Marina costuma recorrer a versículos da Bíblia para tomar decisões

Marina Silva na catedral de Brasília durante a missa de sétimo dia da morte de Campos (foto: Joel Rodrigues/Folhapress)
Marina Silva na catedral de Brasília durante a missa de sétimo dia da morte de Campos (foto: Joel Rodrigues/Folhapress)

Natuza Nery, Ranier Bragon e Andréia Sadi, na Folha de S.Paulo

Em momentos difíceis, a presidenciável Marina Silva (PSB) costuma recorrer em seu processo decisório à orientação de uma companheira que esteve ao seu lado em boa parte de seus 56 anos de vida, a Bíblia.

Católica que quase se tornou freira na adolescência, ela converteu-se à fé evangélica no fim da década de 1990. Adotou o pentecostalismo, corrente que professa a intervenção direta do Espírito Santo na vida das pessoas, após receber de médicos “a terceira sentença de morte” devido a problemas de saúde.

Curada, segundo diz, graças a uma mensagem divina, Marina Silva é, desde 2004, missionária da Assembleia de Deus do Plano Piloto (Novo Dia), na capital federal. Antes, pertenceu à Assembleia Bíblica da Graça, de Brasília.

Em pelo menos dois momentos serviu-se da chamada “roleta bíblica” para tomar decisões. Trata-se de uma escolha aleatória de versículos das escrituras para obter orientação espiritual.

Uma delas, conforme um auxiliar próximo, foi na madrugada de 4 de outubro de 2013, horas antes de surpreender o mundo político com o anúncio da adesão ao projeto presidencial de Eduardo Campos (PSB).

O então governador de Pernambuco, morto em um acidente aéreo no último dia 13, também relatou à Folha, na ocasião, que a união decorrera de uma inspiração bíblica.

A outra experiência é descrita em sua biografia autorizada, “Marina, a Vida por uma Causa”, de Marília de Camargo César (Editora Mundo Cristão, 2010).

Antes de concordar com o livro, Marina precisou “ouvir a opinião de outra pessoa”. “Levantou-se do sofá e foi buscar uma Bíblia”, descreveu a autora. O aval para o projeto veio após “um recado pessoal de Deus”, expresso no salmo obtido na abertura aleatória.

“Ela, para tomar uma decisão, santo Deus, demora, porque, além de consultar a terra, ela tem que consultar o céu. Tem de ouvir todo mundo, aí amadurece”, afirma a pastora Valnice Milhomens, da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, amiga de oração há mais de uma década. “Ela nunca [misturou fé e política], não faz parte da bancada evangélica.”

Apesar da forte religiosidade, Marina sofre resistência de setores da igreja por não se posicionar firmemente em questões como aborto e casamento gay. Entretanto, desidratou sua proposta para a comunidade LGBT em meio a críticas do pastor Silas Malafaia na internet no sábado (30).

Nos tempos de ministra do Meio Ambiente (2003-2008), além de frequentar cultos junto a servidores nas dependências do ministério, costumava levar pastores para orar pelo então presidente Lula.

Sobre o acidente de Eduardo Campos, atribuiu à “providência divina” o fato de não ter embarcado no avião.

REVELAÇÃO

A relação de Marina com a religião começou no catolicismo, pelas mãos da avó paterna, quando vivia no paupérrimo seringal Bagaço (AC), a 70 km de Rio Branco.

Vítima seguidas vezes de malária, hepatite, leishmaniose e contaminação por metais pesados (como mercúrio) que a levam até hoje a ter uma dieta bastante restrita, a presidenciável diz ter tido a epifania que a levaria a se tornar evangélica após mais um problema de saúde, em 1997.

Foi seu médico quem a colocou em contato telefônico com um jovem pastor da Assembleia de Deus, André Salles. “Achava que aquilo era uma coisa fora do prumo para um médico”, relatou Marina em um vídeo de pregação disponível na internet. “Aí o pastor André falou para mim: Olha, eu tenho o dom de revelação do Espírito Santo’.”

O pastor André Salles hoje está em uma igreja de São Paulo, a Plenitude do Trono de Deus, que tem como um de seus principais pregadores convidados o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), protagonista de polêmicas com ativistas LGBT na Comissão de Direitos Humanos.

Marina então se converteu à Assembleia de Deus e, dois anos depois, ainda doente, disse ter tido uma revelação divina na fila da unção para os enfermos da igreja.

Veio à sua mente as letras “DMSA”. Lembrou-se mais tarde se tratar de um remédio dos EUA que se recusara a tomar anos antes. Ela tomou a droga, e o mercúrio em seu corpo foi reduzido.

O atual pastor presidente da igreja de Marina, Hadman Daniel, afirma que a ex-senadora não precisa de guia espiritual. “Ela tem o relacionamento dela com Deus, ela conhece Deus.” Segundo ele, Marina recorre à igreja em momentos difíceis, como quando aceitou ser vice de Campos e quando um incêndio se abateu sobre a região Norte ainda na gestão dela no ministério. “Nós oramos. Choveu no mesmo dia, em um tempo que não era de chuva”, conta Daniel.

Comentários

Leia Mais

Indiano se divorcia por “insaciável apetite sexual” de sua mulher

url

 

Publicado no UOL

Um tribunal da cidade indiana de Mumbai concedeu o divórcio a um homem que alegou que sua mulher mostrava “um excessivo e insaciável apetite sexual”, sem se importar com o quão esgotado estivesse, informam neste domingo meios de comunicação locais.

A juíza Laxmi Rao considerou em sua sentença que, com o não comparecimento da esposa no julgamento, ninguém contradisse as alegações do litigante, “por isso que o tribunal não tem outra opção do que aceitar a evidência e conceder o divórcio”, segundo a agência local “PTI”.

O marido explicou perante o tribunal todos os tipos de detalhes, como sua mulher o obrigava a praticar sexo e que, apesar de que trabalhar duro em três turnos diferentes e voltar para casa esgotado, a esposa pediu que ele a satisfizesse.

O homem relatou, entre outros exemplos, que em outubro de 2013 foi operado de apendicite e, embora estivesse se recuperando, ela o forçou a praticar sexo.

Segundo ele, seu comportamento “insistente, agressivo e obstinado” o levou a tomar a decisão que era impossível continuar vivendo com sua mulher sob o mesmo teto.

Na Índia, a religião majoritária é o hinduísmo (80,5%) e os casamentos arrumados são a prática mais habitual entre a população que professa esta fé, o que transforma o divórcio em uma afronta contra a família, por isso que não é muito frequente.

Comentários

Leia Mais

Imagens criativas usando alimentos

31-Photo-Manipulation-BananaSwan

Publicado no Marte é para os fracos

Usar alimentos como fonte de inspiração para fazer algum trabalho artístico traz sempre um resultado bacana, por terem formatos conhecidos, sempre é uma grata surpresa ver o que as mentes criativas conseguem fazer com seu trabalho.

Já trouxemos alguns trabalhos em que os alimentos foram fonte de inspiração para os artistas, dentre os mais bacanas destaco Minimize Food de William Kass, onde um mundo em miniatura foi criado com a utilização de diversos alimentos, as maçãs foram brindadas também com uma divertida série.

Hoje trazemos uma série com 40 trabalhos que usam os alimentos como inspiração e criam os mais diversos tipos de imagens, sejam os pães que foram transformados em uma cabana africana ou o os cocos que foram transformados em uma família galinácea. Divirta-se com esse show de criatividade e explore um pouco mais do trabalho dos artistas através do link de suas imagens.

16-Photo-Manipulation-when-god-gives-you-lemons

12-Photo-Manipulation-love-apple

11-Photo-Manipulation-CupCake

7-Photo-Manipulation-Spirit-of-Milk

7-Photo-Manipulation-Eggplant

4-Photo-Manipulation-CupVolcano

2-Photo-Manipulation-TribalOrange

22-Photo-Manipulation-coconut-chicken

1-Photo-Manipulation-african-bread-hut

Comentários

Leia Mais

Girafa confunde moto com parceiro e tenta acasalar

girafamoto

publicado no Extra

Um vídeo hilário está bombando na internet em todo o mundo. Trata-se de uma girafa. Ela teria confundido uma moto com um potencial parceiro, e aparece montando no objeto, como se quisesse acasalar. O momento aconteceu na África do Sul.

Randy, como foi batizada, aparece perto da moto, enquanto seu dono ainda estava montado nela. Depois, ele levanta e começa a filmar a cena. É aí que o bicho tenta montar no objeto. Depois que percebe que não se trata de outra girafa, o animal desiste e se afasta.

Comentários

Leia Mais

A criação dos bichos

publicado no IdeaFixa

O ilustrador Ricardo Solis imaginou a criação dos animais e de seus padrões e cores de pele de uma forma lúdica e fantasiosa – e transformou tudo em ilustração.
Ricardo Solis nasceu em Guadalajara, México. Desde jovem Ricardo se sentia atraído pela a arte e pela natureza. Agora, como um artista profissional, ele tenta expressar em sua obra a beleza e a perfeição de ambos, juntamente com sua crença na existência de um criador.

Ricardo vive atualmente em Guadalajara com sua esposa e quatro filhos, que eles ensinam em casa.

Ricardo-Solis-animal-paintings-12 Ricardo-Solis-animal-paintings-3 Ricardo-Solis-animal-paintings-14 Ricardo-Solis-animal-paintings-1 Ricardo-Solis-animal-paintings-2 Ricardo-Solis-animal-paintings-4 Ricardo-Solis-animal-paintings-7 Ricardo-Solis-animal-paintings-8 Ricardo-Solis-animal-paintings-9 Ricardo-Solis-animal-paintings-10 Ricardo-Solis-animal-paintings-13 Ricardo-Solis-animal-paintings-11 Ricardo-Solis-animal-paintings-6 Ricardo-Solis-animal-paintings-5

Comentários

Leia Mais