Arquivo da tag: acidente

Comercial impactante mostra a importância dos primeiros socorros

John Ambulance

Diego Luís, no Plugcitários

St. John Ambulance é uma organização internacional sem fins lucrativos especializada na prestação de serviços de ambulância, serviços paramédicos industriais, treinamento e formação de saúde e segurança. Para promover seus cursos de primeiros socorros, a filial da instituição em Perth, Austrália, lançou um comercial capaz de gerar muita agonia e aflição em quem o assiste.

O vídeo da campanha apresenta uma mãe desesperada tentando socorrer o filho que é vitima de afogamento. Porém todos os esforços para salvá-lo são em vão, pois uma barreira invisível a impede. O anúncio ainda apresenta a frase “Se você não sabe primeiros socorros, você não pode ajudar”. A ideia é mostrar o quão impotente uma pessoa que não possui formação em primeiros socorros se sente em uma situação de emergência.

A campanha criada e produzida pela The Brandy Agency reforça o posicionamento adotado pelo St. John Ambulance, e tem como objetivo mostrar que uma pessoa que possui a formação em primeiros socorros pode ser a diferença entre uma vida perdida e uma vida salva.

“Se você ainda não tem formação em primeiros socorros, há uma barreira o impedindo de ajudar outra pessoa. Não importa se é um ente querido ou completo estranho, você se sente instantaneamente impotente para prestar assistência” é o que disse James Sherriff, gerente geral do St. John Ambulance

Veja o vídeo:

Pelé alerta para caos em aeroportos e vê morte no Itaquerão como ‘normal’

Policiais Militares isolam área onde operário se acidentou em 29/3, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP) (foto: Taba Benedicto/Futura Press)

Policiais Militares isolam área onde operário se acidentou em 29/3, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP) (foto: Taba Benedicto/Futura Press)

Bruno Thadeu, no UOL

O ex-jogador Pelé disse nesta segunda-feira que sua maior preocupação quanto à Copa do Mundo de 2014 é com a situação dos aeroportos. O Rei do Futebol disse que a morte de um operário no Itaquerão foi algo “normal” em uma obra de estádio, após ser questionado pelos repórteres sobre o acidente que matou o trabalhador Fabio Hamilton Cruz, no fim do último mês de março.

“Isso é normal, pode acontecer, mas a minha maior preocupação é quanto à estrutura, os aeroportos, porque no Brasil sempre dá-se um jeitinho”, disse Pelé, que contou ter tido contato com os aeroportos brasileiros recentemente e classificou a situação como caótica.

“Voltei recentemente para o Brasil e o aeroporto está um caos. Essa é minha preocupação”, disse o Rei do Futebol, que fez mais críticas à preparação para o evento. “Infelizmente não foi feita uma boa organização. Eu participei de eventos quatro anos atrás, então dava tempo para arrumar, então não era para estar com essa preocupação”, concluiu Pelé.

No mês passado, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, revelou que aeroportos militares deverão ser usados durante a Copa do Mundo para evitar o ‘caos’.  ”Por exemplo, para as delegações. Se elas usarem os aeroportos militares, irão tirar uma pressão muito grande dos aeroportos (civis)”, disse à época o ministro.

Indagado sobre Neymar, o Rei do Futebol reforçou sua opinião de que a transferência para o Barcelona foi benéfica em termos de evolução profissional. Pelé considera que o atacante está caindo menos em campo.

“O Neymar tinha algumas dificuldades para jogar em pé quando jogava aqui [no Brasil]. Várias vezes conversei com ele sobre isso, dizendo que não precisava cair, não precisava cavar falta. Se falava muito sobre ‘cai-cai’. Achei que a ida dele ao Barcelona foi excelente. Ele cresceu e joga ao lado de grandes jogadores”, destacou Pelé.

Pelé estrelou nesta segunda lançamento de diamantes comemorativos aos seus mais de mil gols na carreira. O produto foi feito com fio de cabelo do ex-jogador, cujo carbono utilizado compõe a matéria prima do diamante.

Pastor é arrastado por correnteza de rio durante batismo no DF

Acidente foi no Rio Descoberto, em local sinalizado como sendo perigoso
Mergulhadores dos Bombeiros vasculhavam margem à procura do homem

Mergulhador do Corpo de Bombeiros faz busca por pastor desaparecido no Rio Descoberto, no Distrito Federal (foto: Marcos Silva/TV Globo)

Mergulhador do Corpo de Bombeiros faz busca por pastor desaparecido no Rio Descoberto, no Distrito Federal (foto: Marcos Silva/TV Globo)

Publicado no G1

Um pastor de uma igreja evangélica foi arrastado pela correnteza de um rio no Distrito Federal na manhã deste sábado (5) quando batizaria um grupo de fiéis. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros procuram o corpo do religioso, identificado como Almir Marques de Carvalho, de 52 anos.

O acidente ocorreu no Rio Descoberto, próximo à divisa do DF com Goiás. O trecho do rio onde o pastor desapareceu tem cerca de 30 metros de largura de uma margem à outra. A correnteza no local é forte e há várias pedras submersas e vegetação nas margens

O local é sinalizado com placas alertando banhistas para o risco de afogamento. Apesar disso, há vários registros de acidentes no local, disse o major Silva Neto, do Corpo de Bombeiros.

O major informou que Carvalho fazia parte da Igreja Poço de Água Viva, de Ceilândia. Ele se preparava para batizar um grupo de cerca de dez pessoas quando perdeu o equilíbrio na água e caiu. Um fiel ainda tentou segurá-lo, mas o pastor foi levado pela correnteza e desapareceu na água.

No início da tarde, mergulhadores vasculhavam a vegetação nas margens do rio à procura do corpo do pastor. A equipe de buscas era composta por 37 homens dos Bombeiros. Em terra, as buscas são feitas com cães farejadores. Um helicóptero também foi usado na tentativa de localizar o corpo do pastor.

Até as 18h, quando as buscas deveriam ser encerradas por causa da falta de luz natural, os bombeiros não haviam localizado o corpo.

Acidente
A equipe do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência sofreu um acidente quando se deslocava para o local. Um carro em alta velocidade bateu na traseira do veículo dos Bombeiros. Ninguém ficou ferido.

Vendedor socorre vítima e a pede em casamento

acidente-moto

Publicado no Estadão

Um grave acidente de trânsito ocorrido há quatro meses foi o ponto de partida para uma inacreditável história de amor. Após capotar o carro, Magna Sousa Carrijo, de 48 anos, foi socorrida pelo vendedor Nilton Natalino Neves, de 47 anos, e pedida em casamento ainda no hospital. “Só pode ser coisa do destino. Foi paixão à primeira vista”, conta Neves.

Magna dirigia pela BR-364, em Mato Grosso, quando perdeu o controle do veículo e caiu em uma ribanceira. O carro ficou destruído, com as portas travadas e a motorista consciente no interior. O vendedor, que mora em Ribeirão Preto (SP) e também faz transporte de pneus, passava pela região quando viu o acidente e parou seu veículo para socorrer a vítima.

Neves conta que o acidente foi assustador, pois o carro atravessou a pista e bateu em uma árvore antes de capotar. Ele afirma que se apaixonou quando olhou a Magna através do para-brisa. Ficou o tempo todo segurando a sua mão, para reconfortá-la, e a acompanhou até o hospital, a 80 quilômetros de distância, onde a pediu em casamento.

Magna conta que no início achou tudo muito estranho, mas começou a achar que poderia ser sério depois que ele ligou para saber como ela estava e os dois marcaram de se encontrar.

Percursos. A história teve outras coincidências. Neves conta que fez um percurso diferente naquele dia porque seu caminhão havia quebrado, atrasando a viagem. Já Magna, que é de Rio Verde (GO), diz que não costuma viajar sozinha, mas justamente naquele dia resolvera visitar amigos a 500 quilômetros de distância.

Os dois estão morando juntos em Ribeirão Preto, para onde Magna se mudou recentemente. Já recuperada do acidente, ela garante que está muito feliz ao lado do homem que lhe salvou. Noivos, eles esperam oficializar a união neste ano. “Graças a Deus deu tudo certo. Tenho certeza que seremos muito felizes.”

dica do Gerson Caceres

Sobrevivente de acidente aéreo faz ‘selfie’ em pleno mar no Havaí

Ferdinand Puentes, de 39 anos, retratou-se logo após queda de avião.
Homem disse que acidente mudou seu modo de encarar a vida.

Ferdinand Puentes em seu 'selfie' tirado logo após o acidente (Foto: Ferdinand Puentes/Facebook)

Ferdinand Puentes em seu ‘selfie’ tirado logo após o acidente (Foto: Ferdinand Puentes/Facebook)

Publicado no G1

Um sobrevivente de um acidente de avião ficou famoso após publicar no Facebook um “selfie” (autorretrato) “radical”, no qual aparece de colete salva-vidas logo após o desastre, com a aeronave danificada ao fundo.

O americano Ferdinand Puentes, de 39 anos, disse à imprensa dos EUA que ainda está emocionado com o que aconteceu, há cerca de um mês.

“Quando as sirenes e os alertas do avião estavam tocando, ficou tudo quieto. Todos sabiam o que ia acontecer”, relatou Puentes.

Ele ligou sua câmera GoPro momentos antes de a aeronave – um Cessna, da companhia Makani Kai Air – cair na costa de Kalaupapa, em Molokai, uma das ilhas do Havaí.

Puentes contou que viu a água se aproximando muito rápido. Ele e os outros oito ocupantes do Cessna pularam logo que o avião se chocou contra a água.

O homem sobreviveu graças a um colete salva-vidas e a um dos assentos flutuantes da aeronave, até ser resgatado pela Guarda Costeira, cerca de uma hora mais tarde, e levado a um hospital.

Mas, antes disso, o americano ainda conseguiu tirar a foto, com parte do avião afundando atrás de si. O sobrevivente disse que, desde o dia do acidente, sua vida mudou.

O Comitê Nacional de Segurança dos Transportes dos EUA está agora investigando as causas da queda da aeronave, na qual uma passageira morreu.