Brasileiro de 25 anos é pago para viajar e postar fotos no Instagram

Carioca é ‘instagrammer profissional’, trabalho pouco conhecido no país.
Ele é contratado para divulgar destinos; veja dicas para fotografar viagens.

Paulo del Valle com um camelo em Dubai (foto: Paulo del Valle/Divulgação)
Paulo del Valle com um camelo em Dubai (foto: Paulo del Valle/Divulgação)

Flávia Mantovani, no G1

Conhecer belos lugares pelo mundo, postar fotos no Instagram e ainda ganhar dinheiro para isso. Esse emprego dos sonhos se tornou uma realidade para Paulo del Valle, um carioca de 25 anos que é uma das poucas pessoas no mundo a ter a profissão de “instagrammer profissional”.

Paulo é pago por empresas e órgãos governamentais que promovem destinos turísticos para ir até o local, tirar fotos bonitas e postá-las em seu perfil nessa rede social, onde tem mais de 252 mil seguidores.

Desde que começou a se dedicar integralmente a esse trabalho, no início deste ano, ele já esteve na Austrália, nos EUA, em Israel e em Dubai, além de em Santa Catarina e na Bahia.

O que hoje é profissão começou como um hobby desinteressado. O estudante de design fez um perfil no Instagram em 2011, três meses depois que a plataforma de compartilhamento de fotos foi lançada. Postava principalmente fotos do Rio de Janeiro, onde mora, tiradas com seu iPhone.

A qualidade das imagens chamou a atenção da equipe do Instagram, e em 2012 ele passou a ser um “usuário sugerido” — uma espécie de usuário modelo, que posta fotos boas com frequência e interage bastante com outros membros.

“Não tinha nem ideia de que isso existia. Eu nem era fotógrafo, tirava fotos dos meus amigos, de pedras, plantas, coisas aleatórias”, diz. Em duas semanas, seu número de seguidores cresceu de 1.400 para 34 mil.

Foto tirada em mesquita de Abu Dhabi (foto: Paulo del Valle/Divulgação)
Foto tirada em mesquita de Abu Dhabi (foto: Paulo del Valle/Divulgação)

Viagens

Paulo então estudou fotografia por contra própria, em livros e na internet. Trocou o celular por uma câmera e pouco tempo depois recebeu um convite de uma “instagrammer profissional” australiana para ir até o seu país, junto com outros usuários que se destacavam na rede social. O grupo viajou pela Austrália divulgando fotos dos destinos em seus perfis, para despertar em seus seguidores a vontade de conhecer o país.

Foi lá que ele viu que aquilo podia se tornar uma profissão e decidiu abandonar a marca de roupas que ele tinha com amigos. “Conheci esse novo universo e vi que aquilo era o que eu queria fazer. Meu sonho sempre foi conhecer o mundo”, diz ele.

Em seguida veio um convite para conhecer Israel e outro para ir a Florianópolis fazer trabalhos para uma marca de automóveis. Durante a Copa do Mundo no Brasil, uma marca esportiva o convidou para um trabalho em Salvador. Depois foi o órgão de promoção turística de Dubai que o chamou para gravar um programa de viagens no país.

Paulo também recebeu um convite para conhecer a sede do Instagram na Califórnia, e foi para lá com amigos.

Experiências

Durante as viagens, o brasileiro andou de camelo no deserto e de caiaque com golfinhos, segurou um bebê canguru e flutuou no Mar Morto, entre outras experiências que ele diz que nunca vai esquecer. “Fui a lugares para onde jamais pensaria em ir. Foram oportunidades incríveis”, afirma ele, que até então só tinha saído do Brasil para ir aos Estados Unidos.

Paulo diz que sua profissão está crescendo fora do país e acredita que pode se expandir também por aqui, apesar de não saber quanto tempo a tendência vai durar. “Não sei o que o futuro me reserva. Mas estou aproveitando muito o momento”, completa.

Foto de Paulo em parque nos Estados Unidos (foto: Paulo del Valle/Divulgação)
Foto de Paulo em parque nos Estados Unidos (foto: Paulo del Valle/Divulgação)

Veja as dicas de Paulo del Valle para tirar boas fotos de viagem com o celular

1 – Limpe a lente da câmera do seu celular. É comum lembrarmos de limpar a tela, mas não a lente. Isso pode influenciar no resultado das fotos.

2 – Sempre segure o celular firmemente com as duas mãos. É muito importante para que as fotos não saiam tremidas.

3 – Jamais use o zoom do celular. Ele não é um zoom ótico, como nas câmeras, e só piora a qualidade das suas fotos.

4 – Evite tirar fotos diretamente contra a luz do sol, para evitar que feixes de luz (flare) saiam na imagem. Se aparecer “flare” ao tirar a foto, coloque sua mão acima do celular, tentando bloquear a luz do sol.

5 – Ao tirar selfies, prefira a câmera traseira do celular, que possui maior qualidade, usando a função de timer (disponível no iOS 8 e alguns aplicativos). Utilizar o botão do fone de ouvido também é uma boa opção para esse tipo de foto.

6 – Acessórios são importantes. As baterias dos smartphones não aguentam o dia todo, principalmente tirando fotos. Compre uma bateria externa para garantir que não perderá chances de tirar fotos durante todo o dia. Pequenos tripés, feitos para celulares, são ótimos para aquelas situações em que não tem ninguém para tirar fotos ou quem quer tirar fotos mais avançadas, como de longa exposição e HDR.

7 – Tire muitas fotos durante o dia e deixe para editá-las depois, quando tiver tempo. Tenha paciência nesse processo, pois uma boa edição manual (controlando brilho, contraste, saturação etc.) faz toda diferença.

8 – Entenda como funciona a câmera do seu celular. No iPhone, você pode tocar na tela para focar, arrastar o dedo para controlar a exposição de luz, “trancar” o foco e usar o botão de aumentar o volume para tirar fotos. Ferramentas como HDR garantem melhores fotos no pôr do sol e no contra-luz, mas é necessário manter as mãos muito firmes ou usar um tripé, pois o telefone tira 3 fotos ao mesmo tempo e as junta em uma só.

9 – Vá além da câmera nativa do seu celular para fazer melhores fotos e vídeos. Algumas dicas de aplicativos:

– Camera+ (iOS): Tem recursos manuais, como ajustar a velocidade do obturador (ideal para fotos em movimento e de pulos), permite tirar várias fotos por segundo, possui timer, foco manual e muitas outras funções.

– Cortex Camera (iOS): Permite tirar fotos de ótima qualidade em baixas condições de luz, sem a necessidade de flash.

– Average Cam Pro (iOS): Faz fotos com aspecto profissional de longa exposição com o iPhone e dá um efeito incrível a fotos de cachoeiras e mar. Exige o uso de um tripé.

– Hyperlapse (iOS): Para fazer timelapses das viagens sem a necessidade de equipamentos caros, como câmera e tripé.

10  Utilize aplicativos para editar suas fotos e vídeos. Algumas dicas:

– VSCOcam (iOS e Android – Grátis): Tem filtros incríveis disponíveis gratuitamente, além de opções pagas.

– Snapseed (iOS e Android – Grátis): Oferece muitas ferramentas de edição manual.

– TouchRetouch (iOS e Android): Ótimo para dar retoque final, removendo coisas indesejadas de fotos, como lixo na rua ou imperfeições no rosto.

– Over (iOS e Android): Bom para escrever textos sobre as fotos de viagens, com muitas fontes e gráficos.

– Mappr (iOS): Permite colocar a localização de qualquer lugar do mundo nas fotos.

– Videon (iOS): Permite editar filmes controlando brilho, contraste, saturação e muito mais. Oferece ainda muitos filtros, junção de vários vídeos e adição de trilha sonora.

 

 

Leia Mais

Sinais de que a idade chegou para você

idoso_capa1-670x330

Publicado no Deixa que eu manjo

A idade chega para todos nós. Uma hora ou outra vamos ter que lidar com cabelos brancos, alguns deles caindo, umas rugas a mais, e de repente você está numa mesa jogando dominó com os amigos. Saber que você um dia ficará velho e aceitar isso é um passo enorme para envelhecer com qualidade. A partir de qual idade o homem começa a sentir a idade batendo na porta? Não existe uma idade específica para as coisas acontecerem, mas você já pode ir interpretando os sinais e ficar atento para quando a “experiência” vier cobrar sua fatura.

Você fica extremamente caseiro

idoso_caseiro

Ser caseiro não é uma qualidade inerente à idade, mas ela aumenta exponencialmente quando você envelhece. Ter apego às suas coisas, seus móveis, curtir mais ficar em casa. Ser caseiro e mais intimista é algo que você passa a dar mais valor com mais maturidade. Você passa a prezar mais pela limpeza e a cuidar do ambiente em que você está.

Seus eventos passam a ser com menos (e mais chegados) amigos

idoso_amigos

Sabe aquela viagem pra praia com 45 pessoas que você só conhece cinco? Aquela comitiva de gente que acaba espalhada em colchões de solteiro pela sala cheia de areia? Pois é, isso vai acabar quando você chegar a certa idade. Viajar com os amigos? Sim, mas com as condições mínimas de conforto e higiene para você não se sentir num poleiro. Os eventos casuais também passam a ficar mais seletivos. As baladas vão ficando mais raras, e os churrascos, jantares e eventos em casa de amigos ficam mais frequentes. Beber e dormir na rua passa a ser história para rir nesses eventos menores.

Você passa a ter prioridades com dinheiro

idoso_dinheiro

Sabe aquele carro que você adiou comprar? Aquele apartamento que você não juntou dinheiro para dar entrada? Planos como esse passam a entrar na sua pauta quando você atinge certa idade. Você sabe que precisa fazer planos a longo prazo e que o planejamento financeiro passa a ser essencial para que eles saiam do papel. Aquela época em que o que você ganhava dava para financiar apenas as cervejas passou, e os meios que você usa para gerenciar sua grana devem mudar também.

Você percebe que sua época de fazer bobagem passou

idoso_bobagem

Raspar o cabelo do lado e fazer um moicano? Fazer um look novo na barba? Vestir aquelas camisas sem passar que parece que foram mastigadas por um bode? Não mais depois de uma certa idade. Algumas bobagens têm data de validade para serem feitas (e você já sabe disso, não é?). Então o jeito é aproveitar enquanto dá tempo. Depois, é melhor respeitar a idade que você tem.

Ah, e tem os sinais físicos também!idoso_sinais

Já não aguenta mais dar aquele pique na pelada? Os cabelos estão ficando mais ralos? A barriguinha já insiste em não te abandonar mais? Pois é amigo, são os tempos de jovem indo embora. O mais importante é a consciência de ter vivido bem os anos de juventude, para poder rir do tempo bom que passou ao invés de reclamar aquilo que não conseguiu viver. E sobre a barriguinha, não se preocupe: as mulheres preferem assim.

Leia Mais

Uma aranha saltando em câmera super lenta é a perfeita máquina de matar

aranha-pula-pula-slow-motion

Publicado no HypeScience

Sabemos que as aranhas são mal compreendidas, e as aranhas saltadoras, acredite, são a coisa mais fofa do mundo quando fotografadas de perto. Elas até usam chapéu às vezes!
O filme abaixo, criado por pesquisadores da Universidade de Stanford (EUA), mostra um lado não tão fofinho destes aracnídeos carnívoros. Elas conseguem pegar suas presas em um salto tão rápido que é invisível ao olho nu e dura cerca de 300 milissegundos.

A partir de agora quando eu ver uma destas vou lembrar dos malditos facehuggers para o resto da minha vida:

alien-facehugger

Outros ângulos

No vídeo abaixo você pode ver como é o bote a olho nu, ou seja, INVISÍVEL, e depois em câmera lenta por outros ângulos.

Leia Mais

Mentiras da crença popular que você achou que fosse verdade!

10-mentiras-da-crença-popular

Publicado no Guri Curioso

1 – Os chicletes não levam cerca de sete anos para serem digeridos. A verdade é que eles não chegam a ser digeridos completamente, passando assim diretamente por nosso corpo.

2 – Quem disse que o raio não pode cair duas vezes no mesmo lugar? Isso é um mito, o raio pode sim cair duas vezes no mesmo lugar, o prédio Empire State é uma prova disso, que recebe no ano 100 raios.

3 – Morcegos não são cegos, eles apenas usam outros mecanismos para o vôo e para a caça.

4 – A cor da famosa “meleca” que sai do seu nariz pode indicar as doenças que você tem.

5 – A Àgua pura não conduz eletricidade, a causa disso são os minérios e os detritos presentes na mesma, isso que passa a conduzir a eletricidade.

6 – Após a morte, nossa pele encolhe, porisso da a sensação de que os cabelos e unhas cresce após a morte.

7 – Artrite é causada pela obesidade e genética, e não por estralar os dedos.

8 – Gatos e Cachorros enxergam nos tons de azul e verde, e não em preto e branco.

9 – Os hamburgueres do Mc Donald’s apodrecem se expostos a condições necessárias.

10 – Uma moeda de cinco centavos jogada de cima de um prédio não pode te matar, apenas causar graves ferimentos.

Leia Mais

Estudante transforma peça de Lego em máquina fotográfica

14975810543_969021e7a6_o

Publicado em O Globo

A inspiração veio de uma aula de fotografia na Universidade do Estado do Colorado, onde Ryan Howeter cursa Design Gráfico. Nela, o estudante conheceu a história da Pinholo, uma câmera pinhole — sem lentes, que cria a fotografia com a luz que por um pequeno buraco — funcional criada a partir da casca do pinhão.

— Sendo um fã de Lego, eu tinha que levar essa ideia para uma conclusão lógica — disse Howeter ao site Cnet.

Logo, o estudante pegou uma pequena peça de Lego e a transformou em uma pinhole. A câmera, criada a partir de uma peça 2×2 com o tubo interno cortado, funciona tanto com papel como com filme fotográfico. Uma fita isolante cobre a parte inferior da peça, formando a câmara escura.

— A parte mais difícil é tentar tirar uma foto real com ela. É muito fácil subexpor ou superexpor o filme — afirmou o estudante.

Leia Mais