Arquivo da tag: android

Facebook encabeça projeto para levar web a 5 bilhões de pessoas

Samsung, Nokia e Ericsson são parceiras. Estratégia de ação ainda não é clara

Mark Zuckerberg fala durante o lançamento do novo celular do Facebook com sistema Android (foto: Justin Sullivan/AFP)

Mark Zuckerberg fala durante o lançamento do novo celular do Facebook com sistema Android (foto: Justin Sullivan/AFP)

Publicado na Veja online

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou nesta quarta-feira o lançamento de um projeto que pretende promover o acesso à internet a 5 bilhões de pessoas no planeta. São parceiros da iniciativa grandes empresas do setor de tecnologia, como Samsung, Nokia, Opera, Media Tek, Ericsson e Qualcomm, que concentraram esforços no site internet.org. ”Durante nove anos, eu estive envolvido em uma missão para conectar o mundo”, afirmou Zuckerberg em um post em seu perfil no Facebook. “Para realizar o sonho de conectar os 5 bilhões, seremos obrigados a resolver um grande problema: a grande maioria da população que não tem acesso à internet.”

As companhias não ofereceram detalhes sobre o papel de cada uma no projeto, tampouco de que forma ele pode promover a conexão à web. A composição do time, contudo, sugere que a conexão se derá por via móvel, uma vez que os participantes são especializados nesse setor. Por exemplo, tanto a sueca Ericsson quanto a taiwanesa Media Tek têm experiência na área de comunicação sem fio e infraestrutura de redes móveis. A sul-coreana Samsung e a finlandesa Nokia são especializadas no desenvolvimento de celulares, smartphones e tablets – muitos dos quais utilizam processadores e componentes desenvolvidos pela americana Qualcomm. Por sua vez, a norueguesa Opera é capaz de desenvolver plataformas de navegação na web.

“Conectar 5 bilhões de pessoas será um grande esforço global que exigirá inovação contínua. Desenvolvedores, operadoras móveis e fabricantes de dispositivos trabalharão juntos para introduzir modelos empresariais que proporcionem às pessoas mais formas para acessar a internet”, diz texto presente na página.

De acordo com dados divulgados pelo próprio Facebook, 2,7 bilhões de pessoas têm acesso à rede mundial de computadores atualmente. O número, que representa um terço da população mundial, leva em conta o acesso a partir de diversos dispositivos, incluindo os móveis como celulares, smartphones e tablets.

No Brasil, o Facebook fechou acordo com as principais operadoras para oferecer seus serviços gratuitamente aos usuários de celulares de baixo custo. A rede tem 76 milhões de usuários ativos por mês no país, dos quais 44 milhões acessam o serviço a partir de dispositivos móveis.

Aplicativo promete ‘curar’ gays em 60 dias pelo celular

Mobilização via internet faz Apple tirar app do ar, mas ele ainda está disponível para Android.

Reprodução

Reprodução

Publicado originalmente no Olhar Digital

Surgiu um aplicativo que promete “curar” os homossexuais pelo smartphone. Criado pela Setting Captives Free, o “Door of Hope” garante que o interessado conseguirá “se ver livre da homossexualidade” em 60 dias.

Trata-se de uma espécie de curso que usa preceitos bíblicos para convencer o homossexual de que ele tem um problema. “Você pode ser libertado da escravidão da homossexualidade através do poder de Jesus Cristo e da cruz”, informam.

Em resposta, a comunidade gay criou uma petição virtual pedindo a retirada do aplicativo do ar. Até as 8h40 desta sexta-feira, 31, o abaixo-assinado já tinha mais de 54,3 mil assinaturas (veja aqui).

Pelo menos junto à Apple a estratégia funcionou, pois o app foi retirado da iTunes Store por violar regras da empresa para desenvolvedores. Mas ele ainda pode ser encontrado na Google Play para ser baixado no Android.

O programa de desenvolvimento do Google, entretanto, diz que não são permitidas aplicações com discursos de ódio contra grupos com base em sexo, orientação sexual ou identidade de gênero, então pode ser que em breve o Door of Hope saia de lá também.

Reprodução

Reprodução

Dica do Weuller Rogério

Aplicativo promete remover todos os traços de ex-namorados no perfil do Facebook

Site do Kill Switch, aplicativo que promete remover vestígios de ex-namorados do Facebook

Site do Kill Switch, aplicativo que promete remover vestígios de ex-namorados do Facebook

Publicado originalmente na Folha de S.Paulo

“Terminar um relacionamento na era digital é realmente uma porcaria”, diz o site do Kill Switch, um aplicativo que promete “discretamente remover todos os traços de seu ex do seu perfil do Facebook”.

Por enquanto, o programa está disponível apenas para smartphones com sistema Android, a R$ 2 no Google Play. Uma versão para iOS chegará em breve.

O Kill Switch promete remover fotografias, atualizações de status, vídeos e tudo o mais que conter o nome ou a marcação de seu ex.

Todas as fotos deletadas vão para um álbum de imagens privado, para que você possa “rir delas depois” ou restaurá-las depois que a relacionamento se tornar amigável.

O site do serviço ainda diz que parte do dinheiro arrecadado com o aplicativo vai para a American Hearth Association em Nova York, instituição dedicada a melhorar a saúde cardíaca dos norte-americanos e reduzir o número de infartos. “Assim, corações partidos ajudam corações partidos”, diz o site.

Tamagotchi, febre nos anos 90, está de volta para smartphone

Daniel Gonzales, no link

Ele voltou: o Tamagotchi, o primeiro dos bichinhos virtuais, que virou febre em meados da década de 90 no Brasil e no mundo, foi relançado hoje, 15, pela criadora, a empresa japonesa Bandai Games, na forma de um aplicativo gratuito para o sistema operacional Android. O bichinho está de volta em comemoração a seus 16 anos de sucesso, e ganhou até um site especial, o Tamgotchi Life.

Febre nos anos 90, brinquedo está de volta em forma de app para Android

O app, chamado de Tamagotchi L.i.f.e. (Love is Fun Everywhere) está disponível para smartphones e tablets Android no Google Play, oficialmente, apenas nos Estados Unidos e Canadá. Mas é perfeitamente possível instalar aqui no Brasil:baixe o arquivo de instalação .apk neste link. 

App pode simular o pequeno ovo que abrigava o Tamagotchi original

Você escolhe de que forma quer cuidar de seu Tamagotchi: há um modo em tela cheia ou outro, para os nostálgicos, que simula o formato de ovo em que vinha o brinquedo original. Há as tradicionais opções de alimentá-lo, brincar, dar broncas, remédios, para o caso de doenças, apagar a luz para que ele durma, etc.

Logo que iniciado, o game também solicita permissão para o envio de notificações. Caso você as ative, prepare-se para ser alertado a toda hora das necessidades e desejos de seu Tamagotchi: comer, dormir, brincar, etc.

Diferentemente do original, o app possibilita que você mantenha uma série de Tamagotchis, de várias cores e formatos e ainda compartilhe o cotidiano deles via Facebook.

Faça sua coleção com múltiplos Tamagotchis

De acordo com a Bandai, o app requer no mínimo o Android 2.3 (Gingerbread) para funcionar.

Aplicativo ajuda a dividir conta em restaurantes e bares

Passa régua | Fabricante: Gilson a Vilela | Sistema: iOS e Androind | PREÇO: Grátis

Passa régua | Fabricante: Gilson a Vilela | Sistema: iOS e Androind | PREÇO: Grátis

Michelle Ferreira, na Época Negócios

A cena é clássica. Você é chamado para alguma comemoração, mas acaba chegando atrasado. Todos os convidados já consumiram bastante e o local não possui comanda individual. O que fazer?

O aplicativo Passa Régua, disponível para smartphones Android ou iOS, pode ajudar a dividir os gastos sem que ninguém saia perdendo. Com jeitão cupom fiscal, permite incluir o número de pessoas e dividir os gastos com comida e bebida.

Para fazer o cálculo, escolha como deseja dividir a sua conta – com bebida ou sem bebida – escreva o valor da conta, inclua ou não o serviço e veja o resultado. A opção de dividir a conta com bebida permite que quem não consumiu nenhum tipo de líquido consiga pagar o valor proporcional. É possível compartilhar a dívida com os amigos pelo Facebook ou pelo Twitter.