Abertura antecipada de portões prejudica fãs que acamparam cinco meses à espera de Justin Bieber

justin_bieber_apoteose

Publicado em O Globo

Por pouco os fãs que estavam acampados na porta do Sambódromo desde novembro, para ficarem o mais perto possível do cantor Justin Bieber, não perderam o lugar na fila. É que a organização abriu o portão às 10h para que se formasse uma fila oficial do lado de dentro do espaço. Quem estava com o lugar garantido – houve gente que acampou mais de mil horas – e pretendia chegar na hora programada, às 16h, viveu momentos de desespero. Teve gente que “chorou e ficou desesperado”, conta Jaqueline Castro, de 22 anos.

— Abriram o portão às 10h, seis horas antes do anunciado, e muita gente tinha ido pra casa tomar banho, se arrumar. Eu estava em casa, só consegui entrar às 11h30. A sorte é que encontrei logo o pessoal que estava acampado, e passei pra frente. Não houve briga, mas teve muito estresse, porque ficamos um bom tempo achando que não íamos conseguir ficar na grade – disse Jaqueline, que chegou ao acampamento no dia 2 de novembro. – Agora estou na grade, esperando o show. Todos que estavam acampados conseguiram ficar na grade, mas tem muita gente que não acampou e também conseguiu.

Alguns fãs do cantor estiveram acampados no Sambódromo desde novembro de 2016. Para aguentar a longa espera, muitos deles trouxeram, nos últimos meses, lençóis, cobertores, comida, água, repelente, almofadas e até raquete elétrica para espantar mosquitos. Para irem ao banheiro, eles disseram que recorrem às casas de fãs que também participaram do revezamento e moram perto do local onde estão acampados.

Também nesta quarta-feira, mães de fãs de Justin Bieber se queixaram da falta de segurança e desorganização do evento, o que teria ocasionado aglomerações, pessoas furando filas e até mesmo furto de ingressos e celulares, como relatou a dona de casa Rosângela Ribeiro, mãe de Wanessa, de 15 anos.

— Se os portões tivessem sido abertos para todos às 9h, esse tumulto não teria acontecido. Nós vimos uma menina chorando porque teve o ingresso roubado na fila, e a organização não está nem aí. Uma pessoa da produção que estava na organização da fila chegou a debochar das mães que iam se queixar. Estou muito preocupada com a minha filha, pois duvido que a segurança lá dentro esteja muito diferente — criticou.

Esta é a terceira passagem de Justin Bieber pelo Brasil. Ele já esteve no Brasil para turnês em 2011, e 2013. No Rio, esta será a segunda apresentação do cantor canadense na Apoteose. A primeira apresentação do astro teen na cidade foi no estádio do Engenhão.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Abertura antecipada de portões prejudica fãs que acamparam cinco meses à espera de Justin Bieber

Deixe o seu comentário