Atirador elimina membro do Estado Islâmico com tiro disparado a mais de três quilômetros

x_96596798_gettyimages-57492657.jpg.pagespeed.ic.Kx-IEYCpeW

Publicado em O Globo

Um atirador canadense matou um membro do Estado Islâmico com um tiro disparado a uma distância de mais de três quilômetros e meio, no Iraque, segundo o jornal “Globe and Mail”.

De acordo com o veículo, nunca antes uma pessoa havia sido morta com um tiro disparado a essa distância. A bala demorou dez segundos para atingir o alvo. O caso, que foi registrado em vídeo, ocorreu em maio.

Anteriormente, o recorde para este tipo de ação era do britânico Craig Harrison, que matou um combatente talibã com um tiro disparado a dois quilômetros e meio de distância, no Afeganistão, em 2009.

Em nota enviada ao veículo, o comando das tropas canandenses que atuam no país confirmou a morte, mas informou que, por questões de segurança, não poderia passar mais detalhes sobre o ocorrido, incluindo o local onde a operação aconteceu.

“Em vez de jogar uma bomba, que poderia matar civis, foi uma aplicação de força feita de forma muito precisa e, como foi de tão longe, eles não tinham ideia do que estava acontecendo”, afirmou uma fonte militar ao jornal.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Atirador elimina membro do Estado Islâmico com tiro disparado a mais de três quilômetros

2 Comentários

  1. G disse:

    Amigo, demoraria 10km se fosse em linha reta e sem nenhuma variável. Mas um tiro à 3.5km, existem fatores que fazem o projétil desacelerar.

  2. Malba Tahan disse:

    Só se não diminuísse a velocidade nunca. Não tá no vácuo amigão, vai perdendo energia e diminuindo a velocidade.

Deixe o seu comentário