20 coisas que psicólogos gostariam de te contar

sub-buzz-13883-1487104506-1

publicado no BuzzFeed

1. NÃO! Eu não estou julgando o seu problema.
Por mais que você ache ele bobo, é bem provável que eu já tenha passado por algo parecido.

2. Não se preocupe em segurar a onda o tempo todo, isso não é sinal de equilíbrio.
Expressar o que você está sentindo é importante e a gente é treinado para lidar com surtos de ansiedade ou crises de choro.

3. De algum modo, todas as mentes são meio bizarras.
Não precisa ter medo de confessar suas intimidades, por mais vergonhosas que elas sejam.

4. Tudo é material que revela como uma pessoa se organiza mentalmente, como pensa e sente.
Chegar atrasado, atrasar pagamento, faltar a sessão, as coisas que escolhe falar e escolhe não falar, a hora que olha pra gente e a hora que desvia o olhar… Tudo tem uma motivação pra acontecer

5. Muita gente conta a sua história e pergunta: “eu tô louco? Isso é depressão?”
Diagnósticos podem ser úteis, mas é mais importante ouvir o que você está sentindo do que dar um nome para isso.

6. A fonte de quase todo sofrimento tem a ver em alguma medida com dificuldades em se comunicar.
Boa parte do que uma terapia promove é ajudar a pessoa a lidar com o que existe dentro dela.

7. Nós não vamos dar palpites na sua vida. Você é quem toma as decisões.
Nosso maior objetivo é aumentar sua capacidade de ter consciência a respeito do que sente e do que deseja para a sua vida.

8. Desculpe, a gente não tem a resposta para tudo.
Nós podemos te ajudar a pensar em alternativas, mas o Conselho Federal de Psicologia ainda não regulamentou o uso de bola de cristal como tratamento terapêutico.

9. O silêncio é importante. Aceite-o.
A gente também tem dificuldade de manter aqueles momentos de silêncio durante uma sessão. Mas fazemos um esforço para permitir que eles aconteçam.

10. É parte fundamental do processo trabalhar a relação com o terapeuta.
Então fale quando a sessão te deixa com raiva, com medo, ou muito feliz.

11. Depois de um tempo, a gente acaba sentindo um tipo de amor pelos nossos pacientes.
É impossível conhecer alguém tão profundamente sem desenvolver um carinho muito grande por ele.

12. Às vezes acontece de pacientes acabarem se envolvendo um com o outro, ou com uma pessoa próxima da gente.
A gente mantém a cara de planta, mas por dentro fica EITA! EITA! EITA! EITA!

13. Quando a gente sabe que algum evento grande vai acontecer na sua vida, ficamos esperando a sessão seguinte como se fosse um episódio da nossa série favorita.
Porque a gente torce por você!

14. Se o seu terapeuta falou alguma coisa sobre você sentir falta de Deus, sobre “curar homossexualidade” ou terapia de vidas passadas, CORRA. DENUNCIE.
Se o seu terapeuta falou alguma coisa sobre você sentir falta de Deus, sobre “curar homossexualidade” ou terapia de vidas passadas, CORRA. DENUNCIE.
Diego_cervo / Getty Images
Ele não está utilizando técnicas científicas e pode ser cassado.

15. Não fique chateado se a gente não te aceitou nas redes sociais ou não respondeu ao seu “e você, como está?”
Quanto mais tempo a gente focar na nossa vida, menos tempo vai ter pra focar na sua – e é você quem está pagando.

16. É sempre muito estranho encontrar paciente fora do consultório.
Uma relação terapêutica não é como uma relação social normal. As regras que valem numa terapia são BEM diferentes das relações sociais cotidianas.

17. Dá vontade de puxar a orelha quando você passa a sessão inteira enrolando e nos últimos minutos fala “ah, tem uma coisa…” e desata a falar.
Não precisa esperar a hora “certa”.

18. A gente só quebra o sigilo das sessões em duas situações.
Em estudos de caso entre terapeutas (sem identificar o paciente) ou quando você ou outra pessoa correm risco de vida.

19. A gente também faz nossa terapia para poder dar conta de toda a informação que vem na nossa direção.
Além dos nossos próprios problemas pessoais.

20. A gente deseja e respeita o seu momento de deixar a terapia.
Mas se quiser mandar um alô de vez em quando a gente fica contente.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for 20 coisas que psicólogos gostariam de te contar

2 Comentários

  1. Paulo disse:

    Já passei e conversei com psicólogos e vou dizer o que eu acho. E espero que isso sirva de guia pra pessoa que vão começar ou já estão em terapia. Vocês estão lidando com algo muito importante, que é a mente.
    01. JULGA SIM! A grande maioria dos psicólogos NÃO DEVERIAM julgar, mas acabam fazendo isso. Isso é a última coisa que um psicólogo poderia fazer, mas muitos, MUITOS, acabam fazendo. Deviam criar vergonha cara e reconhecerem que fazem isso.
    02. Outra mentira. A grande maioria de psicólogos não está preparado para lidar com surtos. Isso quando não acham que é frescura do cliente/paciente.
    03. Não existe mente bizarra ou normal. Cada um tem sua forma de pensar. Outra prova que psicólogo julga os pacientes.
    04. Realmente tudo é material. Mas daqui que o psicólogo saiba como lidar com tudo isso, já se vão anos de terapia e muitos pacientes prejudicados.
    05. Claro que todo mundo se preocupa em saber como está. O psicólogo deveria saber disso,
    06. Deveria… mas psicólogo só sabe julgar. Não deixa a própria mediocridade.
    07. Outra mentira. O que mais vejo é psicólogo agira como conselheiro. Já vi casos de psicólogos gritarem com o paciente por eles não seguirem o caminho que o psicólogo achava o correto.
    08. Não tem mesmo. Ninguém tem. Mas daqui que o próprio psicólogo entenda isso e se aceite, já se vão outros pacientes prejudicados.
    09. Pois é. Imagina a agonia que o paciente tem em se comunicar e ele tem que engolir o psicólogo em se silenciar.
    10. Outra mentira. É importante sim falar como se sente par ao terapeuta, mas a grande maioria NÃO ACEITA isso. Principalmente quando ele ver que fez algo de errado.
    11. TUDO na psicologia diz para o psicólogo NÃO se envolver com o paciente. Mas como falei antes, maioria não é neutra.
    12. Outra prova da falta de vergonha na cara dos psicólogos. Não se mantem neutro.
    13. Mentira novamente. O psicólogo deveria se manter neutro. Tudo é material para a terapia. Torcer ou não indica uma postura que o psicólogo não deveria ter.
    14. Mas sempre grave algumas sessões. O próprio conselho de psicologia é completamente perdido nessas horas. E sempre dará razão ao psicólogo.
    15. Há casos de psicólogos que agora promovem terapia além do consultório, por redes sociais…
    16. O psicólogo já deveria avisar isso quando a terapia se estende. Que a relação terapeuta/paciente é diferente de uma relação social.
    17. Pois é, né… Dá vontade de puxar a orelha… Quando veria explicar. Tem muito psicólogo que é assim. Não sabe conversar com um paciente.
    18. Outra mentira. Já vi muito psicólogo conversando abobrinha sobre os pacientes. Isso quando não ficam de fofoca.
    19. Nem todo psicólogo faz terapia. Outra falta de vergonha na cara. Tem muito psicólogo que acaba tendo uma postura de sabe tudo e não faz terapia.
    20. Outra prova da falta de bom senso. Terapia acabou, deveria tomar vergonha na cara e cortar qualquer relação.

    • Sérgio Freitas da Silva disse:

      Paulo, não sou psicólogo mas faço terapia há algum tempo, respeito sua opinião mas não acredito ser justo generalizar expondo sua opinião aberta focando todos os profissionais, pois eu não tive nenhum aspecto negativo advindo da terapia, nem do profissional….e acredito que a grande maioria deles hajam de maneira ética….

Deixe o seu comentário