Conteúdo marcado como Administra

Usuários de Crocs, uma questão sociológica

Usuários de Crocs, uma questão sociológica
Estudo relaciona características de usuários de Crocs ao redor do mundo e conclusão é impressionante Patrícia Romano, no RG Lembro com clareza da primeira vez que vi um par de Crocs. Foi antipatia à primeira vista. Passei muitos anos me indignando cada vez que via alguém usando a tal pantufa pós-moderna. Muito drástica, dramática, raivosa, minha relação com os Crocs? Afinal de contas é só um sapato feio? Muito feio? […]

A fada madrinha de Marina Silva

A fada madrinha de Marina Silva
Herdeira do Itaú, Maria Alice Setubal capta recursos para o novo partido da ambientalista, em processo de coleta de assinaturas Mariana Timóteo da Costa, em O Globo SÃO PAULO – Reservada, fala pausada, estatura alta (1,76 metro) e elegante, Maria Alice Setubal também é conhecida por Neca, de “boneca”. O apelido foi dado pelo pai, o falecido dono do Banco Itaú, Olavo Setubal, encantado pela única filha mulher, nascida em […]

Silas Malafaia: “Já recebi R$ 2 milhões de um fiel”

EM FAMÍLIA Malafaia casou virgem aos 21 anos e, em 2011, fez um preenchimento capilar no lado esquerdo para corrigir uma falha Apontado como o terceiro pastor mais rico do Brasil, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo anda de jato executivo, afirma faturar R$ 45 milhões por ano com a sua editora e diz que evangélico não é babaca Rodrigo Cardoso, na IstoÉ De Angra dos Reis, local […]

Pais paquistaneses que jogaram ácido na filha defendem ataque: “Ela olhou para um garoto”

Pais paquistaneses que jogaram ácido na filha defendem ataque: "Ela olhou para um garoto"
Publicado no BBC Brasil título original: Pais que jogaram ácido na filha defendem ataque Um casal preso no Paquistão suspeitos do assassinato da filha com ácido disse nesta segunda-feira que o ataque ocorreu porque a menina olhou para um garoto. O pai de Anusha, de 15 anos, disse à BBC que temia que a atitude da menina pudesse desonrar a família. Muhammad Zafar também é acusado de ter espancado a […]