opinião + reflexão

Desconfio que a inveja tenha origem no medo humano do esquecimento

Desconfio que a inveja tenha origem no medo humano do esquecimento
João Pereira Coutinho, na Folha de S.Paulo Inveja? Ninguém tem. Quando olhamos para os sete pecados capitais, podemos admitir os outros seis. “Admitir”? Melhor escrever: assumir com cara alegre. “Orgulho”? Todos temos –e com muito orgulho. “Ganância”? Uma outra forma de dizer ambição. “Luxúria”? Ah, nas sociedades hiper-sexualizadas em que vivemos, o verdadeiro pecado é não ter. “Gula”? Todos gostamos de um “bon vivant”, sobretudo na era brega dos “chefs”. […]

Prisão de Cunha e Garotinho mostra a evangélicos que Deus não é ‘full time’

Prisão de Cunha e Garotinho mostra a evangélicos que Deus não é ‘full time’
Por Josias de Souza, no UOL No Rio de Janeiro, os três políticos mais identificados com o eleitorado evangélico são Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da igreja Universal; Anthony Garotinho (PR), fiel da igreja Presbiteriana; e Eduardo Cunha (PMDB), adepto da igreja Sara Nossa Terra. Crivella acaba de se eleger prefeito do Rio. Garotinho e Cunha estão presos. Essa conjuntura demonstra que Deus existe. Mas não é ‘full time’. Denominações […]

Moro proferiu 118 condenações. STF, nenhuma

Moro proferiu 118 condenações. STF, nenhuma
Josias de Souza, no UOL Em dois anos e sete meses de Lava Jato, Sérgio Moro já proferiu 118 condenações. Juntas, somam 1.256 anos, 6 meses e 1 dia de prisão. No Supremo Tribunal Federal, não há vestígio de sentença condenatória. A comparação é constrangedora. Mesmo descontando o fato de que Moro julga sozinho e o Supremo é um colegiado sem vocação para a instrução penal. Na primeira instância, os […]

O ódio e a intolerância nas eleições do Brasil e dos Estados Unidos

O ódio e a intolerância nas eleições do Brasil e dos Estados Unidos
Publicado por Leonardo Sakamoto Tanto a eleição presidencial brasileira de 2014 quanto o recente pleito que escolheu Donald Trump presidente dos Estados Unidos podem ser vistos como momentos nos quais a frágil costura dos plurais e contraditórios retalhos sociais de ambos os países se rompeu. Como detesto esse linguajar de sociólogo de botequim, traduzo para o vernáculo: momentos que deu ruim. O ódio e a intolerância não foram criados nessas horas, […]

Não é necessário esperar a velhice para ser você mesmo

Não é necessário esperar a velhice para ser você mesmo
Mirian Goldenberg, na Folha de S.Paulo Perguntei a homens e mulheres de 40 a 65 anos: “O que você quer ser e fazer quando envelhecer?”. As respostas mais frequentes foram: 1. Ter mais tempo para cuidar de mim mesmo e fazer as coisas que eu gosto; 2. Voltar a estudar (inglês, francês, filosofia, psicologia, história…); 3. Aprender uma coisa nova (tocar um instrumento, fotografar, surfar, dançar…); 4. Fazer coisas que […]