Arquivo da tag: cabelo

‘Não como e não durmo mais’, diz jovem torturada por mais de 6 horas

Ela teve o cabelo cortado e levou socos; agressões foram parar na internet.
Jovem e amigos teriam armado para torturar vítima que é de Suzano.

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Carolina Paes, no G1

Após ter ficado seis horas e meia sendo torturada por uma jovem, a adolescente de 15 anos, moradora de Suzano (SP), diz que sua vida acabou depois da agressão. “Eu não durmo, não como e nem saio para ir à escola. Ela [agressora] destruiu com a minha adolescência”, declarou a vítima.

A agressão foi na última sexta-feira (21) em uma rua deserta perto da estação de trem, em Guaianazes, na Zona Leste de São Paulo. A adolescente foi torturada por uma garota que foi ajudada por outros dois jovens. A vítima foi acusada de “talaricar” (paquerar alguém que é comprometido na gíria popular) o namorado dela. Os momentos de tortura foram registrados e divulgados no YouTube, mas as imagens foram retiradas nesta sexta-feira (28) horas depois da reportagem ser publicada pelo G1.

Durante a entrevista, a adolescente lembra as horas que ficou refém dos jovens. “Foi o pior dia da minha vida. Eles me ameaçavam e diziam que se eu contasse para alguém iam me matar”. Além de ter sofrido agressões psicológicas, a vítima teve o cabelo cortado com uma tesoura e ainda levou vários socos no rosto. Ela diz que ficou sabendo do vídeo pela mãe quando estava na casa de uma amiga. “Minha mãe me ligou várias vezes e quando atendi me contou do vídeo. Foi só aí que falei da tortura. Quando vi o vídeo entrei em desespero. Não acreditava no que estava acontecendo. Ela [agressora] acabou com a minha imagem”, declara.

A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, em entrevista ao G1 nesta sexta (28)  afirmou que só ficou sabendo das agressões sofridas pela filha depois que as imagens começaram a ser compartilhadas nas redes sociais. “É torturante ver esse vídeo. Minha filha não teve chance de defesa. Ela ainda é ameaçada nas redes sociais por essa menina e as amigas. Quero que peguem essa covarde”.

Um boletim de ocorrência foi feito na Delegacia da Mulher de Itaquera. A menina de 15 anos também passou por exame de corpo de delito. Por conta da repercussão na internet, a adolescente afirma já ter virado motivo de piadas. “Não vou para escola e tenho vergonha de sair de casa. Tem gente que é solidário, mas outras ficam me zuando”.

O Conselho Tutelar de Suzano informou que recebeu na noite de quinta-feira (27) uma denúncia do caso vinda de uma mulher que teve acesso ao vídeo pelas redes sociais. Porém, como ainda não foi acionado pela família da vítima, aguarda o contato para poder dar o apoio psicológico para adolescente.

Agressão
Para atrair a vítima até o local da agressão, a jovem mandou mensagem dizendo que precisava da ajuda da adolescente para desmascarar o namorado, que mentia sobre o fato de estar solteiro. “Confiei nela e fui para gente conversar e desmascará-lo”, conta a vítima.

A vítima saiu de casa por volta das 16h sem dizer para a mãe onde ia. Ao chegar na estação de trem de Guaianazes, em São Paulo, ela foi surpreendida pela agressora “Só ela me batia. Os outros dois rapazes ficavam incentivando e filmavam. Eu já conhecia há algum tempo o namorado dela [agressora], mas quando ele voltou a namorar eu apaguei ele do Face. De uns dia para cá ele me procurou de novo, disse que eu estava bonita e que estava solteiro. Começamos a conversar.”

Com ciúmes, a agressora teria visto as mensagens da vítima no celular do namorado e ficado enfurecida com a possível traição. “Eu não tinha noção do mostro que ela [agressora] era e nem que era tão covarde”, diz. “Quando me prendeu ela só dizia que queria que eu falasse que eu não ia ficar com ele.”

A vítima ainda diz que é ameaçada pela agressora. “Depois que apanhei ela me obrigou a manter segredo. Se não fizesse isso disse que ia me matar. Até hoje, ela e as amigas ficam me mandando mensagem de ameaças no celular e na internet. Falam que vão raspar todo o meu cabelo e me cortar.”

Mulher leva 11 anos para fazer blusa e chapéu de crochê com fios do próprio cabelo

epphotos021657

Publicado na Istoé

Uma professora aposentada fez algo um tanto inovador. Xiang Renxian de Chongqing, na China, passou 11 anos tricotando uma blusa e um chapéu feitos com fios do seu próprio cabelo. Foram utilizados 116.058 fios – ela diz ter contado um por um.

O objetivo era preservar a memória de sua juventude e dar um presente para seu marido.  “Ao longo da minha mocidade sempre fui conhecida por meu cabelo cumprido e maravilhoso, e quando fiquei mais velha, percebi que, assim como a minha aparência , meu cabelo estava perdendo seu brilho”, afirmou a mulher de 60 anos ao jornal Daily Mail.

Xiang disse ter demorado um pouco para aperfeiçoar a técnica – ela começou a fazer as peças quando tinha 49 anos. Mas, de acordo com a chinesa, não é difícil fazer roupas usando cabelo, basta apenas ter paciência e tempo.  Ela não revelou qual foi a reação de seu marido quando ganhou os presentes.

dica do Ailsom Heringer

“Aconteça o que acontecer com o meu cabelo, agora eu sei que ele vai sempre estar lá como um lembrete da minha juventude e das muitas boas lembranças que eu e o meu marido compartilhamos naquela época”, afirmou.

Homens abandonariam cerveja e pornografia para ter mais cabelo

Apenas 8% desistiriam de sexo se isso significasse evitar queda de cabelo

Publicado no Terra

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

O que você abandonaria se isso parasse a queda de cabelo e tornasse os fios mais volumosos? De acordo com uma pesquisa realizada pelo NPD Group, a maioria dos homens deixaria de lado cerveja e pornografia, mas apenas 8% chegaria a medidas mais drásticas, como desistir de sexo. Os dados são do jornal Daily Mail.

Constatou-se que os homens são tão preocupados com a impotência sexual causada pelo envelhecimento quanto com os fios mais ralos.  Dos 69% dos que se incomodam com a diminuição de cabelos, 51% admitiram que o detalhe estético está frequentemente em seus pensamentos.

De maneira geral, 60% dos entrevistados gastam 10 minutos por dia ajeitando os cabelos. Fora isso, 24% confessaram realizar rotinas de beleza mais de cinco vezes por mês, como colorir os cabelos e apostar em pedicure/manicure.

Vale acrescentar que pesquisas anteriores apontaram que uma em cada três mulheres entre 18 e 65 anos preferiria morrer mais cedo por questões estéticas e 76% trocariam sexo por uma folga da rotina.

Após derrame, britânico é “incapaz de mentir”

myatt-britanico-incapaz-mentir

Publicado no Yahoo Notícias

O britânico Malcolm Myatt, 68 anos, sofreu um acidente vascular cerebral em janeiro de 2004, e desde então, não fica triste. O AVC danificou o lobo frontal do cérebro, responsável por controlar nossas emoções. Myatt lembra o personagem de Jim Carrey em “O mentiroso”: ele é incapaz de mentir.

Até então, Myatt era perfeitamente saudável e jogava futebol aos finais de semana. Ele passou cinco meses no hospital, sem sentir o lado esquerdo do corpo. A movimentação foi recuperada, mas restaram algumas sequelas cognitivas, como a perda da memória recente e a incapacidade de distinguir o que é apropriado falar.

“Nunca me sinto deprimido. Além disso, ficar triste não iria ajudar em nada mesmo. Eu realmente prefiro estar feliz o tempo todo do que ao contrário. Na realidade, é uma vantagem para mim. O derrame podia ter sido meu pior inimigo, mas não foi”, disse o aposentado ao jornal Daily Mail.

“É muito complicado quando vamos a um funeral. Ele continua rindo e contando piadas, quando todos estão muito tristes”, diz Kath Myatt, esposa dele. “Ele fala o que ele pensa e às vezes não entende que é rude. Se alguém está com o cabelo feio ou tem um cachorro estranho, ele vai falar”, afirma Kath.

Eu era ‘genial’, mas na Globo virei ‘vendido’, diz Adnet

Adnet caracterizado como Ney Matogrosso no 'Fantástico'

Adnet caracterizado como Ney Matogrosso no ‘Fantástico’

Keila Jimenez, na Folha de S.Paulo

Top tomara que caia de franjas, combinado com botinha branca de salto e faixinha no cabelo. Sim, é dura a vida do humorista. Que o diga Marcelo Adnet assim caracterizado de Ney Matogrosso na sua nova empreitada na Globo.

Hoje, ele estreia no “Fantástico” seu terceiro projeto na emissora, após sofrer uma enxurrada de críticas negativas nos dois primeiros. Adnet fará sátira de videoclipes que fizeram história no dominical.

O quadro trará versões revisitadas de clipes nacionais, com direito a letras à la Adnet, que ganhou fama e elogios na MTV com suas paródias e improvisações.

A contratação do humorista pela Globo, há seis meses, teve “première” no próprio “Fantástico” e criou uma enorme expectativa sobre o menino prodígio do humor, que começou na MTV aos 26 anos e hoje está com 31.

Em abril, estreou na emissora como o protagonista da série “O Dentista Mascarado”, escrita por Alexandre Machado e Fernanda Young (de “Os Normais”). “Uma experiência de passagem”, diz.

“Tenho uma vocação mais autoral, mas achei a experiência boa”, conta. “Faltou as pessoas entenderem que era só o meu começo na Globo. Não sei por que toda essa ansiedade.”

Da primeira experiência, Adnet levou os diretores, José Alvarenga Jr. e Rafael Miranda, que seguem ao seu lado nos projetos seguintes.

A segunda aposta, um quadro sobre a Copa das Confederações no “Fantástico”, também não agradou muito.

“Esse foi uma encomenda do pessoal do programa que eu topei. Não dá para agradar a todos. Nem quero isso. É chato ser unanimidade”, continua. “E quer saber? Não me arrependo de nada não, viu?”

Escolado, o humorista diz que as “pedradas” lhe fizeram bem, e que agora, finalmente, fará algo autoral na nova emissora.

“Claro que tinha muita coisa pesada nas críticas, mas acho que eu não mudei. O que mudou foi o jeito que as pessoas olham para mim”, diz Adnet. “Antes eu era o cara criativo, genial. Agora, na Globo, eu virei um crápula, um vendido [risos]“, afirma.

“Ninguém me impôs nada na emissora, eu que topei fazer os projetos, tive liberdade total para escolher.”

MAMONAS

A nova aposta, a sátira de videoclipes que entra no “Fantástico” hoje, nasceu de uma sugestão do amigo Marcius Melhem, também humorista no canal.

“Essa mistura de humor e música, que os Mamonas [Assassinas] faziam tão bem, não pode ficar enterrada com eles”, diz Adnet, que criará paródias contemporâneas para clássicos de Ney Matogrosso, Elis Regina, Alceu Valença, entre outros.

“A caracterização do artista e a estética do videoclipe serão as mesmas da época, mas vou criar letras atuais com críticas, mensagens políticas, com uma posição sobre as coisas”, comenta. “Não quero humor chapa branca.”

Questionado sobre o enquadramento no “padrão Globo”, mais quadrado que a MTV, Adnet diz que encontrou liberdade total na emissora, mas sabe que a sua responsabilidade hoje aumentou muito em relação à MTV.

Em 2011, no quadro “Casa dos Autistas” (MTV), o comediante fez piadas com portadores da síndrome, e depois foi a público se desculpar.

“Não me enquadrei em nenhuma estética na Globo e não entendo essa mania de buscar: ‘tudo o que o público quer’”, conta ele. “Pode ser que alguns não entendam a piada, mas quero forçar um pouco mais, ir além, trazer um horizonte, sabe?”

Adnet está triste com o rumo tomado por sua ex-emissora. O Grupo Abril devolverá em setembro a marca para o conglomerado americano Viacom, que vai lançar um novo canal com o título, agora na TV paga.

“Não existe nada igual a MTV, mas ela sempre foi meio deixada de lado”, diz. “Há vantagens e desvantagens. A vantagem é que ser pequena permitiu muita experimentação, a desvantagem é ver ela acabar assim. Mas todos que passaram por lá levam uma marca da MTV, e isso fica para sempre com a gente.”