Conteúdo marcado como amor

Ama e faz o que quiseres

Ama e faz o que quiseres
Por Ed René Kivitz, no Facebook Os debates morais têm em suas entrelinhas a discussão a respeito das fontes de autoridade para a normatização do que é aceitável e permitido, o que deve ser coibido e proibido. Existem várias fontes normativas: as escolas filosóficas, a ciência, a racionalidade (modernidade) e a subjetividade (pós modernidade) humanas, a antropologia e as construções culturais, são exemplos de critérios que ao longo do tempo […]

Maioria dos moradores de rua são homens desiludidos com o amor

Maioria dos moradores de rua são homens desiludidos com o amor
Publicado na Folha Ribeirão Há 30 anos, João de Paula Ribeiro, 52, tinha um casamento aparentemente feliz, quatro filhos, casa, carro, um comércio e uma profissão em Serrana (313 km de São Paulo), sua cidade natal. Hoje, ele passa o dia nas ruas de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), come o que os outros dão, toma banho quando arruma um lugar, ingere bebida alcoólica a todo momento e […]

Detalhes que me fazem amar o Ceará

Detalhes que me fazem amar o Ceará
Ricardo Gondim As redes cearenses têm o punho grosso. Ornadas com varandas de crochê, viram decoração tanto em choupanas como em mansões. O bom cearense adora dormir, fazer amor, preguiçar e até convalescer de doença grave, numa rede. As mangas cearenses são carnudas. A casca da manga-rosa parece aquarela; misturam-se nela, amarelo, vermelho e verde. O perfume da manga-rosa é remédio certo contra fastio. Já os abacates são enormes, tão grandes […]

Carta a um jovem casal sexualmente ativo

Carta a um jovem casal sexualmente ativo
Jonathan Menezes, no Escrever é Transgredir Nosso mundo (sobretudo o cristão) ainda está permeado pela pretensiosa assunção de que casais de namorados cristãos das igrejas (ou sem-igreja), necessariamente, não são sexualmente ativos. Sim, a castidade continua sendo o ideal quando se fala de namoro cristão ainda em nossos dias. Nenhum problema com tal opção legítima, diga-se de passagem; o problema é reivindicá-la não como opção, facultativa a consciência e variável […]

As guerras pelo coração

As guerras pelo coração
Caio Fábio Amor, coração, paixão, poesia, e palavras que expressem sentimentos da mesma semelhança são as que mais ocupam nossos temas de existência e até de consumo de elementos supostamente à eles ligados. O irônico é que faz-se guerra pelas coisas do coração. É como se o coração caído dos céus no homem até hoje não tenha encontrado o seu lugar no próprio homem. Ou seja: o coração do homem […]