Arquivo da tag: Apocalipse

Starbucks pede desculpas por símbolos satânicos na espuma do café

Consumidora ficou assustada com pentagrama invertido e número 666 nos copos de cappuccino e postou fotos na página da rede de cafeteria no Facebook

Consumidora ficou indignada com desenhos na espuminha do café (foto: Reprodução/Facebook)

Consumidora ficou indignada com desenhos na espuminha do café (foto: Reprodução/Facebook)

Publicado no Estadão

A rede Starbucks pediu desculpas públicas a uma consumidora nos Estados Unidos depois que ela divulgou fotos de dois copos de cappuccino com símbolos satânicos desenhados na espuma.

A moda de cafés com espumas decoradas com desenho faz sucesso em muitas cafeterias e em fotos nas redes sociais. Mas, a consumidora Megan Pinion, da Louisiana, nos Estados Unidos, ficou chocada ao perceber que o garçom desenhou uma estrela de cinco pontas e o número 666 na outra.

O pentagrama de cabeça para baixo é usado frequentemente como um símbolo demoníaco, assim como o número 666, associado a Satanás no livro do Apocalipse.

A consumidora tirou fotos dos copos de cappuccino e publicou na página da Starbucks no Facebook.

A empresa respondeu imediatamente com um pedido de desculpas público. “Entramos em contato com a consumidora através de meios de comunicação social para pedir desculpas”, disse o porta-voz da Starbucks Tom Kuhn, responsável pelas redes sociais.

“Estamos levando a queixa a sério”, acrescentou o representante da empresa. A consumidora comentou em entrevista à rede CBS que não pretendeu julgar as crenças do funcionário que a atendeu e nem a qualidade dos seus desenhos. “Estou julgando apenas a sua falta de profissionalismo e de respeito pelos outros”, disse.

Em seu comunicado, a Starbucks diz que vai tomar providências para evitar que outros consumidores venham a ter a mesma experiência da consumidora da Louisiana.

dica do Gerson Caceres Martins

Surtado, Edir Macedo amaldiçoa celulares em culto da Universal

reprodução/youtube

reprodução/youtube

Fundador e líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo pregava recentemente um estudo sobre o livro de Apocalipse quando o celular de alguém da plateia tocou. Contrariado, o bispo ironicamente chamou atenção do dono do aparelho por interromper a sacralidade do momento. Depois, apelou para imprecações mais teológicas, por assim dizer.

Lembre-se: não adianta mandar consertar o aparelho. Imagine na Copa.

Eis o vídeo:

Se você tem estômago (ou dúvidas se a lambança é verdadeira), aqui está a versão integral do vídeo. A bronca episcopal começa aos 58 minutos.

Triunfar não é vencer e sim perseverar

modalidade-natacao

Ricardo Gondim

Ao vencedor darei o direito de sentar-se comigo em meu trono, assim como eu também venci e sentei-me com meu Pai em seu trono. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas
Apocalipse 3.21

Meus braços já não suportavam mais. Eu buscava ar como um afogado em seu desespero final. No treino de natação, o vai e vem da cabeça, o afundar e emergir para buscar fôlego se torna um estertor. Eu treinava para uma competição próxima e precisava intensificar os exercícios. Acontece que naquela tarde, estava exausto. Nos tiros, o percurso da piscina deve ser vencido a toda velocidade – eles visam aumentar a capacidade dos pulmões de suprir os músculos de oxigênio. Já havíamos dado uns oito tiros, em quase meia hora de suplício. Resolvi desistir. Enquanto alternava as braçadas, prometi a mim mesmo que logo que tocasse a borda da piscina avisaria ao técnico que iria embora. Decididamente, eu não aguentava mais. “Cheguei no meu limite”, repeti ofegante, com a cara enfiada na água.

Assim que alcancei a borda, gritei: “Vou parar agora!” Sem demonstrar piedade alguma, meu técnico respondeu, virando as costas: Nesta hora os medíocres desistem! Senti-me um lixo. Resolvi buscar forças onde não tinha e voltei ao treino. O técnico – que por acaso também se chamava Ricardo -ensinava uma lição que perdurou comigo todos esses anos. Hoje sei: se existe algum prêmio em existir, ele pertence aos que não desistem. Meu conceito de vencedor consiste em apenas permanecer na lida.

Existem inúmeros textos na Bíblia hebraica e no Testamento cristão que exortam a não desistir. Os versículos prometem galardão aos que, perseverando, seguem, mesmo que jamais cruzem a linha de chegada. Projetos e sonhos acabam-se porque as pessoas desistem antes de tentarem o próximo passo. Entregam os pontos ao aceitarem que as forças se esgotaram. Alguns largam casamentos, filhos, pais, comunidades de fé, por imaginarem não possuírem os recursos necessários para seguir adiante. Outros abandonam sonhos, ideais, metas e pior, a própria vida, por se considerarem fracassados.

A vida se parece com o pedalar, com o correr ou com o nadar. Depois de correr 18 maratonas, atesto: viver é uma jornada que, na maioria das vezes, parece impossível. Na vida, percalços acontecem inesperados. Parceiros de caminhada nem sempre se mostram dignos de confiança. A existência, contudo, só pede que não desistamos. O relato bíblico é precioso por narrar o testemunho de personagens que insistiram apesar das circunstâncias. Ao vê-los, os fracos revigoram, os desanimados se entusiasmam, os caídos se levantam. A Bíblia avisa que desistir por mero comodismo é atributo dos tímidos – e os tímidos não entrarão no Reino.

Os que  se acham sem forças devem tentar mais uma braçada, mais uma pedalada ou mais um passo. Por que não tentar o diálogo só mais uma vez? Por que não caminhar só mais uma milha? Por que não dizer para si mesmo:  eu não vou parar na hora em que os medíocres desistem.

Soli Deo Gloria

fonte: site do Ricardo Gondim

Como aproveitar o último dia da humanidade

FIM DO MUNDO O QUE FAZER

Hermes C. Fernandes, no Cristianismo Subversivo

O Apocalipse se avizinha. Faltam menos de 24 horas para o fim do mundo. Amanhã, por estas horas, já não estaremos aqui. Tudo o que conhecemos terá desaparecido para sempre.

As autoridades mantiveram isso em sigilo, temendo o caos. Mas agora já é tarde. Nossos maiores temores se concretizaram.

Um enorme asteroide, como aquele que exterminou os dinossauros há 65 milhões de anos, está em rota de colisão com a Terra. Os oceanos evaporarão. A atmosfera de dissolverá. Milhões de espécies animais e vegetais serão exterminadas em segundos.  Parece que Deus desistiu mesmo de Sua criação…

Talvez esta notícia provocasse uma onda de solidariedade em vez do caos. Talvez percebêssemos o quão ínfimos somos e o quanto necessitamos uns dos outros. Nossas certezas soariam como presunção. Nossos discursos não passariam de arrotos de arrogância. A possibilidade do fim talvez nos igualasse, derrubando velhas pinimbas.

Que importância teriam as fronteiras, as instituições financeiras, as ideologias, as denominações religiosas, as rixas, ante a iminência do fim do mundo?

Se tudo isso fosse real, o que você faria hoje, no último dia da humanidade?

Como aproveitar nossos instantes finais?

Quem tem compulsão em comprar, talvez pense que a melhor coisa a fazer é sair comprando tudo o que puder, se possível, a prazo. Mas quem venderia algo à prestação sabendo que o dia seguinte é o fim do mundo? E para que comprar o que não poderemos usufruir?

Outros poderão pensar que a melhor coisa a fazer é sair por aí fazendo sexo a torta e a direita. Quem teria libido numa hora dessas? Nada mais brochante que o fim do mundo, concorda?

Então, o que fazer? O tempo está passando… A contar de agora, só faltam 12 horas e…BOOM! Tudo vai pelos ares.

Quer uma dica? Tome nota:

Sabe aquele telefonema que você tem adiado? Chegou a hora. Sabe aquela declaração ou confissão que você precisa fazer o quanto antes? É agora ou nunca. Sabe aquele abraço apertado?  O que você está esperando?

Aproveite para repartir o seu pão com os que nada tem. Para esses, pode ser que o mundo acabe na véspera por não terem o que comer.

E se por acaso o mundo não acabar, você não terá perdido absolutamente nada. Como dizia o poeta da minha geração: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”.

P.S. Não, o mundo não vai acabar. Para alguns, ele já acabou desde o momento em que se isolaram em seu mundinho egoísta, ignorando que haja tanta vida lá fora à espera do nosso amor. Deus jamais desistiu de Sua criação, tampouco entregou-a à própria sorte. Se houver amanhã (e depois de amanhã!), ame como se fosse o primeiro dia do resto de sua vida. Pois esta a melhor maneira de gastar, não apenas o último dia, mas a vida inteira.

Um terço dos americanos acredita que os desastres naturais estão relacionados com o Apocalipse descrito no Novo Testamento

Área devastada em Breezy Point após a passagem do furacão Sandy em 31 de outubro. Foto: Mehdi Taamallah/AFP

Reportagem da AFP MÓVEL publicada na CartaCapital

Título original:  Um terço dos americanos culpa Apocalipse por desastres naturais

Um terço dos americanos acredita que a intensidade dos desastres naturais recentes está relacionada com o Apocalipse descrito no Novo Testamento, segundo pesquisa publicada na quinta-feira 13.

No entanto, muitos outros cidadãos culparam o aquecimento global pelo fenômeno, acrescentou a consulta.

Tentando explicar as inundações, o extremo calor e as ondas de frio, 36% dos americanos e 66% dos cristãos evangélicos se referiram ao fim do mundo, segundo o levantamento realizado pelo Instituto Público de Pesquisa Religiosa.

No entanto, 63% dos entrevistados culparam as mudanças no clima e 67% afirmaram que o governo deveria fazer mais para enfrentar este problema.

Por outro lado, cerca de 15% dos entrevistados disseram pensar que o mundo acabará durante seu tempo de vida e só 2% consideraram que o fim do mundo ocorrerá no próximo 21 de dezembro, como muitos acreditam que os maias previram.

Um total de 1.018 adultos participaram da pesquisa, realizada entre 5 e 9 de dezembro com margem de erro de 3,2%.