Árbitro do 7 a 1 da Alemanha no Brasil e da mordida de Suárez se aposenta

arbitro-marco-antonio-rodriguez-que-apita-jogo-do-corinthians-no-mundial-1355207875814_615x300

Publicado no UOL

Marco Antônio Rodríguez, árbitro mexicano que apitou a goleada de 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil na semifinal da Copa do Mundo de 2014, anunciou nesta quarta-feira sua aposentadoria. Assim, ó histórico jogo no Mineirão se torna o último de sua carreira de 17 anos – o mexicano tem 40 anos.

Além da humilhante goleada sofrida pelo Brasil, ele também saiu da Copa lembrado por não ter visto a mordida de Luis Suárez em Chiellini, durante a vitória do Uruguai sobre a Itália por 1 a 0, ainda na fase de grupos.

Ele apitou sete jogos de Copas: em 2014, também foi o responsável pela arbitragem de Bélgica 2 x 1 Argélia; em 2010, apitou Espanha 2 x 1 Chile e Alemanha 4 x 0 Austrália; e em 2006, sua primeira Copa, esteve em Inglaterra 1 x 0 Paraguai e Costa do Marfim 3 x 2 Sérvia e Montenegro.

“Tinha o sonho de apitar em uma Copa do Mundo e fiz isso por três vezes. Alcancei todas as metas que estabeleci para mim”, disse ao anunciar sua aposentadoria.

Ele também se recusou a comentar a mordida de Suárez – o atacante uruguaio foi suspenso pela Fifa após o duelo mas, em campo, nem cartão amarelo recebeu de Rodríguez.

Fora dos gramados, o agora ex-árbitro é pastor e tem sua própria marca de gel para cabelos, algo marcante para quem o via em campo.

Comentários

As regras do Templo de Salomão

Vista aérea do Templo de Salomão (IURD)

Por Anna Virginia, na Folha de S. Paulo

A Igreja Universal do Reino de Deus divulgou um manual de etiqueta para quem quiser conhecer o Templo de Salomão, “o lugar que Deus escolheu para habitar”.

Entrar lá exige dresscode.

Nada de boné, camiseta de time, roupa com mensagem política ou comercial, chinelo, bermuda, decote, minissaia e óculos escuros. “Vista-se como se fosse se encontrar socialmente com uma pessoa muito importante”, orienta o bispo Renato Cardoso em vídeo divulgado nesta terça (15) na internet.

O bispo Edir Macedo designou Renato, seu genro, para ditar as regras aos visitantes da réplica da obra bíblica, que abrigará até 10 mil pessoas em 74 mil m² de área construída na zona norte de São Paulo.

Entrar lá não é para qualquer um.

Após inaugurada, em 31 de julho, a nova igreja se fecha a visitantes sem credencial por um tempo –possivelmente, até 2015. Ou você entra como convidado ou paga para participar de uma das caravanas organizadas pela igreja.

Pastores vendem ingresso para os ônibus nas igrejas –sair do centro de São Paulo, por exemplo, custa R$ 45. O lote de agosto está quase esgotado.

Entrar lá tem preço. Mas nenhuma selfie para contar a história.

O bispo Renato explica que não será permitido fotografar dentro do santuário e que todos os visitantes serão revistados. Serão barrados no baile gospel aqueles que levarem iPhone, celular, máquina fotográfica, iPod etc.

Nenhum Instagram, contudo, será ferido durante a realização desta caravana: do lado de fora, fotógrafos da Universal estarão à disposição para registrar o momento, diz o bispo. O retrato poderá ser baixado na internet.

Dilma Rousseff está entre os convidados confirmados para a inauguração. Autoridades, por sinal, foram orientadas a não levar celular.

Comentários

No Japão, loja permite que clientes usem roupas por um dia antes de pagar

gufitting3-450x337

Publicado na Catraca Livre

A loja japonesa GU está oferecendo um serviço inovador para aquelas pessoas que tem dificuldades ou dúvidas na hora de comprar roupas.

Os clientes podem usar as roupas da loja por um dia e decidir se vão comprá-las ou devolvê-las quando retornarem à loja.

Regras

É possível experimentar até três peças de roupa e só é preciso deixar o nome e telefone.

O serviço é limitado para 30 clientes por dia e só abrange as peças mais baratas da loja, que já conhecida por vender roupas por preços baixos.

gufitting2-450x109

A loja foi inaugurada em junho e está testando o serviço nos primeiros meses de funcionamento.

Comentários

Menina com câncer faz dueto de ‘Frozen’ com enfermeiro e vídeo se torna viral

<br />
Kamryn Slater e o enfermeiro Tom fazem dueto da canção ‘Love is an open door’, do filme ‘Frozen’<br />
Foto: Reprodução

publicado no O Globo

Um vídeo publicado no Facebook pela mãe da corajosa Kamryn Slater, uma americana de 7 anos que está lutando contra um câncer, caiu nas graças dos usuários do Facebook esta semana e se tornou um viral. O vídeo, que mostra a garotinha dublando uma música do filme “Frozen”, da Disney, já tem mais de 214 mil compartilhamentos e, com a ajuda do prórpio Facebook, que, através do “FB Newswire”, promoveu a publicação de Andrea Lynn, a mãe de Kamryn.

“A má notícia é que nós estamos no hospital para uma transfusão de sangue, mas a boa notícia é que nós conhecemos o enfermeiro mais legal do mundo, Tom, que por acaso é um fã do filme ‘Frozen’. Isso aqui acabou de acontecer”, escreveu Andrea antes de publicar o vídeo que mostra os dois novos amigos interpretando de maniera muito empolgada a letra da canção “Love is an open door” (“o amor é uma porta aberta”).

Mais de US$ 17 mil já foram arrecadados através de uma campanha criada por Andrea para financiar o tratamento da filha. Os interessados em ajudar podem comprar uma camisa da iniciativa #TeamKamryn, e parte da verba irá diretamente para a família da menina, que mora no estado de Nova York e luta contra um câncer em estágio III.

A página da campanha explica que, após sentir dores na barriga, a menina fez um ultrassom que indicou um tumor extenso em um dis rins da garotinha. A cirurgia de remoção da massa, no entanto, não foi bem-sucedida — o tumor rompeu durante a operação —, e a estudante ainda está em recuperação para, só então, começar a quimioterapia. Se o tumor encolher com o tratamento, a menina poderá passar novamente por uma cirurgia e mais rodadas de quimio e radioterapia.

“Essa menina doce tem que passar por algo que nenhuma criança deveria enfrentar (…) Mas Kamryn é forte e vai superar isso!”, diz, otimista, um trecho do texto publicado na página da campanha.

Comentários

Conheça o novo jogo que está virando febre nos smartphones

Publicado no TecMundo

Órfão de Flappy Bird? Então conheça Timberman, um game que explora uma jogabilidade parecida com a do famoso game do pássaro voador e que está fazendo sucesso mundo a fora. De acordo com App Annie, o jogo já é líder na categoria games da AppStore em oito países diferentes, e está entre os cinco mais baixados em 28 nações.

Em Timberman, você deverá encarnar um lenhador daqueles bem icônicos: barbudo, parrudo, de calça jeans e camisa xadrez. Seu objetivo é cortar a árvore com um machado pedaço a pedaço, cuidando para não deixar que os galhos acertem o personagem.

Descendo lenha

Jogar é bem simples: tudo o que você precisa fazer é tocar na tela para que o lenhador corte a árvore. Você pode tocar no canto esquerdo ou direito, fazendo o lenhador mudar de lado, desviando dos galhos que fazem você perder toda a jogada.

À medida que você consegue cortar mais e mais pedaços de lenha, o nível de dificuldade vai subindo e mais galhos vão aparecendo. Seja rápido para evitar que a barra de vida se esvazie completamente. Caso contrário, é game over.

Fórmula viciante

O game é viciante porque faz a contagem de machadadas que você deu na árvore e por não oferecer uma segunda chance para os jogadores. Dessa forma, você poderá comparar os resultados com seus amigos de uma forma simples. Além disso, ele se conecta a Play Games e a Game Center.

O jogo está disponível desde maio na AppStore e na Play Store, mas só agora que ele realmente começou a bombar. O sucesso na loja de aplicativos da Apple se deve ao fato de que o game entrou para o seleto grupo de aplicativos “Escolha do Editor”, sendo baixado mais de um milhão de vezes em apenas três dias.

Timberman é gratuito e pode ser baixado para Android e iPhone. E você? Qual é o seu recorde?

Comentários