opinião + reflexão

Barbárie legitimada

Barbárie legitimada
Patricia Bezerra Essa barbárie da menina violentada no Rio de Janeiro,  exige de nós muito mais do que qualquer nota de repúdio ou de agravo. Concordem ou não, a violência contra a mulher já está institucionalizada em nossa sociedade. Seja nas ruas, nos lares ou nos transportes públicos, sempre há um grito reprimido de uma mulher. A sensação é de que quando há uma mulher por perto, sempre deve existir […]

Ministério da Educação e da Cultura do Estupro

Ministério da Educação e da Cultura do Estupro
João Paulo Cuenca, na Folha de S.Paulo No dia em que virou notícia o caso de uma menor de idade dopada e estuprada por 30 homens, crime exposto em vídeo com risadas e piadas na internet, foi recebido pelo ministro Golpista da Educação e pelo ministro Biônico da Cultura um ator conhecido, entre outras coisas, por ter confessado o estupro de uma mãe de santo na TV –depois disse que […]

Sobre crises e abutres

Sobre crises e abutres
Carlos Bezerra Jr, na Folha de S.Paulo É na tempestade que se conhece o marujo. Um pequeno grupo resolveu usar a crise política e econômica na qual o país está afundado para disparar contra a lei que dá punição financeira a quem se beneficia do trabalho escravo. A erradicação do trabalho análogo à escravidão é uma das principais metas da agenda de promoção dos direitos humanos no país. Não obstante […]

Ah, mas os homens têm que usar gravata…

Ah, mas os homens têm que usar gravata...
Por Ana Cris Gontijo Em Londres, uma recepcionista foi mandada pra casa por sua empresa, por se recusar a trabalhar de salto alto. A notícia se espalhou e sociedade inglesa colocou o tema em debate. Ah, mas os homens têm que usar gravata. Na sociedade tradicional do Brasil varonil, mulheres devem andar bem vestidas, de preferência usando salto. Ah, mas os homens têm que usar gravata. Mulheres devem ser magras, […]

A infância oculta de Jesus

A infância oculta de Jesus
publicado na Super Uma das características mais frustrantes dos Evangelhos canônicos – os quatro que foram incluídos no Novo Testamento – é a relativa economia de informações. Os autores simplesmente não se preocupam em escrever como um biógrafo de hoje, que toma o cuidado de descrever toda a vida de seu personagem com o máximo possível de detalhes. Os evangelhos de João e Marcos retratam Jesus como adulto logo de […]