Arquivos da categoria: Brasil

Fausto Fanti, da dupla Hermes e Renato, é encontrado morto em São Paulo

Fausto Fanti (de bigode e camisa vermelha) em cena de "Hermes e Renato"

Fausto Fanti (de bigode e camisa vermelha) em cena de “Hermes e Renato”

Publicado no UOL

Fausto Fanti, de 35 anos, da dupla Hermes e Renato, foi em encontrado morto em seu apartamento no bairro em Perdizes, em São Paulo. A informação foi confirmada ao UOL pela polícia da  23ª Delegacia de Perdizes.

O humorista interpretava o personagem Renato. De acordo com o jornal “SBT Brasil”, foi um amigo de infância, Adriano Silva, quem encontrou o corpo caído no banheiro com um cinto amarrado no pescoço.

Hermes e Renato se tornou popular na MTV Brasil de 1999 a 2009. Depois retornou em 2013. Além de Fausto, o grupo era formado por Marco Antônio Alves, Adriano Pereira, Bruno Sutter e Felipe Torres.

Seis dias depois, Dilma Bolada volta às redes sociais

publicado no estadão

A personagem Dilma Bolada está de volta às redes sociais. Criada pelo estudante de publicidade Jeferson Monteiro, a página famosa pelas sátiras feitas à presidente Dilma Rousseff foi tirada do ar na quarta-feira passada, mas foi reativada pelo próprio dono do perfil nesta terça-feira, 29. No Facebook, o perfil de Dilma Bolada tem mais de 1,4 milhão de seguidores; e no Twitter, mais de 28 mil.

“Ela voltou! Dilma Bolada está de volta e se reclamarem, crio um fake do Lula! vlw flws”, escreveu Monteiro em sua página pessoal do Facebook na manhã desta terça.

Em entrevista ao Estado, Monteiro afirmou usou o tempo em que o perfil ficou desativado para pensar de valia a pena ou não correr os riscos de ser acusado de favorecer a petista e ser alvo de processos judiciais. Ele, porém, disse que optou por manter o apoio explícito à presidente e, por isso, reativou a personagem.

“Como eu disse dezenas de vezes, sou a favor da Dilma e estou com ela e não abro, isso deveria servir de exemplo para todos os blogueiros e ‘influenciadores’ da internet, porque tem um monte de gente fechado com partidos por aí, falando mal da Dilma, inventando mentiras e pagando de imparcial, apartidário, isso é absurdo. Se está apoiando alguém, fale abertamente, declare”, disse o estudante.

Ele também negou vínculos com o PSDB ou o PT quando decidiu em tirar Dilma Bolada do ar e quando optou em “ressuscitá-la”.

“Quando a Dilma Bolada saiu do ar, teve gente que disse que foi porque o PSDB comprou. Quando voltou, tem gente que fala que foi porque o PT que comprou. Tudo que eu faço agora vira teoria da conspiração, complicado”, afirmou.

Desde que desativou o perfil na quarta passada, Monteiro já dizia que a decisão não era definitiva. Ele resolveu tirá-la temporariamente do ar depois de avaliar que poderia ser acusado de “fazer a diferença” a favor da presidente que satiriza em Dilma Bolada agora que a campanha está nas ruas.

“Entramos no período eleitoral e esse ano não vai ser mole. Há alguns dias foi liberada a campanha e é muito ruim saber que você pode fazer a diferença mas ver que está quase sozinho no meio de uma tormenta que é a internet, e que tem tudo para piorar conforme 05/10 se aproximar”, escreveu Monteiro na ocasião.

Em maio, o perfil de Dilma Bolada esteve envolvido numa polêmica após Monteiro ter dito que foi convidado a trabalhar para a campanha presidencial de Aécio.

Ele afirmou na ocasião que foi procurado por uma agência de publicidade que prestava serviços a campanhas. “A agência tinha um plano de venda de apoio político das suas páginas para as Eleições Presidenciais deste ano”.

“A tal agência, por sua vez, disse que eles queriam que eu assinasse um contrato de exclusividade para garantir uma amarra da Dilma Bolada a eles e que pudessem efetuar a transação com os tucanos. Eu, é claro, não assinei coisa alguma”, segue Monteiro que afirmou ter demonstrado interesse na proposta apenas para ver até onde a agência iria.

 

10 motivos para ter saudades da década de 1990

publicado no Bombou na web

A semana foi ótima para os saudosistas do meu Facebook. Na última quarta-feira (16), começou no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, uma exposição sobre o Castelo Rá- Tim- Bum. O programa estreou em 1994 e marcou a infância de quem foi criança naquela década. Quem foi à mostra se apressou em comentar nas redes sociais, publicar fotos do evento e até recuperar fotos antigas, da própria infância, quando todo mundo tinha autorização para se fantasiar como os personagens do Castelo. Um portento. De tanto ver criança fofa e fotos do Cássio Scapin pipocando na minha timeline, acabei sentindo saudades daqueles tempos. Foi uma década louca, quando a criançada cantava músicas cheias de duplo sentido sem a menor culpa (chocante, gente) as novelas eram boas e a internet era discada – quando era. Os anos 1990 foram incríveis por que:

1- Para entrar em um certo castelo, as crianças tinham que saber uma senha que mudava todo dia. O porteiro era todo pimpão e o relógio avisava quando o dono da casa estava chegando, para a galera esconder a bagunça.

2- Durante a tarde, tinha uma cara que mandava a gente sentar para ouvir história

Eu, que assistia a tv ​ deitado no sofá, sempre sentava nessa hora. Porque eu era uma criança obediente e não queria irritar o moço.

3 - A criançada tinha medo do cadeirudo

4 - Jogar fliperama não era coisa de balada hipster

5 - A Amy tinha um seriado só dela

E  ela se chamava Blossom, e tinha uma amiga chama Six. O pessoal sabia batizar as crianças.

6 - O André Marques era magro

E o Mocotó era reaça, reparem.

7 - A gente lia os livrinhos da coleção Vagalume

Não é da década de 1990, mas todo mundo lia. Não questionem

8 - E comia chocolate da turma da Mônica

Que a gente comia seguindo o contorno do personagem. Reaparem que, no comercial, a Magali transforma os amigos em chocolate e depois come. Era uma história sádica que ensinava as crianças que a vida não é moleza.

9 - Todo mundo tinha bichinho virtual

10 – A gente esperava até de madrugada para entrar na internet. E ouvir esse barulhinho aqui:

Motorista de ônibus nega transporte a catador de latinhas e gera revolta em passageiros

onibus

Publicado em O Globo

“Me manda embora, ué”. Com esta frase um motorista de ônibus do Rio de Janeiro, da linha 474 (Jacaré – Jardim de Alah), respondeu aos passageiros que estavam no veículo quando foi criticado por não querer transportar um catador de latinhas.

O episódio aconteceu no último domingo, na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, e foi filmado por um dos passageiros. Para ver o vídeo, clique aqui.

O catador de latinhas teria entrado pela porta de trás do veículo e tentou pagar sua passagem, mas foi impedido pelo motorista. Os passageiros se revoltaram com a situação e reivindicaram a permanência do catador no veículo.

“Sai não. Ele está trabalhando com as latinhas dele lá atrás. Ficou o dia inteiro catando lata na areia. Desumano! Que negócio é esse?”, diz uma das passageiras.

Outros também se solidarizaram afirmando que se tratava de uma discriminação. Na publicação no Facebook, o autor do vídeo afirma que o motorista alegou que o ônibus não era caminhão de lixo.

Após a resistência do profissional, o catador resolveu sair do veículo, o que gerou mais revolta entre os passageiros, que passaram a pedir o dinheiro da passagem de volta para também deixarem o carro.

O motorista continuou a negar a continuou a viagem, dizendo que os passageiros poderiam utilizar o metrô mais próximo.

“Não falta empresa para mim”, respondeu ele ao ser criticado.

O consórcio Intersul, responsável pela linha 474, afirma que a conduta do motorista foi inadequada, “em desacordo com o treinamento que recebeu e as normas de conduta previstas para situações de conflito”.

Em nota, o consórcio ainda afirma que o profissional passará por um processo de requalificação e lamenta os transtornos causados aos passageiros.

8 tipos de candidatos que você vai ver nas eleições esse ano

publicado no Terra

Passou a Copa e chegou a hora de ver, pelo menos até outubro, aquela infinidade de posts sobre eleição na timeline do seu Facebook e Twitter. E no clima #VaiTerEleições a gente aproveita pra conhecer melhor alguns candidatos engraçados e bizarros que vão aparecer nas urnas esse ano. Enquanto a propaganda eleitoral não é liberada, separamos alguns com nomes curiosos pra você ficar de olho:

1) Os candidatos super heróis:

CORTA pra cenas reais do Batman Capixaba trabalhando no Congresso:

2) Os candidatos que preferem se identificar por algum objeto… ou animal… ou comida…

…que aliás fez uma participação em “Family Guy” esses tempos:

3) As candidatas que resolveram investir no girl power:

…também conhecida pelo nome artístico “Aracy da Top Therm”.

 

4) Os candidatos que resolveram usar da sua semelhança física com alguém pra criar um nome:

#MOZÃO

#SOUMAISEU

 

5) E os que não tem semelhança nenhuma, mas… por que não?

 

 

6) Os candidatos alto astral, que dá vontade de votar só lendo o nome:

 

COUTINHO O NOVO DOLLYNHO!

7) Aliás, “amigo” parece uma palavra frequente nessas eleições:

 

UMA MÃO AMIGA? Hmmm…

8 ) Os candidatos que resolveram juntar duas palavras aleatórias e criar um nome:

Ah, e lembra daquele boy lindo que você encontrou no metrô e nunca mais viu? Pois é, ele também se candidatou:

Tá quase lá amigo!

 

E aí, em qual você (não) votaria?