Google cria mapa (lindo!) com resoluções para 2013

Caio Caprioli, no Papel Pop

Fez algum desejo para 2013? Que tal compartilhar com todo o mundo? o Google lançou, no dia 1 de janeiro, um mapa social onde você pode adicionar suas resoluções de Ano Novo e ainda ler a de outras pessoas.

Mapa de Resoluções, como é chamado, ainda traduz todas as mensagens e você pode inserir a sua em uma das oito categorias: amor, carreira, saúde, família, finanças, formação, fazer o bem e outras.

Depois de enviar, sua mensagem demora 24 horas para aparecer no site (acho que rola uma aprovaçõa, hein?). Onde o mapa mais bombou é na Europa, aqui no Brasil, tem bem pouca resolução…

Leia Mais

Carta ao amigo que se suicidou

124092_Papel-de-Parede-Arvore-sozinha--124092_1280x800
x
Ricardo Gondim

Por que morreste?

Quisera dar-te, amigo, as coragens que me fizeram um menino ousado na conquista da primeira namorada. Dar-te-ia também os medos que frearam a ensandecida ladeira por onde eu podia despencar na irresponsabilidade juvenil. Se pudesse, cortaria um pedaço do coração, transplantaria para teu peito a felicidade do beijo que desvirginou os meus lábios. Eu te diria que o amor resiste ao tempo e que as boas memórias que carregamos transformam qualquer tristeza em alegria. Eu te diria que tua vida ainda seria brindada por coragens e medos, alegrias e tristezas.

Quisera poder te chamar para pedalar ao meu lado até a mangueira grande e discreta, onde, solitário, confidenciei em solilóquios intermináveis alguns sonhos impossíveis. Lá veríamos juntos que, se todos os sonhos não se cumprem, persegui-los dá algum sentido à nossa vida banal.

Quisera dar-te, amigo, todos os questionamentos e descobertas que fiz sobre o mistério de Deus. Eu te convidaria a assistir ao meu primeiro rasgo de conversão. Tu serias testemunha de como, hesitante, desejei a verdade – a mesma verdade que insiste em distanciar-se de mim sempre que imagino tê-la em meus braços.

Quisera fazer-te parceiro de minha Primeira Comunhão católica em Londrina. Depois eu te chamaria para presenciar a noite de minha Profissão de Fé presbiteriana. Tu me acompanharias à vigília de oração onde recebi o Batismo no Espírito Santo pentecostal. Daí eu gostaria de conversar contigo sobre minhas recentes aberturas para uma espiritualidade existencial, comprometida com o aqui e agora.

Quisera poder falar contigo sobre a jornada em direção ao Divino, nem sempre ascendente, mas repleta de altos e baixos. Repartiríamos assim entusiasmos e tristezas. Trançaríamos nossa amizade espiritual parecida com a corda de muitos fios.

Quisera dar-te, amigo, os instantes magros em que contabilizei fracassos, derrotas, perdas – instantes que forjaram em mim o dever de perseverar. Na derrota aprendi que muitos de meus ideais não nasciam da esperança. Eu estava engolido por um quixotismo bobo. Achava que alcançaria qualquer projeto faraônico. Aprender a caminhar pelos vales, cabisbaixo e sem arrogância, nunca é fracasso.

Quando me achava onipotente fui simplório. Ingênuo, tapei buracos enormes para não ter que lidar com a des-ilusão. Mal sabia que é melhor a dura realidade do que viver escondido sob a mentira da ilusão. Para preservar instituições falidas, relevei decepções. Eu havia me convencido de que horrores éticos, que me afrontavam, não passavam de mal-entendidos. Saí da alucinação de minha prepotência para salvar a alma. Presentear-te com os meus desapontamentos seria um jeito de te pedir: não desista; não vire o tablado do jogo. A vida é assim mesmo, dura. Nem todas pessoas são confiáveis – inclusive nós mesmos. Mas vale a pena continuar. Está escrito: “Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso”.

Quisera dar-te, amigo, meu ouvido discreto, meu olhar atento, meu abraço silencioso. Partiste sem me dar a chance de te acolher. Eu faria tudo para te salvar da loucura de sair da vida antes do tempo. Para evitar a tua tragédia, fico com o ímpeto, se possível, de me colocar na trajetória da bala, na frente do trem, no olho do furacão, no meio do terremoto. Para te poupar, estaria disposto a ser antídoto, escudo, parapeito, boia, escada, paraquedas. Para te ajudar, faria qualquer coisa: massagem cardíaca, respiração boca a boca, transfusão de sangue.

Por que não me consideraste teu psicanalista, confessor, saco de pancada? Eu não te condenaria. Não te cobraria. Não te rejeitaria. Só pediria: não jogue a toalha.

Amigo, saber que segaste a vida por conta própria foi um duro golpe. Acordei desolado. O mundo ficou árido. Agora vejo que não te conhecia bem.

Carregarei a sensação de que poderia ter sido um amigo mais achegado que irmão. Não fui. Todos perdemos. Mas ao contrário de ti, não desistirei. Sei que ainda posso ser amigo de outro.

(Faz pouco tempo. Ainda dói)

 Soli Deo Gloria

fonte: site do Ricardo Gondim

imagem: Internet

Leia Mais

Com doença terminal, jovem de 17 anos grava música de despedida no YouTube

Aline Ferreira, no TechTudo

Zack cria uma música como forma de dizeradeus a seus amigos e familiares (Foto: Reprodução)
Zack cria uma música como forma de dizer
adeus a seus amigos e familiares (Foto: Reprodução)

Zach Sobiech é um jovem americano de 17 anos que sofre de um câncer já em estágio avançado. Ao receber a péssima notícia de que teria apenas alguns meses de vida, o jovem resolveu criar uma música como uma forma de dizer adeus a seus amigos e familiares. Postado no YouTube no início de dezembro, o vídeo com imagens do jovem cantando já soma quase 800 mil visualizações.

Zach foi diagnosticado a três anos atrás com osteossarcoma, uma espécie de câncer que atinge os ossos. Desde então, vem trilhando uma guerra pessoal contra a doença se submetendo a uma série de cirurgias e sessões de quimioterapia. Mas, o que parece é que esta batalha pode estar chegando ao fim da pior forma possível. Segundo os médicos, o câncer se espalhou para os pulmões e pélvis e, infelizmente, não há um tratamento que possa reverter esse quadro.

Como uma forma de despedida, o jovem criou e gravou uma música em conjunto com o Woolly Rhino Productions. Batizada de Clouds (Nuvens, em português), a canção foi postada no canal TheWoollyRhino do YouTube e, em três semanas, já alcançou a impressionante marca de quase 800 mil views.

Com quase quatro mil comentários, o jovem vem recebendo apoio de várias partes do mundo. “Você vai estar vivo para sempre com essa música. Essa música é eterna e fará ecos no coração das pessoas. Você não vai a lugar nenhum. Paz. Amor da Turquia.”, escreveu sarper ozgur nos comentários. Já MrPino2603 escreveu “Bela canção, fique forte porque você nunca sabe onde a vida vai te levar. Aproveite cada dia, tanto quanto você pode, Deus te abençoe. Saudações da Croácia!!”.

Confira o vídeo abaixo:

Via Daily Dot

Leia Mais

Como enlouquecer seu parceiro em 15 lições

midia-indoor-casa-homem-mulher-relacionamento-comportamento-uniao-casamento-briga-separacao-discussao-separar-divorcio-casal-amante-traicao-trair-tristeza-triste-estresse-1270756783998_615x330

Mônica El Bayeh, no Mulher 7×7

Fim de ano, hora de rever o que foi feito, rever o que não deu certo. Faxinar, arrumar a casa e a alma para que o Ano Novo, ao chegar, encontre as coisas em melhor estado. Ou que, ao menos, não leve um susto e saia correndo. Para os que estão no período de entressafra, entre um namoro e outro, essa época é boa para renovação. Tomei a liberdade de compilar alguns conselhos, com base no que venho observando por aí. Para vocês, uma lista de atitudes infalíveis para tirar seu parceiro do sério:

1- Force contato diário. Ligue várias, várias vezes até que ele atenda. Afinal, o amor de vocês tem que ser prioridade! Não poupe os ¨eu te amo¨. Já comece a partir do segundo encontro. Isso mostra que você não tem medo de se envolver. Envie mensagens, muitas, ao longo do dia! Mostre o quanto você pensa nele. Caso ele demore a responder, não deixe barato: exponha todo seu ressentimento. Afinal, amor é coisa séria, não pode esperar, nem ser delegado a segundo plano. Clientes, alunos, família, amigos… nada é mais importante do que a relação de vocês. Insista!

2- Não dê trégua! Exija toda a atenção o tempo todo só pra você. Monopolize. Nada de amigos, videogames, futebol. Tudo besteira. Você em primeiro lugar! Nem permita espaço para dúvidas ou questionamentos. Sufoque o parceiro com seu amor!

3- Ciúme é prova de amor! Ciúme é um sentimento tão lindo. Demonstre sempre o seu. Amarre a cara para aquela amiga do grupo da praia. Bufe três vezes quando encontrar aquela ex. Exija que ele conte todo o seu passado negro e, depois, remoa e acuse. Atenção, se ele, em troca de contar seu passado, quiser que você lhe conte o seu, desconverse. Finja infarto, convulsão, qualquer coisa, mas não conte. Nunca. Homens são perigosos e traiçoeiros… Essas mulheres com quem ele convive e que chama de amigas… Abra o olho. Elas devem saber que ele tem dona e que é melhor se manterem à distância.

4- Manutenção é tudo. Afinal, o produto é seu. Cabe a você cuidar da boa conservação. Em caso de danos ou avarias, você será a maior prejudicada. Imagine só sua situação… Reclame dos cigarros, da bebida, da comida que vai elevar o colesterol. Se achar que alguma coisa vai lhe fazer mal, não vacile: pegue e jogue fora. Repita sempre: é para o seu bem, meu amor! Discuta com os amigos que teimam em lhe influenciar negativamente, conduzindo-o ao mau caminho. Você se importa com ele! Ele vai acabar entendendo e ficará grato por isso.

5- Atropele tudo! Compre logo alianças para comemorar o aniversário de uma semana de namoro. Proponha que vocês as usem como prova de compromisso. Isso é lindo, ele vai ficar até zonzo de tanta emoção. Homens adoram mulheres destemidas. Avance sem dó, nada de dúvidas. Não se deixe intimidar por nada.

6- Família é coisa de criancinha. Família é para bebês que não conseguem se cuidar sozinhos. Ele é adulto. Vocês dois devem se bastar! Quando se ama, o mundo se restringe a duas pessoas. Nada de almoços, festas, reuniões. Se não conseguir impedi-lo, imponha sua presença. Vá junto. Preste atenção, o fato de vocês só estarem juntos há uma semana não deve ser empecilho. Não aceite nunca esse tipo de desculpas. Nem respostas evasivas. Treine seu parceiro para respostas afirmativas e rápidas sempre. Exija!

7- Dê sempre sua opinião. Homens adoram mulheres decididas, com opinião própria. Mostre a sua. Defenda radicalmente seu ponto de vista. Seja enfática, insista, até que todos do grupo concordem com você. Eles vão perceber como você é interessante… Ele vai ficar muito orgulhoso. Se perceber que ele está meio encolhido, quase embaixo da mesa, isso quer dizer que ele deu espaço para que você brilhe sozinha. Só isso. Não pare.

8- Redes sociais são um perigo contínuo. Vasculhe tudo e todas. Deixe recados que mostrem bem quem você é. Sem margem para dúvidas: aquele homem é seu. Marque seu território. Ele curtiu? Compartilhou? Comentou? Exija explicações. Chore alto, de preferência em público. Faça com que ele apague. Mais: cobre a senha. Afinal, vocês são íntimos, já se conhecem há mais de 15 dias… Nada de segredos… No status do Facebook tem que constar o compromisso sério de vocês. Solteiro, nem pensar. Forneça opções: Casado, noivo ou compromisso sério? É importante deixá-lo livre para escolher. Ele vai valorizar a liberdade que você lhe dá na relação.

9-  Quando o celular dele tocar, seja rápida e atenda. Se identifique, informando que você é a namorada dele. Pergunte quem quer falar. Diga que ele não pode atender. Aproveite para vasculhar também. Apague números suspeitos ou de rivais em potencial. Destrua mensagens antigas que possam despertar saudades. Ele precisa da sua supervisão. Sem você, ele não é nada. Futuramente, ele vai te agradecer por isso.

10- Apelidos são muito importantes. Apelidos mostram carinho, abuse deles. Mas não use apelidos antigos dados por outras pessoas. Mesmo que ele insista e diga que gosta. Inove, seja criativa, invente algo inesperado, diferenciado. Isso vai customizar a relação de vocês. Tente algo como Buzuco, Tichucutinho, Duducho, Chucotuco. Chame sempre alto, para ele escutar onde estiver. Principalmente na frente das pessoas mais próximas e queridas. Ele vai adorar, será inesquecível…

11- Escolha você a programação. Não bastar dizer que ama, é preciso provar. Cobre atitude. Um homem que ama realizará com prazer todos os seus desejos. Não abra mão! Se precisar, faça beicinho, amarre cara e não deixe por menos. Exija os filmes que você quer ver, não ceda. Nada de terror, suspense, ação. Não, só vá se for um filme que você goste. De preferência, de amor… Aumenta o clima… Restaurantes, só os seus. Se não gostar de carne, não vá à churrascaria preferida dele nunca. Ele irá entender e cederá com prazer. O importante para ele é você estar feliz. No fundo, ele sabe disso. Talvez ainda não tenha percebido, mas é só uma questão de tempo…

12- Sim, ele quer conhecer seus filhos. Se ele telefonou, é porque está interessado. Então, a hora é essa. Mostre logo o pacotão que ele vai levar. Você é um combo! Um Kinder Ovo, já vem com uma surpresinha! Olha só que legal! Quer melhor que isso? 2 por 1 ! Ele ligou, vão sair pela primeira vez, vão namorar? Leve os meninos. De surpresa, sem aviso prévio. Programa a dois é para os fracos! Imponha logo o time todo. Ele não vai caber em si de tanto contentamento… Que homem solteiro não gostaria de fazer um programinha infantil num sábado à noite? Apresente logo! Esperar para que? Pergunte como ele prefere ser chamado: tio ou papai?

13 – Verdades são fundamentais. Diga todas as verdades sempre! Isso aprofunda a relação e a torna mais autêntica. Acha que ele está meio acima do peso? Diga! Suas piadas não tem a menor graça? Diga logo, esperar para que? Não manda muito bem na cama? Deixou a desejar? Fale! Você é muito preciosa, ele deve estar à sua altura. Informe os quesitos que ainda não estão de acordo com seu padrão de qualidade. Não dê muito tempo esperando que ele se aprimore. Alguns homens podem ser preguiçosos. Ele pode se acomodar. Fique no pé, cobre, não permita que ele esqueça o assunto. Cada vez que ele contar um sucesso, aponte seus defeitos, suas falhas. Nada de autoestima fortalecida. Homens seguros são perigosos.

14- Discuta a relação a toda hora. Discutir a relação fortalece, aproxima o casal. É importantíssimo, uma espécie de faxina no relacionamento. Faça isso pelo menos uma vez por semana. Pince tudo o que não estiver do seu agrado. Ele vai compreender o seu cuidado e te amar muito mais por isso. Fique certa! Essa é a melhor atitude. Homens não assumem, mas adoram mulheres corajosas, que propõem com frequência esse tipo de conversa franca, útil, intensa, apesar de dolorosa.

15- Não libere a presa facilmente. Quando ele tentar sumir, parar de te ligar, não responder mais… não desista. Homens são assim mesmo, ingratos, insensíveis à dedicação feminina. Não deixe que ele fuja. Alfinete, aponte suas dificuldades de se envolver seriamente. Analise, interprete. Diga que ele é infantil, resistente e que não tem coragem de entrar de cabeça numa relação. Diga que ele tem é medo de assumir que te ama. Que ele não sabe o que está perdendo. E só vai perceber quando for tarde demais. Afinal, você é uma pessoa madura, equilibrada, segura de si, pronta para um relacionamento ideal. E ele nunca vai achar outra igual a você… Se tiver sorte!

foto: diHITT

Leia Mais

Suplicy defende inclusão da palavra “amor” na bandeira nacional

Publicado originalmente no site da Época

Durante a tensa sessão desta quarta-feira (19) no Congresso, com senadores se mobilizando para tentar votar o veto à lei dos royalties do petróleo, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) subiu à tribuna do Senado para defender mais amor – ou melhor, a adesão dos senadores ao movimento que pede a inclusão da palavra “amor” no lema da bandeira nacional.

Recitando Noel Rosa, Suplicy defendeu o projeto de lei apresentado pelo deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), que substitui a expressão “Ordem e Progresso” por “Amor, Ordem e Progresso” na bandeira do Brasil. O projeto de lei foi apresentado após movimento na internet sugerir a mudança.

No entanto, a sugestão de Suplicy não entusiasmou o plenário, como conta o jornal O Globo.

O discurso de Suplicy não entusiasmou o plenário. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse que se era para mudar os dizeres da bandeira, era melhor incluir a palavra “educação”, que é mais includente. “Teríamos ainda um problema geométrico, porque não cabe mais uma palavra na bandeira”, disse Cristovam. Suplicy saiu decepcionado com a pouca receptividade à proposta. “Quando houver mais amor de todos nós ao povo, senador Cristovam, talvez não falte mais atenção à Educação”.

O abaixo-assinado para incluir a palavra “amor” na bandeira está disponível aqui.

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

dica do Rogério Moreira

Leia Mais