Conteúdo marcado como amor

A graça do amor

A graça do amor
Que ela retorne a todos os que a perderam – como uma luz, como uma palavra, como um abraço inesgotável Ivan Martins, na Época Na China antiga, quando as coisas começavam a dar errado em larga escala, concluíam que o governo perdera a graça do Céu. Era uma forma peculiar e mística de democracia. Funcionava. Permitia a remoção de imperadores desastrados ou azarados demais. Outro dia, movido pela comoção do […]

Como as mulheres paquistanesas são punidas por se apaixonarem

Como as mulheres paquistanesas são punidas por se apaixonarem
Yalda Hakim, na BBC News Em um país que luta para preservar suas tradições tribais, as mulheres paquistanesas enfrentam a brutalidade – e até a morte – caso se apaixonem pela pessoa errada. Arifa, de 25 anos, enfrentou sua família e fugiu com o homem que amava, com quem se casou em segredo. No dia seguinte, em uma rua movimentada de Karachi, a cidade mais populosa do Paquistão, membros de […]

Cachorros sentem amor de verdade pelos donos

Cachorros sentem amor de verdade pelos donos
Carol Castro, no Ciência Maluca Os primeiros sinais do amor aparecem naquela ansiedade em reencontrar a pessoa. Você não quer estar longe. E quando, enfim, estão juntos, o mundo todo para. É exatamente isso que seu cachorro experimenta com você: as dores e alegrias do amor romântico. Quando sentem o cheiro do dono, o cérebro dos cães ativa uma área chamada núcleo caudado, associada às sensações de prazer. Em humanos, […]

O que você faria por amor?

O que você faria por amor?
Se alguém faz uma exigência terrível – como um cafuné de madrugada –, é preciso estar pronto e reagir Ivan Martins, na Época Muita gente gosta de afirmar, em voz alta, que faria “qualquer coisa” por amor. Vocês já devem ter ouvido isso. Talvez até tenham dito a frase novelesca. Faz parte da nossa cultura. Outro dia, vi um rapaz dizer em rede nacional de televisão, com a maior naturalidade, […]

Felicidade não se compra

Felicidade não se compra
Quero ser feliz modernamente, mas carrego comigo uma depressãozinha básica Arnaldo Jabor, em O Globo Nos meus vinte anos, meu ídolo era o James Bond, bonito, corajoso, entendendo de vinhos e de aviões supersônicos, comendo todo mundo, de smoking. Mundano? Sim, mas Bond tinha a missão de salvar o mundo. Hoje, não. A mídia nos ensina que os heróis da felicidade não têm ideal algum a conquistar, a não ser […]