Para produzir bacon mais saboroso, criador treina suínos a pular de trampolim; assista ao vídeo

publicado no AGRO Negócio

Fazer fila para saltar do trampolim e sair nadando no lago. Seria uma brincadeira de verão comum, se estivéssemos falando de crianças ou adolescentes. Mas na província chinesa de Hunan, terra natal de Mao Tsé-Tung, o espetáculo diário de saltos ornamentais é dado pela manada de suínos do criador Huang Demin.

A rotina espartana de exercícios se repete há cinco anos. Demin diz que os treinos de saltos de três metros de altura, seguidos de nado de peito, fazem com que seus porcos sejam mais saudáveis e felizes, resultando, de quebra, em uma carne mais saborosa. Cada porquinho tem de saltar obrigatoriamente três vezes por dia, mas alguns gostam tanto do esporte olímpico que entram na fila até 30 vezes.

AFP_RM7SA-k6jG-U202329512951SaE-1024x683@GP-Web

Sucesso na internet da China, o método fitness de criar os animais é motivo de piadas. “Dá para ver porque somos imbatíveis nos saltos ornamentais. Até nossos porcos são craques nisso”, comentou um internauta no portal chinês de notícias Sina. Visto por muitos como puro golpe de marketing, o fato é que o programa de esportes suínos multiplicou a renda do criador. Huang Demin garante que a carne dos porcos sarados alcança preço três vezes melhor do que a da turma flácida da concorrência. Além de fortalecer o sistema imunológico, a natação abre o apetite, diz o criador, fazendo com que os animais se desenvolvam mais rapidamente.

Apesar de ser considerado o pioneiro da prática, Huang Demin não é o único a promover “Olym-pig Games” com sua criação. É um fenômeno que se espalha no interior da China para tentar atrair turistas. Tem até um parque de diversões que faz os porquinhos pularem de uma plataforma de quase 12 metros (mais alta do que o trampolim olímpico), girando no ar. Outra atração é uma espécie de triatlo suíno (salto, natação e corrida de obstáculos).

Apesar de alguns defensores do bem-estar animal não concordarem com a brincadeira, outros dizem que esses porcos-atletas levam assim uma vida bem melhor do que se estivessem em minúsculas celas de confinamento. O fato, como este vídeo da Austrália comprova, é que um porco pode ser treinado a saltar, sem necessidade de qualquer empurrãozinho. Mesmo na China, se for para descer em um tobogã, os suínos até correm para encarar o desafio. Em Exuma e Nassau, nas Bahamas, uma das atrações turísticas populares para a criançada é viver um dia de aventura nadando com porquinhos no mar.

A China é o maior produtor e importador mundial de carne suína. Os chineses dividem com os russos o posto de principais clientes da carne suína brasileira. Somados, os embarques para China e Hong Kong chegaram a 252 mil toneladas em 2016, contra 245 mil toneladas enviadas para a Rússia, segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Para produzir bacon mais saboroso, criador treina suínos a pular de trampolim; assista ao vídeo

Deixe o seu comentário