opinião + reflexão

Frei Betto: Festa da carne

Frei Betto: Festa da carne
Já não se enfatiza o tema do sentido da vida. Na escola, aprende-se a competir, a ter sucesso Frei Betto, em O Dia Online Carnaval significa ‘festa da carne’ e era, em seus primórdios, uma festa religiosa. Às vésperas da Quaresma, diante da perspectiva de passar 40 dias em abstinência de carne, os cristãos fartavam-se de assados e frituras entre o domingo e a ‘Terça-Feira Gorda’. Na quarta, revestiam-se de […]

Pequeno guia negro e feminista para não fazer feio nas fantasias de carnaval

Pequeno guia negro e feminista para não fazer feio nas fantasias de carnaval
Por Gabriela Monteiro Folia de momo chegando e todo mundo no maior alvoroço pra ser quem quiser (pelo menos por alguns dias). Pernambucana que sou, entendo e partilho da ofegante epidemia. E esse ano uma coisa interessante aconteceu: algumas pessoas vieram me escrever perguntando sobre quais fantasias seriam éticas ou não. Elas estavam realmente em dúvida sobre o que era possível usarsem ofender a nenhum grupo. Bem, longe de mim ser […]

Frei Betto: Protagonismo é essencial

Frei Betto: Protagonismo é essencial
Sou discípulo de um prisioneiro político. Jesus morreu preso, torturado, julgado por dois poderes e condenado à morte Frei Betto, em O Dia Online Todo esse fluxo migratório que o Papa Francisco chama de Terceira Guerra Mundial é fruto do que Europa e EUA plantaram na Ásia, na África e no Oriente Médio. Foram séculos de colonialismo brutal. E quem garante que, hoje, os drones que atiram bombas no Afeganistão […]

Potenciais assassinos

Potenciais assassinos
Gregorio Duvivier, na Folha de S.Paulo Tenho um pesadelo recorrente em que sou levado a matar alguém. Às vezes, estou assaltando um banco; o segurança espirra, tomo um susto e dou um tiro nele. Outras vezes, o revólver cai misteriosamente sobre a minha mão e tropeço, apertando o gatilho. (Vocês já devem ter percebido que o meu inconsciente é péssimo roteirista.) Esse é só o começo do sonho. A partir […]

A geração de mulheres inamoráveis

A geração de mulheres inamoráveis
  Por Akasha Lincourt no Solteira Sinistra! Uma vez, em um bar, ela me disse: “Neste mundo existe pessoas inamoraveis, e eu sou uma delas”… Aquilo me intrigou durante toda a noite, uma palavra fora do dicionário que ela usava para se descrever, e por que? A observei enquanto ela, tímida, finalizava mais um copo de cerveja. Eu estava com ela havia quatro horas, quatro horas onde conversamos sobre filosofia, arte, […]