Bélgica investe em controle genético e produz vacas “marombadas”

vaca01

publicado no Globo Rural

O resultado do cruzamento entre raças por mais de 100 anos deu origem às “super vacas”. Especialistas em genética da Bélgica apresentaram os animais chamados “azuis belgas” como capazes de render o dobro de carne do que um bicho comum da espécie.

Com aspecto de “marombadas”, as vacas chegam a pesar uma tonelada.

As “super vacas” são resultado da reprodução seletiva, que repassa os genes desejados por meio de inseminação artificial.

Neste caso, as fêmeas possuem uma espécie de “defeito genético”, que faz com que os músculos cresçam além do normal.

vaca03

Comentários

Leia Mais

Você pode ter uma miniatura sua impressa em 3D por 150 reais

size_590_DSC_5305_bx (1)

publicado no Exame

Já pensou se você pudesse ter uma versão em miniatura de você mesmo? Há pelo menos duas empresas – Avatoys e MiniYou – que estão usando impressoras 3D para oferecer esse tipo de serviço.

Na próxima quinta (dia 21), a Avatoys abre um quiosque com essa finalidade no MorumbiShopping, em São Paulo.

Ao chegar no local, o interessado é escaneado por 15 segundos na pose desejada. Então, as imagens registradas são enviadas a um computador, que leva 50 minutos para processá-las.

Depois disso, uma impressora 3D imprime a miniatura em até quatro horas. Ela é feita de um pó composto de gesso, plástico e outros materiais.

Após a aplicação de resina protetora, o objeto está pronto para ser retirado. O prazo de entrega é de até cinco dias úteis.

“Já estamos pensando em abrir lojas em outras partes de São Paulo e no resto do país”, afirmou Caio Alegre, fundador e diretor-geral da Avatoys, em entrevista a EXAME.com.

MiniYou

A Avatoys não é a única empresa a usar impressoras 3D para fabricar miniaturas de pessoas. Em funcionamento há um mês, a MiniYou vem colhendo bons resultados na área.

A empresa usa uma tecnologia parecida com a da Avatoys para oferecer esse tipo de serviço. “Já vendemos mais de 100 miniaturas”, afirmou Raquel Topgian, uma das diretoras da MiniYou, em entrevista à EXAME.com.

A MiniYou funciona em um estúdio em Santana, na zona Norte de São Paulo. A empresa planeja abrir três espaços em shoppings paulistanos até o fim do ano. Em 2015, o plano é criar filiais em Belo Horizonte, Curitiba e Rio.

Segundo Raquel, o modelo de miniatura mais vendido pela MiniYou é o de 18 centímetros, que custa 699 reais. “Quanto maior é, mais real parece”, explica ela.

Além dele, a empresa oferece miniaturas de 10 centímetros (150 reais), 14 centímetros (249 reais) e 20 centímetros (899 reais). Já no caso da Avatoys, são oferecidas miniaturas de 10 centímetros (150 reais), 12 centímetros (200 reais) e 14 centímetros (250 reais).

Versões de miniatura com duas pessoas também estão à venda na Avatoys, custando – respectivamente – 220, 300 e 350 reais para modelos de 10, 14 e 20 centímetros.

A seguir, veja vídeo de divulgação da MiniYou:

Comentários

Leia Mais

Vídeo mostra queda de avião que matou Eduardo Campos

thumb-544-momento-da-queda-do-aviao-resized

publicado na INFO

A Rede Globo divulgou nesta quarta-feira (20) imagens inéditas do momento exato da queda do jatinho que matou o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. O acidente também causou a morte de mais seis pessoas no dia 13 de agosto, em Santos, no litoral de São Paulo.

A câmera que registrou o acidente é de um prédio em construção que fica a cerca de 500 metros do local do acidente, no bairro do Boqueirão. É possível ver que o jatinho caiu de bico em alta velocidade após passar por dois prédios (veja o vídeo).

O vídeo demorou a ser divulgado porque o horário do sistema de monitoramento da câmera estava errado. De acordo com o Jornal da Globo, havia um erro no horário do equipamento, que marcava 11h03 quando o jatinho caiu. No entanto, o acidente aconteceu por volta das 10h.

O vídeo é o primeiro que mostra o avião no momento da queda. As imagens devem ajudar nas investigações para descobrir as causas do acidente.

O acidente – O candidato Eduardo Campos e mais seis pessoas morreram com a queda do jatinho de modelo Cessna 560XL, com prefixo PR-AFA. Também estavam no avião os assessores Pedro Valadares, assessor direto; Carlos Augusto Leal Filho (Percol), assessor de imprensa; Marcelo Lyra, cinegrafista; e Alexandre Severo, fotógrafo oficial, além dos pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

A aeronave havia partido do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Guarujá. O jatinho arremeteu antes do pouso por causa do mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com o jatinho.

A Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou que a gravação da caixa-preta do jatinho não é do voo de Campos e sim de outro voo realizado dias antes. Atualmente, uma equipe de peritos está em Santos com o objetivo de apurar a causa do acidente.

99360-momento-da-queda-do-aviao

 

Comentários

Leia Mais

Twitter passa a remover imagens sobre pessoas falecidas

imagem

 

Publicado no Olhar Digital

O Twitter passará a remover determinadas fotos de pessoas falecidas, caso receba pedidos dos falimiares.

A ação vem logo após Zelda Williams, filha do ator Robin Williams, anunciar que deixaria a plataforma por estar recebendo montagens de fotos que seriam do corpo de seu pai.

Em comunicado, a rede de microblogs informa que os familiares podem enviar as solicitações para o e-mail privacy@twitter.com especificando o tipo de conteúdo que desejam ver removido. Entram na mira fotos de momentos antes ou após a morte e os que mostrem ferimentos críticos.

O Twitter avisou, entretanto, que nem todos os casos serão atendidos. Será levado em conta, por exemplo, o interesse público em torno da imagem.

Para mais informações, há um artigo sobre como lidar com a conta de pessoas falecidas aqui.

Comentários

Leia Mais

Marcelo Paiva e Roger travam duelo sobre a ditadura militar

O escritor Marcelo Rubens Paiva durante mesa sobre a ditadura militar na Flip, no início do mês (foto: Danilo Verpa - 2.ago.2014/Folhapress)
O escritor Marcelo Rubens Paiva durante mesa sobre a ditadura militar na Flip, no início do mês (foto: Danilo Verpa – 2.ago.2014/Folhapress)

Juliana Gragnani, na Folha de S.Paulo

Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, 55. Mas isso não quer dizer que tenha se arrependido.

À Folha, o autor da canção “Inútil” admitiu ter sido “extremamente grosso”, mas reiterou suas declarações e disse que o jornalista “pode ter sofrido lavagem cerebral”. Paiva não quis comentar as declarações.

FLIP

O imbróglio começou durante a Flip, em 2/8, quando Paiva, em mesa sobre o golpe militar no Brasil, usou Roger como exemplo de alguém que desconhece aquele período histórico.

Como resposta, Roger escreveu as mensagens no Twitter, e as apagou em seguida.

Paiva causou comoção ao chorar quando falou do pai, o deputado Rubens Paiva, morto sob tortura na ditadura militar.

“Não sofri na ditadura porque não estava fazendo merda. A pessoa tem que saber quais são os riscos do que está fazendo”, afirma Roger. O cantor diz ter vivido “uma vida absolutamente normal” durante o período. “Era melhor do que essa ditadura disfarçada que vivemos hoje.”

Roger diz que a lavagem cerebral é “um processo de anos e anos” praticado por militantes da esquerda.

Para o cantor, é mais difícil “lavar o cérebro” de quem, como ele, pertence à Mensa, organização que reúne pessoas com QI alto. “Você pode ser uma peneira ou uma esponja. Nós somos peneiras.”

Questionado sobre se suas preferências políticas são de direita, afirmou que a repórter também estava “com o cérebro lavadinho”. Respondeu que votará em quem “tirar o PT do poder”, Aécio Neves (PSDB) ou Marina Silva (provável candidata do PSB).

INÚTIL

O humorista do “Porta dos Fundos” João Vicente de Castro, filho do jornalista Tarso de Castro, um dos fundadores do jornal “O Pasquim”, entrou na briga na sexta (15).

Ele escreveu uma mensagem no Instagram a Roger. “Quem estava fazendo merda era o seu pai, que criou um homem simplista, preconceituoso como você (…) Você é realmente inútil”, diz o texto.

Roger contra-atacou: “Uma pena que o filho de um escritor tão brilhante seja tão tapado. Resultado de anos de lavagem cerebral. Ele acha que o pai dele é um herói que lutou por mim. Uma mentira repetida tantas vezes”.

Atualmente, Roger toca no “talk show” do SBT “The Noite”, e também faz “comentários inteligentes” (segundo o site do programa) no quadro “O Homem do QI 200″.

Comentários

Leia Mais