Conteúdo marcado como Anima

Assim surgiu a brincadeira da Girafa

Assim surgiu a brincadeira da Girafa
David Castillo, no Facebook Diabo: Precisamos pensar em uma nova estratégia para dominar a mente das pessoas. Sub-Diabo: Hum… deixa eu ver se descubro algo novo no Google. Diabo: Tá… mas antes deixa eu ver meu face. Sub Diabo: Isso chefe, o Face! Diabo: Que tem o Face? Deixei o meu aberto? Sub Diabo: Não chefe, o que eu quero dizer é que a gente tem q usar o Face […]

20 Hábitos que matam uma Igreja

20 Hábitos que matam uma Igreja
Publicado por Nelson Costa Jr “A crítica não tem sobre a psicologia das massas o poder sugestivo que têm as crenças afirmativas, mesmo falsas”.  Olavo de Carvalho Em si mesma, toda Igreja é neutra ou deveria sê-la; mas o grupo da mesma anima, projeta nela suas chamas e suas demências; impura, transformada em crença, insere-se no tempo, toma a forma de acontecimento: a passagem da Igreja à epilepsia está consumada. […]

Devaneios

Devaneios
Publicado por Silas Lima No silêncio dos instantes solitários, dos porões de navios à vela, ouvem-se os gritos de vocábulos empedernidos. Na sonoridade do lugar o criativo anima-se aquecido pela solidão, a mente constrói mundos incontidos, os olhos fecham-se, cedem sua função à alma. A eternidade se adensa no átimo de um segundo, a imaginação ensaia voos, ao céu eleva-se, o mundo, sem projetos, reconstrói -se, os instantes, adormecidos em […]

Genealogia do fanatismo

Ricardo Gondim [Eu não conhecia Emil Cioran. Meu amigo Ed René Kivitz recomendou que, dele, eu lesse “Breviário de decomposição” – Editora Rocco. Cioran nasceu na Romênia em 1911, formou-se em filosofia pela Universidade de Bucareste. Seu texto é cru, porém realista; intenso, mas lotado de poesia; por vezes amargo, sem perder-se em rancor.] Não resisti copiar os primeiros parágrafos do capítulo inicial. (Grato, parceiro!) ———————————————————————————— Genealogia do fanatismo Emil […]