Arquivo da tag: Alexander

2D or not 2D: Fotografias de pinturas faciais por Alexander Khokhlov

Lorrayne Nascimento no Pêssega D’Oro

Fotor112520236

Sabe aquele tipo de arte que você olha e pensa? Xeçãs, porque eu não consigo fazer isso também? Sim, aqueles artistas que nos matam de eveja por sua genialidade.

O filho da potinha da vez se chama Alexander Khokhlov, que juntamente com a maquiadora Valeriya Kutsan, me mataram de eveja corroente pelo ensaio 2D or not 2D, onde eles reúnem a arte da maquiagem 2D com a fotografia do Alexander.

Esses dois juntos conseguiram captar versões surreais das pessoas fotografadas, alguns a primeira vista nem dá pra perceber que é uma pessoa! (apenas observando nos olhinhos.) Inspirados por cartazes bidimensionais , quadrinhos, pop art , pinturas, imagens pixeladas e personagens de desenhos animados .

O resultado dessa mistura de make-ups e um estúdio de fotografia cuidadoso foi esse lindo trabalho. Take a look:

2dornot2d2 2dornot2d3 2dornot2d4 2dornot2d5 2dornot2d7 2dornot2d8 2dornot2d9 Continue lendo

‘Esperamos que o povo brasileiro nos respeite’, diz médica cubana

Profissionais cubanos do Mais Médicos chegaram a Brasília neste sábado.
Com outros estrangeiros, eles passarão por treinamento de 3 semanas.

Médicos cubanos desembarcam em Brasília neste sábado. (foto: Alexandro Martello/G1)

Médicos cubanos desembarcam em Brasília neste sábado. (foto: Alexandro Martello/G1)

Alexandro Martello, no Bem Estar

Chegaram a Brasília, na noite deste sábado (24), 176 médicos cubanos que vão trabalhar no Brasil pelo programa Mais Médicos. Os profissionais, contratados através de um acordo entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), fazem parte do grupo de 206 cubanos que chegaram no Recife no início da tarde.

Os cinco médicos cubanos que concederam entrevista adotaram um discurso conciliador, disseram que estão no país para trabalhar junto com os profissionais brasileiros, para ajudar à população e avaliaram que o dinheiro não é o mais importante, ficando este em segundo plano.

A médica cubana Jaiceo Pereira, de 32 anos, afirmou que, apesar da idade, tem muita experiência em medicina: desde o quarto ano de formação já trabalha com as famílias de Cuba. “Esperamos toda a ajuda e o apoio de vocês e esperamos que o povo brasileiro nos respeite como respeitamos toda a população. Somente queremos ajudar e apoiar, dar saúde a todas aquelas pessoas que não têm acesso aos serviços médicos”, disse.

Já o médico Oscar Gonzales Martinez, especialista em saúde da família, afirmou que esse trabalho vai estreitar os laços de cooperação. “Queremos trabalhar com os colegas médicos brasileiros.” Sobre as críticas das entidades médicas brasileiras, Martinez afirmou que todas as novidades estão sujeitas a críticas. “Compreendemos isso. Para nós, isso não é importante. O importante é o trabalho junto com o povo brasileiro.”

O médico Alexander Del Toro, que também desembarcou em Brasília, disse estar contente com a vinda para o Brasil. “Não viemos para competir, viemos para trabalhar juntos. Esperamos apoio de todo o povo brasileiro. Desse apoio, necessitamos. Viemos com o coração aberto para vocês, lembrem-se só disso.”

O profissional Angel Lemes Domingues disse ter expectativas muito grandes de oferecer ao povo brasileiro uma boa saúde. “Sem saúde, não tem outra coisa. Só saude é o que faz que a gente fique no máximo de nossa vida. Não importa dinheiro, não importa outra coisa se a gente não tem saúde (…) A gente vem ao Brasil trabalhar junto com os médicos e todos profissionais de saúde do país. Trabalhar junto também com a comunidade do Brasil”, declarou.

Rodolfo Garcia, médico cubano com 26 anos de experiência profissional, disse que a expectativa dos cubanos é fundamentalmente atender à carência das regiões do Brasil que não têm médicos. “Por meio da Opas, soubemos que há muitos municipios carentes de médicos no Brasil. Viemos com muita vontade de trabalhar e fazer as coisas bem. Cuba é um país pobre, que não tem muitos recursos naturais. Mas temos muitos recursos humanos, muitos médicos especialistas que estão com disposição de vir trabalhar junto com vocês”, afirmou.

Manifestações
A chegada dos médicos cubanos a Brasília foi acompanhada por manifestações favoráveis e contrárias. Cerca 25 pessoas entoaram gritos de ordem, como: “Brasil, Cuba, América Central, a luta socialista é internacional”, ou “Cuba sim, yankees não. Vivam Fidel e a revolução” e também “Cubano, amigo, o Brasil está contigo”.

Por outro lado, também houve manifestações contrárias, como a da professora de português Sandra Gomes, do Espírito Santo, que pediu oportunidade para os jovens brasileiros que desejam se formar em medicina. “Os médicos cubanos podem ser um paliativo, mas a solução é formar os nossos jovens. Formar o pessoal do próprio local onde tem carência de médicos”, opinou.

Médicos cubanos chegaram no início da noite deste sábado em Brasília. (foto: Alexandro Martello/G1)

Médicos cubanos chegaram no início da noite deste sábado em Brasília. (foto: Alexandro Martello/G1)

‘Módulo de avaliação’
Nas primeiras três semanas no Brasil, os cubanos participam do chamado “módulo de avaliação”, que inclui um treinamento sobre o sistema de saúde pública brasileiro e língua portuguesa. Também estão nessa preparação os estrangeiros e brasileiros formados no exterior que se inscreveram no programa – na última sexta, estrangeiros chegaram em vários estados do país .

Está prevista para este domingo (25) a chegada de outro grupo de médicos, com 194 profissionais, que também fará escalas em Fortaleza (CE) e no Recife antes de chegar em Salvador (BA).

De acordo com o Ministério da Saúde, esses profissionais serão encaminhados para 701 municípios que não foram selecionados por nenhum médico brasileiro ou estrangeiro, dentro do programa Mais Médicos. O atendimento à população nas unidades básicas de saúde está previsto para começar no dia 16 de setembro.

Apesar de o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) ter afirmado que só emitirá registro para os estrangeiros que se submeterem às provas de revalidação do diploma, conforme regra nacional em vigor, o Ministério da Saúde assegura que esses médicos terão autorização especial para trabalhar por três anos exclusivamente nos serviços de atenção básica para o qual forem destacados.

O Ministério da Saúde informou ainda que esses médicos cubanos já participaram de outras missões internacionais. Todos são especializados em medicina da família e a maioria (84%) tem mais de 16 anos de experiência em medicina.

Artes Digitais 3D Impressionantes

O site CGSociety reúne diversas obras incríveis. É uma fonte inesgotável de artes 3D hipnotizantes! Funciona como uma comunidade de artistas digitais que compartilham seus trabalhos por lá! Há cursos, treinamentos, workshops, fóruns, wikis e comercialização de peças. Os caras mandam MUITO bem!

art-3dCurta uma seleção de algumas artes recentes simplesmente fantásticas! Para conferir o portfolio de cada artista basta clicar na respectiva imagem.

Além das artes abaixo, há também as mais belas ilustrações digitais 3D de garotas!

Alexander Beim97181_1351512331_medium

Chao Luo508963_1357144573_medium

Alexander Tomchuk79908_1259250330_medium

Simon Blanc246418_1334008682_medium

Cornelius Dämmrich285211_1327016266_medium

Baolong Zhang44943_1343111131_medium

Baolong Zhang44943_1359895081_submedium

Toni Bratincevic93456_1358486282_medium

Kiyong, Sim187754_1358888676_large

Paul Toscatt1_02

Seid Tursic106724_1362390193_medium

Shang-peng Leng107422_1363940653_medium

Hasan Bajramovic95199_1363996114_medium

E assim vai ficando cada vez mais difícil dizer o que é fotografia e o que não é…

Senador americano diz que videogames são piores que armas

Buzz, na Galileu

Um senador norte-americano surpreendeu a todos ao dizer que “videogames são um problema pior que armas de fogo”. Mais inusitada que a afirmação, vem a justificativa logo em seguida: “porque videogames afetam as pessoas”.

A pérola é do senador Republicano Lamar Alexander, em entrevista a MSNBC, respondendo a uma pergunta sobre um projeto de levantar a ficha criminal dos donos de armas. Alexander já ocupou o cargo de secretário da educação nos EUA, durante o governo George Bush.

10 belíssimos arcos-íris

Cesar Grossmann, no Hype Science

Em se tratando de arco-íris, a maioria das pessoas acha que já viu tudo que há para ver. Com certeza todo mundo já viu o arco-íris mais simples, mas existem vários tipos de arco-íris incomuns, alguns muito mais belos que o tipo mais frequente. Confira:

1 – ARCO-ÍRIS PRIMÁRIO
1
É o arco-íris que todos estão familiarizados. O arco-íris primário é um arco multicolorido simples que geralmente aparece após uma chuva. Eles são formados quando a luz refratada é refletida através de uma gota de água. A intensidade das cores depende do tamanho das gotas de água.

2 – ARCO-ÍRIS SECUNDÁRIO
1
Se você vir um arco-íris primário, é possível que você veja um secundário. Eles são conhecidos com arco-íris duplos.
Um arco-íris secundário se forma quando a luz nas gotas de água é refletida duas vezes em vez de apenas uma. Ele geralmente tem o dobro do tamanho do arco-íris primário, mas tem apenas um décimo de sua intensidade. Além disso, as cores nele estão no sentido inverso.
Arco-íris quaternário é fotografado pela primeira vez

3 – FAIXA ESCURA DE ALEXANDER
1
Tecnicamente não é um arco-íris, mas está associado com o arco-íris primário e secundário. A faixa escura de Alexander é a área entre os arco-íris primário e secundário, e é notavelmente mais escura que o resto do céu.
A luz refletida no arco-íris primário clareia o céu dentro do arco, e a luz duplamente refletida do arco-íris secundário clareia o céu fora dele. Para nossos olhos, parece que o céu está mais escuro entre os dois arco-íris.

4 – ARCO-ÍRIS SUPERNUMERÁRIO
1
Os arco-íris supernumerários são também conhecidos como empilhados, e ocorrem raramente. Eles consistem em vários arco-íris mais fracos dentro do arco-íris primário e, mais raramente, fora do arco secundário. Eles são formados por gotas menores, mas de tamanho similar, e pela interferência da luz, que reflete apenas uma vez, mas viaja em caminhos diferentes dentro da gota de chuva.

5 – ARCO-ÍRIS VERMELHO
1
Os arco-íris vermelhos, também chamados de monocromáticos, formam-se após uma chuva, durante o pôr do sol ou o nascer do sol.
As ondas mais curtas do espectro, como azul e verde, são espalhadas pela poeira e moléculas do ar, sobrando as cores mais compridas, vermelho e amarelo, para formar o arco-íris vermelho. Continue lendo