Cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público de MT

Deficiente físico é morador da cidade de Juína e se disse cansado do descaso. Prefeito disse que tomará providências e pediu desculpa aos cadeirantes.

Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)
Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)

Kelly Martins, no G1

Indignado com a falta de acessibilidade em Juína, cidade a 737 km de Cuiabá, o deficiente físico Samuel Nobile de Oliveira, de 41 anos, decidiu construir por conta própria uma rampa de acesso ao prédio da secretaria municipal de Saúde. Com um balde cheio de massa de cimento, que levou de casa, algumas madeiras e pedras, o morador foi para a frente do órgão, na tarde de segunda-feira (24), e declarou que não quer mais sofrer constrangimentos. “Não aguento mais passar por isso e estou cansado de esperar pelo poder público. Por isso tomei a iniciativa e não quero mais esperar”, disse.

Samuel mora no município há 31 anos, no Bairro Módulo 4, e ficou paraplégico após ser atingido por um tiro, em 2006. Desde então, se viu preso à cadeira de rodas e ressalta que encontra dificuldades diárias pela falta de acessibilidade juntamente com outros amigos cadeirantes. Ele conta que precisa ir constantemente à secretaria de Saúde por conta de documentos que necessita para fazer tratamento médico em Brasília (DF).

O cadeirante relatou ainda a situação que passa ao ir no posto de saúde do bairro. “Somos atendidos pelos médicos do lado de fora, na rua, porque não têm rampa de acesso. É muita humilhação não sermos tratados como pessoas comuns”, desabafou.

Ao G1, o prefeito Hermes Bergamim disse que já está tomando providências quanto à falta de acessibilidade e garantiu que providenciará melhorias para os deficientes físicos. Também considerou a atitude do morador importante e pediu desculpas pelos constrangimentos que os cadeirantes da cidade têm sofrido. “Estamos colocando a casa em ordem nesses seis meses de gestão. Peço desculpas a todos os deficientes físicos pelas situações e constrangimentos. Vamos tomar as devidas providências na cidade para que isso não ocorra mais”, afirmou.

 

Leia Mais

7 filmes muito esperados que estreiam em maio nos cinemas

“Se Beber, Não Case! Parte 3”, “Somos Tão Jovens” e “Faroeste Caboclo” são algumas das principais estreias do mês

Divulgação
Divulgação

Por Luciana Carvalho, na Exame

A programação do mês de maio está um prato cheio para amantes de cinema e, quem diria, de música. Além de sequências muito esperadas, como “Se Beber, Não Case! Parte 3” e “Velozes e Furiosos 6”, estreiam também “Somos Tão Jovens” e “Faroeste Caboclo”, filmes feitos especialmente para fãs da banda Legião Urbana. A seguir, você confere essas e outras grandes estreias deste mês.

“Ferrugem e Osso” – 3 de maio

Esse drama, que estreia em 3 de maio, conta a história de Alain (Matthias Schoenaerts), um homem desempregado que, para conseguir criar o filho de cinco anos, se muda para a casa da irmã. Ele consegue um trabalho como segurança em uma boate e, certo dia, quando aparta uma briga, conhece Stéphanie (Marion Cotillard), uma treinadora de baleias assassinas. Alain leva a moça para casa e consegue seu telefone, mas, em pouco tempo, a vida dela estará completamente modificada, após sofrer um sério acidente que a deixa em uma cadeira de rodas. Sem ter pena da condição de Stéphanie, ele tenta ajudá-la a se sentir viva novamente.

“Ferrugem e osso” (“De Rouille Et D’os”)
Direção:
 Jacques Audiard
Duração: 115 minutos
Gênero: Drama
Elenco: Marion Cotillard, Matthias Schoenaerts, Céline Sallette
LinksSite oficialIMDb Rotten Tomatoes

“Somos Tão Jovens” – 3 de maio

A história de uma das bandas de rock mais importantes do Brasil é contada no filme “Somos Tão Jovens”, que estreia nos cinemas no dia 3 de maio. O longa-metragem começa com a mudança de Renato (Thiago Mendonça) e sua família do Rio de Janeiro para Brasília, em 1973. Sofrendo de uma doença séria, o jovem é obrigado a passar muito tempo em casa e começa a se interessar por música. Aos poucos, ele vai conquistando espaço na cena musical da cidade e desempenha um importante papel na formação dos grupos Aborto Elétrico e da própria Legião Urbana.

“Somos Tão Jovens”
Direção:
 Antonio Carlos da Fontoura
Duração: 104 minutos
Gênero: Drama, biografia
Elenco: Thiago Mendonça, Bianca Comparato, Conrado Godoy, Olívia Torres, Laila Zaid
LinksSite oficialIMDb

“Amor Profundo” – 10 de maio

Estrelado por Rachel Weisz, o filme “Amor Profundo”, que estreia no dia 10 de maio, retrata Hester Collyer, esposa do juiz Sir William Collyer (Simon Russell Beale) e amante de Freddie Page (Tom Hiddleston), um piloto de avião abalado pela guerra. Essa relação secreta é revelada e Hester pensa em se matar. Sem sucesso, ela passa a refletir sobre sua própria vida.

“Amor Profundo” (“The Deep Blue Sea”)
Direção: 
Terence Davies
Duração: 98 minutos
Gênero: Drama
Elenco: Rachel Weisz, Tom Hiddleston, Simon Russell Beale, Ann Mitchell
LinksSite oficialIMDb Rotten Tomatoes

(mais…)

Leia Mais

Biomédica constrói cadeiras de rodas para cães deficientes

Carolina Giovanelli, no Bichos

A baiana Renata Cobo, de 35 anos, é protagonista de uma daquelas histórias de tocar o coração. Moradora de Uberaba, em Minas Gerais, a biomédica acompanhou o caso de Princesa, uma cadela que foi atropelada e levada para o hospital veterinário onde ela trabalha, em abril do ano passado. A mascote sofreu uma lesão na coluna e perdeu o movimento das patas traseiras. Após saber disso, seu dono nunca mais voltou.

A equipe do local decidiu fazer uma vaquinha para comprar uma cadeira de rodas para Princesa, que custava por volta de 500 reais. A partir de um caso que viu na internet, Renata teve então a ideia de construir ela mesma uma cadeira feita de canos de PVC e rodas de carrinhos de feira. Botou a mão na massa junto do marido, Albano, que é administrador, e produziram um modelo muito bem aproveitado pela cadela, que acabou sendo adotada.

Esse foi o pontapé inicial para o belo trabalho de Renata, que agora fabrica gratuitamente cadeirinhas para “cãodeirantes” do Brasil inteiro. “Desde então, já enviei 30 delas para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília…”, conta.

Recentemente, ela colocou um post no Facebook contando sobre seu serviço voluntário. A iniciativa se espalhou rapidamente. Já teve mais de 22 000 compartilhamentos. Agora, seu telefone não pára de tocar. Pelo menos seis pessoas a procuram todos os dias.

Ela possui 35 pedidos de cadeiras na fila de espera. Cada uma demora cerca de 20 minutos para ficar pronta. “Só posso construí-las em meus momentos de folga, nos finais de semana. Por isso, demoro de quinze a vinte dias para enviar”, diz.

A biomédica manda por e-mail para o interessado um esqueminha de como tirar as medidas do cachorro. Depois, caso haja algum desconforto, explica como fazer reparos a fim do aparato caber melhor no corpo do animal. Renata cobra apenas o material que usa e o frete. Aqui para São Paulo, o custo dos dois fica em aproximadamente 110 reais.

“Faço isso de graça porque amo cães”, afirma ela, que tem dois totós em casa, Dan e Raica. “Se pudesse, dava tudo para eles.”

Os telefones da Renata são:  (34) 9922-8280 e  (34) 9229-2072. Seu e-mail é re.cobo@hotmail.com.

Canos de PVC e rodas de carrinhos de feira: custo de fabricação e envio para São Paulo fica cerca de 110 reais

Valentina: ela hoje pode se locomover melhor graças a uma boa ação (Fotos: Arquivo pessoal)

 

Leia Mais

26 momentos que restauraram nossa fé na humanidade em 2012

Publicado por BuzzFeed [via Tá me zuando?]

Às vezes precisamos de um lembrete de que as pessoas podem fazer coisas maravilhosas.

1. Os pais deste menino transformaram a cadeira de rodas dele na fantasia mais legal de Halloween.

1

2. Scott Wydak tem Síndrome de Down e sofre de hepatite.  Scott adora receber cartas e seu sobrinho Sean divulgou sua caixa postal no Reddit (uma mistura de rede social com fórum) e os usuários do site enviaram centenas de cartas, pacotes e presentes para Scott.

1

1

Via: mashable.com
Via: mashable.com

1

3. O gesto de bondade de uma pessoa desconhecida fez com este carro não fosse inundado em um dia de chuva.

Via: i.imgur.com
Via: i.imgur.com

4. O médico que ofereceu atendimento médico gratuito após o furacão Sandy.

Via: shortformblog.com
Via: shortformblog.com

5. E outas pessoas que ajudaram como puderam, como compartilhar a energia elétrica para que as outros pudessem recarregar os celulares e falar com seus familiares.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

6. Pessoas que fizeram doações para quem foi atingido pelo furacão.

Via: reddit.com
Via: reddit.com

7. Ou que ajudaram a salvar vidas.

Via: @ andjustice4some
Via: @ andjustice4some

8. Empregados de um hospital fizeram uma corrente humana para passar galões de combustível por 13 lances de escadas até o gerador reserva do Hospital Bellevue em Nova York.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

9. Um casal mais velho se colocando na lugar de um casal mais novo.

Tradução do bilhete: “Gostaria de me oferecer para cuidar do seu bebê para que vocês possam almoçar fora, mas meu marido disse que eu pareceria uma stalker (alguém que fica perseguindo, no caso, no intuito de roubar a criança). Então, eu comprei o almoço para vocês. Aproveitem este lindo bebê. Somos pais de adolescentes, então sabemos o que o futuro reserva para vocês. Aproveitem o máximo que puderem.”

Via: i.imgur.com
Via: i.imgur.com

10. Uma criança da Líbia que não acredita no ódio.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

11. Pais que tatuaram uma bomba de insulina na barriga para que seu filho diabético não se sentisse diferente.

Via: 4.bp.blogspot.com
Via: 4.bp.blogspot.com

12. Um policial de Nova York que, em uma noite fria e chuvosa, ao ver um morador de rua de pés descalços, calça em seus pés um par de meias e botas.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

13. Policiais que realizaram o sonho de Gage Hancock-Stevens, um menino de 13 anos e cego, de ser policial por um dia.

1

Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com

Eles ainda o presentearam com um bolo.

Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com

(mais…)

Leia Mais

Pais criam incríveis fantasias de Halloween para seus filhos cadeirantes

Vicente Carvalho, no Hypeness

Grande parte das crianças americanas amam comemorar o Halloween. Algumas delas, mesmo sendo cadeirantes, também querem se divertir! E é nessas horas que entram pais e amigos criativos, que ajudam esses pequenos a entrarem na festa e celebrarem como qualquer outra criança. Nesse vídeo, o pai do Carter, criou a fantasia dele em torno da cadeira de rodas do filho. Tem melhor presente pro filho, que isso?

E mais outros incríveis exemplos de criatividade, inovação e muito amor!

 

Leia Mais