Para salvar os rinocerontes, este parque atira nas pessoas (50 mortos até agora)

publicado no Hypescience

Kaziranga National Park, um parque natural em Assam, na Índia, é uma história de sucesso quando se trata de conservação de rinocerontes.

Os animais estão seguros lá. Um século atrás, existiam apenas alguns rinocerontes-indianos passeando pela região. Agora, o parque abriga mais de 2.400, o que é dois terços da população mundial.

rinocerontes-parque-mata-pessoas-5

Mas o que eles fizeram para conseguir isso é bastante controverso: eles permitiram que seus guardas atirassem e até mesmo matassem potenciais caçadores. Até agora, o parque já matou 50 pessoas.

Entre essas casualidades, no entanto, estão muito provavelmente alguns inocentes.

rinocerontes-parque-mata-pessoas-9

Necessidade de proteção x maneira de proteger

Em 2015, mais pessoas foram mortas a tiros pelos guardas do parque do que rinocerontes foram mortos por caçadores.

O que os caçadores querem são os chifres dos rinocerontes, que podem ser vendidos por até US$ 6.000 (cerca de R$ 18 mil) cada 100g – consideravelmente mais caro do que o ouro.

Os rinocerontes-indianos têm chifres menores do que os africanos, mas são comercializados como sendo muito mais potentes. Eles são principalmente negociados como uma cura milagrosa para tudo, desde o câncer até a disfunção erétil (o que, aliás, é pura baboseira).

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Para salvar os rinocerontes, este parque atira nas pessoas (50 mortos até agora)

Deixe o seu comentário