Casal gay de pinguins está junto há 10 anos e adota filhote rejeitado por fêmea

Essa história é um jeito fofo de mostrar que o amor não tem gênero, sexo, idade, raça. Ele apenas acontece. Esses dois pinguins machos vivem como um casal na Alemanha, no Zoológico de Bremerhaven.

capaping

Depois que os dois passaram anos tentando começar uma família construindo ninhos, o zoológico realizou um teste de DNA em 2005. Eles descobriram que ambos os pinguins eram, de fato, do sexo masculino. Eles se tornaram um casal desde que se conheceram, há 10 anos! Para quem não sabe, é bastante comum que algumas espécies de pinguins tenham comportamento monogâmico.

Dotty e Zee se adoraram desde o primeiro contato.

Eles não são capazes de se reproduzir biologicamente, mas construíram um ninho juntos já no primeiro ano, comportamento que indica a vontade dos animais em “constituir família” e, normalmente, é observado ente machos e fêmeas da espécie. Esta espécie de pinguim, Humboldt, está em extinção no mundo, com apenas 2000 restantes.

Apesar de tentar encorajar os pinguins a se reproduzir com outras fêmeas, o casal homossexual se recusou a quebrar o vínculo.

Mas o acaso ajudou nessa parte. Uma fêmea, que vive em outro zoológico próximo, deu à luz e rejeitou seu ovo. A equipe do Zoológico achou isso a oportunidade perfeita de testar o instinto paternal dos dois pinguins – e não é que deu certo?

O casal chocou em conjunto o ovo e, depois do nascimento do filhote, dividiu de forma exemplar as tarefas de sua criação, tanto na hora de alimentar quanto de educar a pinguinzinha.

Não é muito fofo?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Casal gay de pinguins está junto há 10 anos e adota filhote rejeitado por fêmea

1 Comentário

  1. Eduardo Preto disse:

    Depois de 10 anos tentando engravidar, resolveram adotar um pinguinzinho.

Deixe o seu comentário