Amazon deve ser a primeira empresa do mundo a valer US$ 1 trilhão

publicado na InfoMoney

Para analistas da Barclay’s, a Amazon será a primeira empresa do mundo – ou uma das primeiras – a atingir valuation de US$ 1 trilhão. Para a equipe responsável pelo estudo, “é uma questão de quando, não se”.

a-amazon-vai-engolir-o-varejo-tradicional

Caso foque em diferenciais como inteligência de negócios e software aplicado, o potencial de crescimento da companhia é ainda maior. No ano de 2016, a receita divulgada pela Amazon foi de US$ 35 bilhões, ante US$ 9 bilhões cinco anos atrás – a estimativa é que esse número supere US$ 80 bilhões em 2021.

No Brasil, a Amazon acaba de anunciar mudanças estratégicas importantes. Nesta quarta-feira, foi divulgado um marketplace da companhia, onde pessoas físicas e jurídicas poderão vender livros novos ou usados. Será possível fechar acordos com pessoas do Brasil e dos EUA, Canadá e México.

“Obsessão”

Em carta enviada aos acionistas, o CEO da empresa, Jeff Bezos, atribui o sucesso a um “foco obsessivo no consumidor”, além do uso de machine learning e inteligência artificial em todas as partes da companhia – ou quase.

Outro elemento da receita para o sucesso que prega o executivo passa por angariar tendências externas. “O mundo externo pode te impedir de chegar no Dia 2 se você não conseguir abraçar tendências poderosas rapidamente. Se você lutar contra elas, você provavelmente estará lutando contra o futuro”, escreveu.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Amazon deve ser a primeira empresa do mundo a valer US$ 1 trilhão

Deixe o seu comentário