Trump fala como criança de 8 anos, segundo análise de dados

Presidente tem o nível mais baixo de vocabulário e complexidade no cargo desde 1929

Trump durante reunião sobre imigração que aconteceu nessa terça-feira, na Casa Branca. – foto: Evan Vucci / AP

Publicado em O Globo

Donald Trump pode se chamar de gênio no Twitter, mas seu vocabulário aponta em outra direção. Uma análise das 30 mil primeiras palavras do presidente desde a eleição mostra que o governante fala em um nível um terço menor que qualquer outro presidente desde 1929 — um grau de leitura equivalente ao de uma criança na 7ª série.

O vocabulário e a estrutura gramática de Trump são “significativamente mais simples e menos diversos” que qualquer outro presidente desde Herbert Hoover, apontou a análise. A comparação é baseada em entrevistas, discursos e coletivas de imprensa de todos os presidentes desde 1929, compilados pela base de dados Facta.se. A análise compara todos os registros não oficiais desses governantes para trazer esses dados à tona, o que não leva em conta discursos previamente preparados.

Os analistas submeteram os registros do atual presidente em oito diferentes testes de vocabulário e complexidade, diversidade e nível de compreensão. Em cada um deles, Trump fez a pontuação mínima. A quantidade de sílabas por palavra é a menor entre os 14 presidentes anteriores e há menos palavras únicas. Essas falhas apareceram tanto na comparação de todos os registros feitos quanto na de suas primeiras 30 mil palavras. Os posts em redes sociais foram excluídos do balanço.

— Comparado aos 14 presidentes que o precederam, sob qualquer ponto de vista o uso de palavras do presidente Trump é muito menos diverso e mais simples — disse o CEO da Facta.se, Bill Frischling.

O tema da imprecisão mental do presidente tem tomado conta das conversas desde a publicação de “Fire and Fury: Inside the Trump White House”, um novo e explosivo livro sobre os bastidores do governo Trump. O autor, Michael Wolff, afirma que família, amigos e colegas do presidente questionaram sua habilidade para o cargo e o tratam “como uma criança”.

O presidente respondeu às afirmações levantadas pelo livro em seu Twitter na semana passada, dizendo ser um “gênio muito estável” e “realmente esperto”. Ele foi corroborado pela Secretaria de Imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sandres, que chamou os questionamentos de “indignantes”.

— É absolutamente indignante fazer esse tipo de acusação. Elas são simplesmente mentira, e é triste que existam pessoas que façam esse tipo de ataque desesperado ao presidente — disse ela em uma entrevista para o programa “Fox & Friends”.

Vários democratas no Congresso, no entanto — e até alguns colegas republicanos de Trump — não aceitam a ideia de que o presidente é intelectualmente superior. Mais de uma dúzia de políticos republicanos da Câmara dos Representantes e do Senado, em entrevista à CNN nesta segunda-feira, não concordaram em apoiar a declaração do presidente sobre ser “um gênio”.

O senador republicano Jerry Moran, por exemplo, disse que Trump foi “esperto o suficiente para se eleger presidente”. Mas quando perguntado se o presidente é de fato “um gênio”, o senador foi taxativo: “Nada a ver”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Trump fala como criança de 8 anos, segundo análise de dados

Deixe o seu comentário