Arquivos da categoria: e-saco

As deliciosas gargalhadas de uma idosa que anda de montanha-russa pela primeira vez

Publicado no Catraca Livre

É famosa ( e batida) a frase: quando foi a última vez que você fez uma coisa pela primeira.
Uma senhora holandesa de 78 anos Ria Van den Brand, às vésperas de seu aniversário, andou pela primeira vez em uma montanha-russa e, apesar do medo, se deixou filmar.
O resultado é um imenso prazer viver o novo e o desconhecido.

Vítimas de ‘nude selfie’ e ‘sexting’ na internet dobram no Brasil, diz ONG

Em 2013, 101 pessoas procuraram ajuda psicológica, informa Safernet.
SP responde pela maioria das consultas desde início de serviço de ajuda.

Campanha alerta para que imagens compartilhadas não caiam nas mãos de mais pessoas: 'A internet não guarda segredos'; 'mantenha sua intimidade off-line' (foto: Divulgação)

Campanha alerta para que imagens compartilhadas não caiam nas mãos de mais pessoas: ‘A internet não guarda segredos’; ‘mantenha sua intimidade off-line’ (foto: Divulgação)

Kleber Tomaz, no G1

O número de vítimas de “nude selfie” e “sexting” – o compartilhamento de fotos íntimas em sites e aplicativos de smartphone como WhatsApp – mais que dobrou nos últimos dois anos no país. Os dados são de um levantamento inédito feito pela ONG Safernet Brasil, entidade que monitora crimes e violações dos direitos humanos na internet em parceria com a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MP).

O estudo mostra que, em 2013, a Safernet atendeu 101 casos de pessoas que tiveram a intimidade exposta indevidamente na web. O número representa um crescimento de 110% em relação a 2012, quando a ONG contabilizou 48 pedidos de ajuda.

Os dados, aos quais o G1 obteve acesso, representam os atendimentos psicológicos on-line realizados pela Safernet. Foram contabilizadas como vítimas àquelas que procuraram o serviço gratuito Helpline Brasil ou Canal de Ajuda da ONG e denunciaram o uso e veiculação indevidos e sem autorizações de fotografias, filmagens e conversas com conteúdo erótico ou pornográfico.

Para Juliana Cunha, psicóloga da Safernet, os adolescentes e jovens encontraram nos smartphones uma nova maneira de expressar sua sexualidade. Por isso, o “nude selfie” e o “sexting” fazem parte dessa nova cultura. “O ‘selfie’ com nudez é mais um jogo sexual, numa fase de descobertas que sempre aconteceu na adolescência. Para muitas adolescentes, é uma prova de cumplicidade e intimidade com o parceiro”, afirma.

A tendência para 2014 é de aumento no número de consultas psicológicas on-line sobre o compartilhamento indevido de fotos íntimas, estima a ONG. Nos dois primeiros meses deste ano, foram mais 21 atendimentos. Para efeito comparativo, no mesmo período do ano passado foram três casos. De 2012 a 2014, os pedidos de ajuda tiveram origem em 166 cidades brasileiras.

Desde que o serviço de ajuda on-line começou há dois anos, o estado de São Paulo responde pelo maior número de casos. Entre janeiro de 2012 e fevereiro de 2014, foram 20 atendimentos oriundos de SP, seguidos por 11 da Bahia e seis do Rio de Janeiro.

Outra pesquisa feita pela Safernet em 2013, juntamente com a GVT, mostrou que 20% de 2.834 jovens brasileiros entrevistados afirmaram ter recebido conteúdos de “nude selfie” e “sexting”. E que 6% deles reenviaram essas imagens a outras pessoas.

Perfil das vítimas de ‘nude selfie’ e ‘sexting’ no levantamento da Safernet
Gênero:
feminino: 77,14%
masculino: 22,86%
Faixa etária:
10-12 anos: 7,14%
13-15 anos: 35,71%
16-17 anos: 17,86%
18-25 anos: 32,14%
acima de 25 anos: 7,15%

Vítimas
A pesquisa de atendimentos feita pela Safernet revela que garotas de 13 a 15 anos de idade representam a maioria das vítimas de “nude selfie” e “sexting” que procuram ajuda psicológica.

A maior preocupação relacionada a esta prática de compartilhamento é que, uma vez on-line, perde-se completamente o controle da foto ou vídeo íntimo publicado. “Queremos ajudar os adolescentes e jovens a fazerem boas escolhas na rede, sabendo administrar suas publicações e compartilhamentos para evitar arrependimentos e situações de perigo quando pessoas mal intencionadas se aproveitam dessas imagens”, afirmou Thiago Tavares, Presidente da Safernet e coordenador da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos.

Recentemente, uma estudante de 19 anos de São Paulo ficou constrangida após fotos suas fazendo sexo grupal com cinco universitários de um time de rugby da Universidade Mackenzie rodarem a internet.

Em novembro de 2013, Júlia Rebeca, de 17 anos, se suicidou em Parnaíba (PI) depois que um vídeo dela fazendo sexo começou a circular nas redes sociais.

Prevenção
Nesta segunda-feira (14), a Safernet lança uma campanha mundial contra a divulgação e o compartilhamento de fotos, vídeos e troca de mensagens íntimas de crianças, adolescentes e jovens nas redes sociais.

No cartaz da campanha aparecem mensagens de alerta para que imagens íntimas compartilhadas não caiam nas mãos de mais gente, como “A internet não guarda segredos” e “Mantenha sua intimidade off-line”.

Crime
A divulgação de fotos, vídeos e outros materiais com teor sexual sem o consentimento do dono pode ser interpretada pela Justiça como crime, de acordo com diversas leis.
O ato pode ser classificado como difamação (imputar fato ofensivo à reputação) ou injúria (ofender a dignidade ou decoro), segundo os artigos 139 e 140 do Código Penal.

O artigo 241 A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) qualifica como crime grave a divulgação de fotos, vídeos ou imagens de crianças ou adolescentes em situação de sexo explícito ou pornográfica. Prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa para quem publicar materiais que contenham essas cenas com menores de 18 anos de idade.

A Lei 12.737, em vigor desde abril, criminaliza a invasão de dispositivo informático alheio para obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização do titular. Quem tiver essa conduta pode pagar multa e ser preso por três meses a um ano. A lei foi apelidada de “Carolina Dieckmann” após a atriz ter seu computador hackeado e suas fotos íntimas, divulgadas.

O Marco Civil da Internet prevê no seu artigo 21, que aguarda aprovação pelo Senado para virar lei, que a vítima pode pedir ao provedor a retirada de conteúdo próprio de nudez, sem a necessidade de advogado ou de recorrer ao judiciário.

Menina posta trote no Twitter e quase vira alvo do FBI

Sarah tem 14 anos. No Twitter, ela fingiu ser um terrorista afegão e ameaçou a American Airlines. Em resposta, a empresa aérea disse que ia por o FBI atrás dela

American Airlines

Saulo Guimarães, na EXAME

Por dia, cerca de 500 milhões de mensagens são publicadas no Twitter. Ontem, uma delas parece ter custado uma enorme dor de cabeça a uma usuária americana de 14 anos.

Eram 10h37 quando a jovem Sarah escreveu a seguinte mensagem em @QueenDemetriax_, sua conta no Twitter:

“Olá, @americanairlines meu nome é Ibrahim e sou do Afeganistão. Sou da Al Qaida e em 1º de junho eu vou fazer um grande estrago”.

Seis minutos depois, a empresa aérea American Airlines usou seu perfil no site para responder a mensagem: “Sarah, nós tomamos estas ameaças muito a sério. Seu endereço IP e outros detalhes serão encaminhados para segurança e o FBI”.

Tarde demais

Quando percebeu o que havia feito, Sarah tentou reparar seu erro. Atribuiu o problemático tuíte a uma amiga e pediu desculpas pelo mal-entendido. Mas aí, já era tarde demais.

Entre outras mensagens, Sarah chegou a publicar a seguinte: “Sempre quis ser famosa, mas como a Demi Lovato – não como o Osama Bin Laden”. Demi Lovato é uma cantora americana famosa entre adolescentes. Bin Laden, o terrorista responsável pelos ataques de 11 de setembro.

Hoje, quem tentar visitar o perfil de Sarah no Twitter vai descobrir que sua conta foi suspensa. Na página da American Airlines no site, também já não consta a resposta à menina.

Comentários

Entretanto, comentários sobre o caso ainda estão na rede social. Um exemplo é o tuíte publicado por Nu Wexler, funcionário responsável pelas relações públicas do Twitter. Segundo ele, a American Airlines não tem como ter acesso ao IP ou outros detalhes relativos à Sarah.

É bom lembrar que este não é o primeiro caso de mensagens envolvendo terrorismo que termina mal no Twitter. Em fevereiro, uma espanhola foi condenada a um ano de prisão por apologia a um grupo armado de esquerda que matou dezenas de pessoas no país nas décadas de 1970 e 1980.

No futuro, água pode ter “garrafinha” comestível; conheça invenção

embalagem-agua-comestivel-ooho-1396903081747_615x300

 

Publicado no UOL

Você já imaginou comer uma garrafinha de água? O que parecia impossível pode se tornar uma ação comum no futuro – e ainda diminuirá a quantidade de lixo produzido. O espanhol Rodrigo González e os franceses Guillaume Couche e Pierre Paslier criaram uma embalagem inusitada para a água, que a transforma em uma espécie de bolha. E dá para comer tudo!

A invenção, que ganhou o nome de Ooho!, é tão legal que venceu um prêmio chamado Lexus Design Award. Para “embalar” a água, o líquido é congelado e envolvido em uma membrana gelatinosa dupla, feita basicamente a partir de algas. Desse jeito é possível manter a água limpa e ter, ao mesmo tempo, uma embalagem resistente, biodegradável e até mesmo comestível.

Só é preciso ter um certo treino para beber esta novidade: como a embalagem é meio molenga, você pode acabar se molhando. Mas, se for um dia de calor, ficaria até mais refrescante beber água!

6 coisas que você não sabe sobre os gatos

Publicado no Gatoteca

1- Gatos sonham igual aos humanos

Assim como os humanos, quando os felinos entram em um estado de sono profundo, eles produzem os mesmos padrões de ondas cerebrais que os seus donos fazem quando dormem.

6c059127bd57e4cf1691c1d4a6f6daef

 

2- Gatos vegetarianos podem ficar cegos

Gatos são carnívoros obrigatórios e precisam de carne para sobreviver. Desde o sistema digestório até o seu jeito de mastigar é especialmente desenvolvido para rasgar e engolir a carne.  Dentre os nutrientes presentes em suas presas está a taurina, um aminoácido extremamente importante para esses animais.  Sem ela, os gatos podem ficar cegos.

749b6e6a8e1c125fcb5f0a46ed989c50

3-  Gatos são bebedores peculiares

Quando você assistir a um gato tomando água ou leite, saiba que está assistindo a um processo delicado. Em vez de simplesmente “escavar” o líquido para a boca, como os cães fazem, o gato toca a ponta da língua na superfície do líquido, criando uma coluna que se estende quando ele puxa a língua para trás. Logo antes de a gravidade superar o movimento ascendente da língua do gato, enviando o líquido de volta para baixo, o felino fecha seu maxilar, capturando o gole.Em cada um desses processos, os gatos domésticos engolem cerca de 0,1 mililitros de líquido. Com quatro lambidas por segundo, eles conseguem beber cinco colheres de chá (24 ml) a cada minuto.

a89225349c27e484ac6e66b69c912b2c

4- Gatos controlam a sua mente

É verdade, donos de gatos: seu bichano está no comando. Alguns gatos têm aperfeiçoado um ronronar agudo infalível aos ouvidos humanos. Um estudo de 2009 descobriu que os humanos consideram essa mistura de alegria e agressividade difícil de ignorar. Os gatos tendem a usar esse recurso quando querem comida, e seus proprietários recebem a mensagem e atendem ao pedido dos bichanos.

ecce159522d506ae19814a2c3c01ff7c

5- Os parasitas dos gatos também controlam sua mente

Um parasita que se reproduz em gatos tem a capacidade de manipular animais – incluindo os seres humanos. O protozoário Toxoplasma gondii é um mestre controlador de mentes. Ele infecta os ratos e os faz agir imprudentemente e ir para lugares onde provavelmente sejam capturados por gatos. E é exatamente isso que o parasita quer, já que ele só pode se reproduzir no estômago dos felinos.Mas o controle mental exercido pelo Toxoplasma gondii também se estende aos seres humanos: pessoas que vivem em países com altas taxas de infecção pelo parasita apresentaram maior probabilidade de ser neuróticos do que pessoas que vivem em áreas onde as taxas de infecção são baixas. Neuroticismo é um traço de personalidade caracterizado pela ansiedade e insegurança.
“O T. gondii é eliminado nas fezes dos gatos contaminados, se torna infectante nas fezes expostas por 48-72h e só depois disso poderia contaminar o homem, caso, de alguma forma, ele tenha ingerido essas fezes. Ou seja, a forma mais comum de contaminação pelo Toxoplasma gondii é a ingestão dele em verduras mal lavadas ou carnes mal cozidas contaminadas. Ou alguém que deixa as fezes dos gatos expostas ao ar ambiente por 2 a 3 dias, mexe nelas, não lava as mãos e leva as mãos à boca logo em seguida. ” – Dica da leitora Raquel Lima
Os cientistas especulam que é possível que o T. gondii possa mudar o comportamento de culturas inteiras.

8e37b22e4cae30771a18dc558fa77f35

6- O aquecimento global pode significar mais gatinhos

De todas as possíveis consequências das alterações climáticas, esta é provavelmente a mais fofinha: temperaturas mais quentes e invernos mais curtos podem levar a períodos mais longos de procriação para os gatos. Com isso, mais gatinhos viriam ao mundo. Porém, isso infelizmente pode não ser uma coisa boa.Em 2007, a organização de adoção de animais de estimação Across America avisou que cada vez mais e mais gatinhos aparecem em abrigos em todos os Estados Unidos, uma tendência atribuída aos verões mais longos. Uma vez que os gatos são procriadores de tempo quente, invernos mais curtos significam um intervalo menor entre as ninhadas. A solução é simples, de acordo com a organização: castre seu gato e contribua para o controle da superpopulação de gatinhos, independentemente da temperatura que faz lá fora.

b9c70f5df821d912256cb6e02287b008