Alemão encontra um jeito inusitado de chegar ao trabalho: nadando

publicado no Catraca Livre

Em São Paulo, maior cidade do país, um em cada quatro moradores leva mais de duas horas para chegar ao trabalho. Passam, por ano, em média, um mês e meio preso no caos das ruas.

david

Realidade bem diferente da rotina do alemão Benjamin David que, no auge dos seus 40 anos, abriu mão do metrô lotado e do congestionamento de Munique para inovar. Há dois anos, chega ao trabalho NA-DAN-DO dois quilômetros pelo rio Isar, ao norte da cidade.

Precavido, todos os dias antes de sair de casa, David dá uma conferida na temperatura da água, que só o impede de nadar com a chegada das baixas temperaturas do rigoroso inverno alemão. Para carregar os pertences, terno, sapatos, laptop e celular, ele dispõe de uma mochila à prova d’água feita na Suíça – que serve também de boia para eventuais momentos de descanso.

A repercussão de sua iniciativa inspirou novos nadadores, estimulando, segundo ele, um movimento de pessoas que se adaptam ao novo meio de transporte. Em entrevista à BBC, ele revelou sua principal motivação: “ninguém mais usa o Isar como um meio de transporte, então, agora lá estou eu, começando a fazer isso”, esperando que, em breve, o rio passe a ser uma importante via de transporte na cidade alemã.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Alemão encontra um jeito inusitado de chegar ao trabalho: nadando

Deixe o seu comentário