Está ficando sério. Melhor Coréia testa míssil capaz de atingir até Chicago

publicado no Meio Bit

Às 23:11 de hoje, horário local da Melhor Coréia, um míssil Hwasong-14 decolou de uma área de lançamento ao norte do pais, bem próxima da fronteira com a Rússia. Ele seguiu uma trajetória em ângulo elevado, como é comum nesses testes. A idéia é não sobrevoar o Japão, nem cair por lá. Também é bom não criar um perfil de vôo que pareça algo apontado para os EUA.

Foram 47 minutos de vôo, ao final dos quais o foguete atingiu uma altitude de 3.700 km e viajou 1.000 km de seu ponto de lançamento, caindo próximo mas não muito do japão.

20170728170515104409-03-north-korea-missile-launch-1405-full-169

Parece ciência de foguetes, mas a física envolvida aqui é bem simples: um míssil balístico é essencialmente uma pedra atirada para cima (estou simplificando, Chatos dos Comentários). Assim que o motor é desligado ele está em uma parábola que depende essencialmente da força da gravidade. Dependendo do ângulo e da força inicial você chega mais longe ou mais perto. Extrapolar com base nos dados conhecidos pode nos dar a distância máxima que esse míssil conseguiria atingir, e os números não são nada animadores.

O consenso é que o alcance real do míssil é de 10.400km, algumas projeções vão até além disso. 10.400km é suficiente para atingir grande parte do território continental dos EUA.

20170728thediplomat.com-9iet1hyq-790x540

Nova York fica a 10.480 km da Melhor Coréia. Se fecharem os quebra-ventos, diminuírem o ar-condicionado e calibrarem os pneus dos mísseis, conseguem esses 80 km extras de autonomia.

Los Angeles, Seatle, São Francisco, Denver, Chicago, Dallas, todas essas cidades estão ao alcance do Grande Líder.
Ainda há várias outras tecnologias a dominar, como guiagem terminal e contra-medidas, e a miniaturização das ogivas, mas sejamos realistas: ele não precisa.

Sim, a tecnologia da Melhor Coréia é primitiva. Sua maior explosão nuclear foi uma bomba de fissão de 25 quilotons. Vamos simular com o Nukemap uma bomba dessas caindo, digamos, em Brasília:

20170728bsbbum

Destruirá alguns bairros, um monte de gente vai morrer mas está longe de ser uma destruidora de cidades como as bombas de 10 megatons, que nem mais são usadas, hoje em dia a média é entre 1 e 2.

A Bazuca Nuclear Davi Crockett disparava uma bomba atômica miniatura, e foi projetada no final dos anos 50. Por quanto tempo vamos achar que a Melhor Coréia não consegue replicar tecnologia de quase 70 anos atrás? Eles não são a Agência Espacial Brasileira.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Está ficando sério. Melhor Coréia testa míssil capaz de atingir até Chicago

Deixe o seu comentário