Descobriram um texto “herege” sobre os ensinamentos secretos de Jesus Cristo

Publicado no Mega Curioso

Pense no choque que os estudiosos vasculhando os arquivos da Universidade de Oxford, na Inglaterra, tiveram quando se depararam com um manuscrito raríssimo sobre Jesus Cristo! E não foi só isso não! Ninguém sabia da existência do tal documento, que consiste na única cópia traduzida de que se tem notícia de um texto considerado “herege”, uma vez que a turma que montou o Novo Testamento decidiu deixar esse material de fora — e proibir a sua inclusão.

De acordo com Chris Baynes, do portal de notícias Independent, o manuscrito produzido há mais de 1,5 mil anos e faz parte de uma coleção de textos conhecida como Biblioteca de Nag Hammadi. Ela consiste em 13 livros gnósticos escritos em copta que foram descobertos em um pote de terracota no Egito em 1945, mas o documento encontrado agora consiste em uma tradução para o grego cuja existência ninguém tinha conhecimento.

Achado inesperado

O manuscrito foi encontrado por pesquisadores da Universidade do Texas em Austin que estavam fuçando nos tais arquivos de Oxford. Depois de analisar o material eles se deram conta de que se tratava de fragmentos de um evangelho apócrifo conhecido como “Primeiro Apocalipse de Tiago” que, milagrosamente — tum dum tsss —, sobreviveram à passagem dos séculos.

Segundo Chris, o manuscrito teria sido redigido entre os séculos 5 ou 6 e trata de revelações secretas feitas por Jesus a seu irmão Tiago sobre o reino dos céus e a respeito de acontecimentos futuros, incluindo detalhes sobre o martírio de Tiago.

Conforme explicaram os estudiosos, esse texto complementa as informações presentes na Bíblia relacionadas com a vida de Cristo, já que descreve conversas que o nazareno supostamente teve com seu irmão e cujo conteúdo teria levado Tiago a se tornar um melhor “professor” dos ensinamentos de Jesus após sua morte.

Tradução perdida

O Primeiro Apocalipse de Tiago não foi incluído entre os 27 livros que compõem o Novo Testamento e existe uma carta do ano de 367 redigida por Atanásio, Bispo de Alexandria, que comanda que nenhum texto seja adicionado ou retirado dessa coleção de livros. Aliás, foi por causa dessa cartinha que o texto acabou ganhando a “classificação” de herege — e não porque ele fala de pactos com o maligno ou sobre o fim dos tempos.

No caso do manuscrito encontrado agora, ele consiste na única tradução já encontrada desse documento e, por ter sido redigida “no capricho”, com escrita uniforme, palavras separadas em sílabas e letras bem-feitinhas, os estudiosos acreditam que se trata de um modelo criado por algum professor para ajudar seus alunos a aprender como ler e escrever em grego.

Além disso, os pesquisadores acreditam que quem quer que tenha criado essa tradução devia ter uma grande afinidade com o material. Isso porque, além de se tratar de um texto “proibido” pela Igreja, o manuscrito parece consistir em uma cópia completa do Primeiro Apocalipse de Tiago e não de um pequeno trecho do livro, como seria o mais normal. Os estudiosos ainda estão trabalhando no surpreendente documento e deve publicar um artigo detalhando suas descobertas em breve.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Descobriram um texto “herege” sobre os ensinamentos secretos de Jesus Cristo

Deixe o seu comentário