WhatsApp começa a mostrar se mensagens enviadas já foram lidas

Com nova função, tiques ao lado de mensagens mudam para a cor azul.
Mudança já foi notada por alguns usuários do aplicativo de mensagens.

Página de perguntas frequentes no site do WhatsApp mostra função que indica que mensagem foi lida (foto: Reprodução/WhatsApp.com)
Página de perguntas frequentes no site do WhatsApp mostra função que indica que mensagem foi lida (foto: Reprodução/WhatsApp.com)

Publicado no G1

O aplicativo WhatsApp começou a mostrar para alguns usuários se as mensagens enviadas foram lidas pelo seu destinatário. Com a nova função, os dois tiques que indicavam apenas o envio com sucesso de uma foto ou texto, por exemplo, mudam para a cor azul.

A mudança foi notada por usuários do app de mensagens nos sistemas Android e iOS, mas ainda não foi disponibilizada a todos. A página de perguntas frequentes no site do WhatsApp, no entanto, já aponta a inclusão da função.

Essa é a principal novidade do aplicativo desde que ele foi comprado pelo Facebook em fevereiro. O Messenger, app de bate-papo entre usuários da rede social, conta com um recurso que mostra quando um contato leu a mensagem enviada.

 

Leia Mais

Ilustrações inteligentes dividem o mundo em dois tipos de pessoas

publicado no Hypeness

Você prefere Coca ou Pepsi? É do tipo que come a pizza inteira ou deixa a bordinha? Morde o chocolate inteiro ou quebra o tablete? Ketchup ou Mostarda? O aplicativo Zomato, que funciona como um sistema de buscas de restaurantes e lanchonetes na região em que você está, criou uma divertida campanha que divide o mundo em dois tipos de pessoas.

As rivalidades existem em todo o mundo e não são restritas à gastronomia. Afinal, qual usuário de iPhone nunca entrou em uma acalorada discussão com um usuário Android para tentar provar que seu celular é melhor? Além de ser divertida, a brincadeira ganhou um simpático design minimalista, que dispensa legendas.

E então, qual tipo de pessoa é você?

dois-tipos13 dois-tipos12 dois-tipos11 dois-tipos10 dois-tipos9 dois-tipos8 dois-tipos7 dois-tipos6 dois-tipos5 dois-tipos4 dois-tipos3 dois-tipos2 dois-tipos1

Leia Mais

Microsoft dá 15 GB para quem usar o OneDrive no iPhone e em Android

thumb-33280-onedrive-resized

publicado no INFO

A Microsoft dará 15 GB de armazenamento gratuito para quem usar o aplicativo do disco virtual OneDrive em dispositivos com sistema Android e iOS, desde que a opção de backup automático de fotos esteja habilitada. Por padrão, o OneDrive já oferece 15 GB de armazenamento na nuvem, ou seja, usando o aplicativo para guardar suas fotografias, você terá o dobro de espaço no serviço. Isso também se aplica a quem usa smartphones com sistema Windows Phone.

A novidade, que foi anunciada no blog oficial da Microsoft, dá ao OneDrive uma vantagem competitiva contra os seus principais concorrentes, Dropbox e Google Drive. O primeiro oferece 2GB de armazenamento grátis enquanto o segundo oferece 15 GB — mas o espaço é unificado com o oferecido pelo Gmail, inicialmente, eram 5 GB.

“Quando você estiver instalando o OneDrive no seu aparelho, todas as suas fotos e vídeos estarão disponíveis instantaneamente sem tomar o preciso espaço do seu aparelho”, segundo a Microsoft.

Vale notar que Dropbox é possível expandir o tamanho do seu disco virtual pessoal de duas formas: pagando uma mensalidade ou então convidando amigos para que eles se cadastrem no serviço. O máximo que você pode conseguir no Dropbox gratuitamente é 18 GB, segundo o site oficial da empresa. Mas quem vincula a conta do Mailbox ao Dropbox no iOS ganha mais 1 GB.

Recentemente, o OneDrive aumentou o tamanho máximo de arquivos únicos que podem ser sincronizados, passando de 2 GB para 10 GB.

Leia Mais

Google tem relatório com todos os lugares onde você esteve; confira com os seus próprios olhos

30-day-tracking-google-650x315Bruno Garattoni, na Superinteressante

Se você usa um celular Android, o Google monitora a sua localização. Talvez você já soubesse disso. Mas ao ver a lista compilada pelo Google, você provavelmente vai levar um susto. Ela mapeia todos os seus passos, 24 horas por dia, dia após dia, mês após mês, ano após ano – e organiza numa espécie de calendário. Clique aqui para conferir. Inclui absolutamente tudo.

O Google vigia a sua localização para fornecer “serviços relevantes”, como resultados de busca relacionados ao lugar onde você está. É legítimo, e não é exclusividade do Android (desde 2011, sabe-se que o iPhone faz algo similar). Mas também é meio perturbador – pois o celular transmite a sua localização mesmo se você estiver com o Google Maps fechado e o GPS desligado.

Um prato cheio para os robôs do Google (que já têm acesso aos seus emails, chats, buscas e até navegação na internet), e um banquete tentador para os espiões da NSA. Há quem diga que quem não deve não teme. Mas se você acha que isso tem um pouco de “1984″, em tese é possível desligar o monitoramento. Entre nas configurações do Android, abra o item Serviços de local e desmarque as opções “Serviços de localização do Google” e “Localização e pesquisa do Google”. Isso irá deixar o Google Maps mais lento, pois ele passará a depender exclusivamente do GPS (no iOS 7, as configurações relevantes ficam em “Serviços de localização”).

Leia Mais

‘Faceboi’, o app que avisa se você foi traído

O lema é “amigo mesmo, avisa!” - Reprodução
O lema é “amigo mesmo, avisa!” – Reprodução

Programa cria redes anônimas para denunciar traições sem estremecer amizades

Publicado em O Globo

RIO – “O corno é sempre o último a saber”. Para acabar com essa máxima, uma agência carioca lançou recentemente o aplicativo “Faceboi”. Com o lema “amigo mesmo, avisa”, o programinha para celulares android procura pistas sobre possíveis casos das namoradas no Facebook e cria uma rede anônima para que amigos informem casos de traição sem estremecer a amizade.

“Longe da gente fazer inferno na vida dos outros, mas será que aquele ‘chopinho com as amigas’ terminou numa noite de queijos e vinhos entre a sua gata e aquele carinha novo do trabalho?”, diz o aplicativo, que promete ajudar os desavisados.

O aplicativo é direcionado apenas para homens. Para usar, é preciso logar com uma conta do Facebook. Na primeira tela, o programa pergunta se o usuário quer buscar por indícios de traição da sua parceira ou avisar amigos sobre traições alheias.

Para avisar os amigos, o app fornece uma série de hashtags bastante explicativas, como #amigogay, “que não conhece uma música da Madonna, toma cerveja no gargalo e sabe a escalação do Megão de 81”, ou #cartãovermelho, “enquanto você pensa que é o Messi, tem atacante, zagueiro e gandula balançando o capim no fundo dela”.

As mensagens só podem ser enviadas para contatos no Facebook. E, caso algum amigo aviste sua namorada em situação estranha, também pode lhe enviar um recadinho.

O aplicativo é gratuito e está disponível apenas para sistema Android versão 2.33 ou superior. Lançado no início de junho, o programa foi baixado entre 1 mil e 5 mil vezes.

“Com esse app peguei a gata no pulo e me safei de um belo chapéu de touro. Valeu faceboi!”, avaliou um usuário.

Leia Mais