‘Eu posso ser responsável pelo primeiro gol alemão, mas não pelos outros seis’, diz Mick Jagger

Mick Jagger no Mineirão ao lado do filho Lucas - Chris Brunskill Ltd / Getty Images
Mick Jagger no Mineirão ao lado do filho Lucas – Chris Brunskill Ltd / Getty Images

Publicado em O Globo

Nem adianta culpar Mick Jagger. Notório pé-frio, o vocalista disse, em entrevista ao tabloide britânico “The Sun”, que não pode ser a razão da derrota vergonhosa do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa. Jagger assistiu ao jogo no Mineirão ao lado do filho Lucas, fruto do relacionamento com a apresentadora brasileira Luciana Gimenez.

“Eu posso ser responsável pelo primeiro gol alemão, mas não pelos outros seis”, brincou ele.

A reputação de azarado de Jagger começou na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, quando ele torceu para Inglaterra, EUA e Brasil em jogos diferentes. Todos os times perderam as partidas.

Em maio deste ano, o roqueiro disse em um show em Lisboa que achava que Portugal iria ganhar a Copa do Mundo. A seleção portuguesa, no entanto, foi eliminada ainda na primeira fase da competição. No mês passado, ele apostou com 70 mil fãs em uma apresentação em Roma que a Itália iria ganhar do Uruguai. Os italianos perderam por 1 a 0 e foram obrigados a ir para casa. Ele também tuitou seu apoio à Inglaterra frente ao Uruguai, e os ingleses acabaram perdendo por 2 a 1.

Ao longo da Copa, Mick tem sido alvo do bom humor de torcedores que o transformaram em cartazes para ‘secar’ os adversários:

20140704160301966rts

20140708155802416afp

20140709154701824afp

Leia Mais

Site lista motivos para brasileiros ficarem otimistas após derrota

Bruno Astuto, na Época

Torcedores se divertem antes do início da partida entre Brasil e Alemanha, em Belo Horizonte, em Minas Gerais (Foto: Dario Lopez-Mills/AP)
Torcedores se divertem antes do início da partida entre Brasil e Alemanha, em Belo Horizonte, em Minas Gerais (Foto: Dario Lopez-Mills/AP)

O site Hollywood.com  decidiu enviar uma mensagem de otimismo aos brasileiros no dia seguinte à derrota de 7 x 1 para a Alemanha. “Foram os 45 minutos mais chocantes da TV desde o fim da temporada de Game of Thrones”, diz o site, ironizando. “Mas não é só porque o Brasil está cabisbaixo, que está completamente acabado.

Então, anime-se Brasil, você tem muito do que se orgulhar”, diz o artigo, listando os motivos:

1- Você ainda tem mais títulos da Copa do Mundo do que qualquer outra nação.

2- Você ainda é o maior país da América do Sul.

3- Você ainda tem uma população inteira de pessoas que se parecem com a Gisele Bündchen (um tanto exagerados, não?).

4- Você ainda tem na memória os dias de glória de Pelé.

5- Você ainda tem o Cristo Redentor, a maior estátua art déco do mundo. Ei, espere….

6- O Carnaval está apenas a sete meses de acontecer…

7- Você ainda têm essa versão estranha do vôlei, em que só pode usar seus pés. Isso é quase como futebol, certo?

8- Você ainda tem Cidade de Deus, o único filme no mundo que todo mundo acha que é bom.

9- Você ainda produz mais modelos da Victoria’s Secret do que qualquer outro país.

10- A maioria dos outros países parecem idiotas quando tentam dançar samba.

E vão existir provavelmente mais duas sequências do filme Rio, no mínimo. Isso deve valer alguma coisa, certo?

Leia Mais

“Governo Padrão Felipão”

foto: Estadão
foto: Estadão

Eliane Cantanhêde, na Folha de S.Paulo

Da presidente e candidata Dilma Rousseff, tentando cutucar a Fifa depois dos 3 a 0 do Brasil sobre a Espanha e a vitória na Copa das Confederações: “Meu governo é padrão Felipão”.

E agora, depois dos 7 e o fim do sonho do hexa em pleno solo brasileiro? Dilma continua dando entrevistas sobre a Copa e, se já não comparava o padrão do seu governo à malfalada Fifa, não pode mais compará-lo ao do Felipão. Mas não vai faltar quem faça a comparação…

Política é curiosa, vai e vem, vem e vai, sempre sujeita aos humores da grande e difusa massa de eleitores. Dilma ganhou quatro pontos com a Copa, mas tende a estacionar agora.

O que ocorreria com a candidata Dilma se o Brasil fosse campeão e a presidente Dilma entregasse a taça para o capitão Thiago Silva? Imagem fortíssima, de imensa simbologia.

Mas o que ocorrerá com a candidata Dilma se a Argentina for campeã e a presidente Dilma for obrigada a entregar a taça para o capitão Messi em pleno Maracanã? Imagem igualmente fortíssima, de imensa simbologia, mas em sentido oposto.

Já que foi a própria Dilma quem fez o casamento entre o seu governo e o “padrão Felipão”, estão unidos na alegria e na tristeza. Já que ela certamente tiraria louros político-eleitorais se a taça fosse nossa, a premissa contrária é igualmente verdadeira: tem agora de dividir os prejuízos da derrota vexaminosa.

Com crescimento medíocre e indicadores destrambelhados, é óbvio que a oposição, em algum momento, mais ou menos subliminarmente, vai colar a tática, a estratégia e a preparação do governo ao “padrão Felipão”. Sobretudo na economia.

Eleição, porém, não é campeonato de futebol entre PT e PSDB. Se FHC dizia que a vitória do Brasil não impediria derrota de Dilma, a premissa contrária vale igualmente para ele: a derrota do Brasil também não impedirá a vitória da petista.

A Copa acabou para o Brasil, mas a eleição está apenas começando.

Leia Mais

Rede britânica dá hambúrguer grátis para brasileiros esquecerem trauma alemão

Quem levar o passaporte brasileiro a um dos mais de 50 restaurantes da rede no Reino Unido ganhará o sanduíche inspirado na Copa do Mundo e que tem influência brasileira

Fernando Nakagawa, no Estado de S.Paulo

Para curar a ressaca, alguns receitam água, outros sugerem chá e tem até quem prefira gengibre. Mas uma rede de lanchonetes britânica decidiu oferecer hambúrgueres para que brasileiros possam curar o trauma causado pelo vexame nas semifinais da Copa do Mundo. “Para acalmar as feridas deixadas pelos alemães”, brasileiros terão um hambúrguer grátis em qualquer uma das mais de 50 lojas da rede Gourmet Burger Kitchen.

Grátis. Para afogar as mágoas, brasileiros ganharão hambúrguer /Divulgação
Grátis. Para afogar as mágoas, brasileiros ganharão hambúrguer /Divulgação

A rede de hamburguerias conhecida pela sigla GBK anunciou a promoção no dia seguinte à derrota histórica contra a Alemanha. “Para você que é do Brasil, não foi fácil levar sete gols dos alemães. Então, vamos fazer a situação melhorar com hambúrgueres. Se você tem um passaporte brasileiro, vá a qualquer loja do GBK no Reino Unido e o mostre para o nosso pessoal. Você vai ter de graça um X Burger para acalmar essas feridas”. A promoção lançada pelo Facebook vale apenas nesta quarta-feira, 9 de julho.

Hoje. Promoção vale só em 9 de julho em mais de 50 endereços no Reino Unido
Hoje. Promoção vale só em 9 de julho em mais de 50 endereços no Reino Unido

O X Burger é uma criação da casa para a Copa do Mundo. Inspirado no Brasil, o hambúrguer tem 170 gramas de carne, queijo, bacon, pimentões, cebolas crocantes e ainda tem abacaxi grelhado e pedaços de caju.

Se você é brasileiro e está no Reino Unido, sofreu com a derrota e quer curar a ressaca com um hambúrguer grátis, clique aqui e veja qual a loja mais perto. Corra! Alguns restaurantes fecham perto da meia-noite.

Leia Mais

Jovem paranaense crava 7 a 1 e ganha sozinho bolão com 148 mil apostas

Publicado no Globo Esporte

Ninguém imaginava que a seleção brasileira seria tão duramente massacrada pela Alemanha em uma semifinal de Copa do Mundo. Ninguém? O jovem Elton Sato, de Maringá, no norte do Paraná, imaginou, sim, que os brasileiros teriam a maior derrota de sua história em mundiais, justamente naquele disputada dentro de casa: ele cravou a derrota por 7 a 1 e venceu, sozinho, um bolão com 148 mil apostas, organizado pelo canal SporTV.

ganhador_1_1

– Eu estava apostando em resultados comuns e não tinha ganhado nada. Aí vi a Seleção com o Fred, o Felipão desorientado e resolvi chutar alto, apostar em um placar que eu sabia que ninguém apostaria. Brasileiro nunca arrisca contra o próprio time. Nem eu acreditava, antes do jogo, que poderia acontecer -, diz

O estudante de direito conta que reuniu os amigos para torcer para o Brasil, mas, depois do quinto gol alemão, todos deixaram o patriotismo de lado e passaram a desejar a vitória no bolão a cada lance. Ele ganhou uma TV com a aposta inesperada.
– Depois do 5 a 0, vimos que não dava mais e passamos a torcer pela vitória no bolão. A cada gol, todos meus amigos vibravam e viam que eu estava mais perto de ganhar. Graças ao Oscar, posso comemorar. Quando ele fez o gol, foi uma loucura geral.
Sato não havia acertado nenhum resultado dos jogos do Brasil nesta Copa do Mundo, mas, garante, já tinha previsto que a Costa Rica venceria os campeões mundiais Itália e Uruguai, na primeira fase da competição.
– Me considero um cara sortudo. Fico triste com a derrota do Brasil, mas muito feliz com a minha vitória. Nunca tinha ganhado nada grande. Por esta, nem eu esperava.

Leia Mais