Coca-Cola apresenta “The Happiest Thank You”

coca

publicado no Brainstorm9

A história do nome na latinha de Coca-Cola já rodou o mundo, inclusive rendendo piada do Porta dos Fundos aqui no Brasil. E apesar de já ter tanto tempo e até parecer batida em alguns momentos, é incrível como essa ação promocional ainda consegue chamar a atenção das pessoas de um jeito especial que só a Coca-Cola é capaz.

Com criação da McCann, The Happiest Thank You já ultrapassou 1 milhão de views em menos de uma semana. A campanha filmada nas Filipinas mostra quatro histórias diferentes: a do motorista de van, a da moça que trabalha em um estacionamento, a do jovem empacotador de supermercado e a do porteiro simpático. Todos os dias, eles tratam as pessoas que usam seus serviços com simpatia e atenção, e recebem seus agradecimentos. O problema é que nenhuma destas pessoas sabe seus nomes e acabam se referindo a eles como “irmão”, “irmã”, “garoto”, “chefe”.

Até a Coca-Cola pintar na área com suas garrafinhas promocionais e o agradecimento vir acompanhado pelo nome de cada um, que eles nem imaginavam que o outro sabia. A frase final diz que “o agradecimento que nos faz mais feliz é aquele com o nosso nome”. E não é que ficou legal?

Leia Mais

Menor casa do mundo tem 17m² e custa R$ 1 milhão


60a73b718ae3ae1450b8b07bd58f1dee

publicado no Yahoo!

O que você faria se tivesse R$ 1 milhão para investir em um imóvel? Uma das possibilidades é comprar a casa que leva o título de menor mundo, com apenas 17 m². Segundo o jornal britânico The Guardian, a casa fica na disputada Richmond Avenue, em Islington, região norte de Londres.

Para dormir, o proprietário da casa precisará usar a escada em cima da pia (você leu certo) para chegar ao quarto, localizado no mezanino do imóvel. Na sala, apenas algumas almofadas fazem as vezes de sofá. No banheiro, mais aperto: o vaso sanitário fica embaixo do chuveiro. Ou seja, a perda de espaço é a menor possível.

Segundo os corretores imobiliários, imóveis do tipo fazem parte de um conceito chamado hutch living (hutch, em inglês, é poleiro). O preço é justificado pela procura na região; os imóveis mais baratos no bairro custam acima de R$ 3 milhões, por conta dos bares e da vida noturna local. Você viveria numa casa assim para estar perto da badalação?

eded2ca0-392e-11e4-85de-2ba3c4255b37_casa_londres

Leia Mais

Band-aid: Você usou da forma errada a vida toda

publicado no SOS Solteiros

E aí, você cortou o dedo?! E aí, como bom solteiro/a, não tem ninguém pra te ajudar?! E aí, coloca um band-aid do jeito que dá, mesmo sabendo que vai escapar e ficar perdido no bolso, completamente sujo e nojento?! Mãe, saudades…

GIF-Band-Aid

Pois é, nem todo mundo manja das técnicas de se fazer um curativo que dure pelo menos até ser trocado por um novo. Mas os nossos problemas acabaram!! Saca só nessa técnica japonesa de se colocar band-aid como os grandes ninjas faziam.

Leia Mais

Ocupação da Universal leva CNT a dispensar mais funcionários

Flávio Ricco, no UOL

charge: Jasiel Botelho
charge: Jasiel Botelho

A Rede CNT, que já havia demitido cerca de 100 pessoas porque praticamente se vendeu para a Igreja Universal, voltou à carga na última semana.

Mais 10 funcionários foram dispensados em São Paulo, até a última quarta-feira, incluindo o seu diretor de jornalismo, Domingos Trevizan, com 13 anos de casa. Sobrou o suficiente apenas para apagar as luzes no reformado e agora inoperante prédio da Alameda Santos.

O mercado para quem estuda ou trabalha neste meio caminha a passos largos para a sua completa destruição, graças à irresponsabilidade das autoridades. A ocupação religiosa nas emissoras de rádio e televisão é, a cada dia, mais impressionante, sob as vistas grossas daqueles que não têm o menor interesse em mexer com isso.

Uma situação profundamente lamentável, onde se verifica apenas a preocupação em aumentar o número de votos, não importando a que preço e no que isto poderá significar para os profissionais da área como um todo. Estão tirando o pão dos trabalhadores.

A CNT é só mais um caso entre outros tantos já existentes e que não será o último. Esta é uma transgressão que só interessa ao meio político, graças à força que representa nas urnas.

Leia Mais