pesquisa das Forças Aéreas dos Estados Unidos resolveu fazer um, usando 1.760 PlayStation 3.

Isso mesmo. Segundo os pesquisadores, adaptando a tecnologia de videogames presente no mercado, foi possível fabricar um supercomputador muito acessível. O custo total do sistema foi de aproximadamente US$ 2 milhões – ainda assim, 10 a 20 vezes menos do que produções equivalentes.

8. Formigas-safári eram usadas por médicos para fazer suturas

Por séculos, formigas do gênero Dorylus foram usadas como uma importante ferramenta médica. Antes da técnica de dar pontos na pele e desenvolvimento da cola cirúrgica, as civilizações usavam as poderosas mandíbulas desses animais como suturas para fechar feridas.

Acredita-se que este processo tenha começado há cerca de 3.000 anos e foi popular até o século 17.

7. Vilarejo de Viganella instalou espelhos gigantes para “roubar” raios de sol

O vilarejo de Viganella, na Itália, fica completamente sem sol por 84 dias todos os anos. Isso porque as montanhas dos Alpes italianos projetam uma enorme sombra sobre a região.

A solução? Instalar espelhos gigantes em pontos estratégicos para refletir os raios solares no interior dos vales. Viganella ganhou seus primeiros painéis controlados por computador que acompanham o sol em 2006.

6. Los Angeles cobre reservatório com bolas de plástico para evitar contaminação

A cidade americana de Los Angeles jogou milhares de bolinhas de plástico para cobrir um imenso reservatório de água.
O problema é que a luz do sol, quando combinada com cloro e brometo, pode tornar a água carcinogênica. Logo, era necessário tampar o reservatório Ivanhoe.

Outras reservas já tinham sido cobertas da mesma forma, seja para economizar água reduzindo a evaporação, seja para prevenir a formação de algas.

5. Rússia limpa neve nas pistas com turbinas de jato

Você já viu essa máquina bizarra, com uma turbina de um jato?

Ela serve para limpar neve de estradas e trilhos de trem usando fortes rajadas de vento. Equipada com uma turbina Klimov VK-1 de jatos MiG-15, também é usada para derreter gelo nas turbinas de outros aviões enquanto eles esperam para decolar nas gélidas pistas da Rússia.

4. Islândia usa calor de vulcões para esquentar suas casas

A mesma força que causa destruição na erupção de vulcões gera calor e energia para grande parte da Islândia.
Esse país, famoso por seus gêiseres e pelo seu frio absurdo, soube tirar o melhor proveito do calor subterrâneo: é o único autossuficiente em energia renovável, com 100% da eletricidade vinda de fontes limpas.

3. Descargas sincronizadas desentupiram canos no Zimbábue

A segunda maior cidade do Zimbábue, chamada Bulawayo, teve uma crise no sistema de esgoto devido a necessidade de racionamento de água causada por uma seca. Simplesmente não havia água suficiente no sistema para levar o esgoto dos tubos para onde tinha que ir.

Os canos secos causaram um enorme fedor, além de expor os habitantes a uma série de riscos de relacionados com fezes. Solução?

As autoridades da cidade de Bulawayo decidiram fazer algo inusitado: ordenaram a todos na cidade para dar descarga em seus banheiros ao mesmo tempo, durante três dias.

Embora um fino e solitário fio de água de um único indivíduo não tivesse força o suficiente para ceder a parede literal de cocô que estava entupindo os esgotos, milhares e milhares de ondas simultâneas deveriam ser capazes de criar um tsunami de esgoto maciço. Eca!

2. Professora acaba com tiroteio usando um abraço apertado

Uma professora do estado americano de Nevada arriscou sua própria vida para deter um estudante de 14 anos que alegadamente estava atirando em seus colegas.

Quando três tiros foram disparados na Pine Middle School pouco depois das 9 da manhã, em vez de fugir ou se esconder, Fagan caminhou em direção ao suposto atirador, James Newman, e o persuadiu a soltar a arma.

A professora abraçou forte o adolescente, prometendo não abandoná-lo. O tiroteio foi contido e, embora alguns alunos tenham ficado feridos, ninguém morreu. Os policiais chamaram Fagan de “heroína”.

1. Novo presidente da Geórgia demite todo mundo e cria delegacias transparentes para acabar com corrupção policial

A Geórgia era um país mergulhado em corrupção. “Havia um certo orgulho de ser corrupto por aqui”, diz Mark Mullen, representante da ONG da Transparência Internacional na Geórgia.

Em 2003, as coisas começaram a mudar. Enfurecidos com eleições parlamentares fraudulentas, a população conseguiu retirar do poder o então presidente do país Eduard Shevardnadzel, com um movimento pacífico.

Mikheil Saakashvili tomou o poder prometendo algo que os georgianos nunca tinham tido antes: transparência.
Uma nova polícia foi criada, substituindo a antiga, notoriamente conhecida pela corrupção. Cerca de 16 mil postos de trabalho foram cortados e os novos recrutas começaram a receber melhores salários e a serem monitorados de perto para que não aceitassem propinas.

Nos últimos anos, a capital Tblisi adquiriu um toque moderno, com prédios de vidro em estilo palaciano. De longe, parecem um show room de carros. De perto, são delegacias com paredes transparentes por onde o público pode ver o que os policiais estão fazendo.

Bem que o Brasil podia copiar esse movimento, não?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 10 vezes em que ideias malucas foram as únicas que funcionaram

1 Comentário

  1. Diego disse:

    Bem interessantes, principalmente essa da Geórgia, mas será que deu certo?

Deixe o seu comentário