Vídeo mostra homem segurando bebê que cai de prédio na China

Criança de pouco mais de um ano se assustou com tempestade e escalou janela

Publicado em O Globo

Um vídeo disponibilizado nesta quinta-feira no YouTube mostra o momento em que um homem agarra um bebê de pouco mais de um ano que cai de uma janela no segundo andar. As imagens do resgate — que aconteceu em Xiaolan, subúrbio de Zhongshan, na província chinesa de Guangdong —rapidamente se espalharam pelas redes sociais.

Assustado com uma tempestade, o bebê escalou uma das janelas de sua casa, possivelmente procurando sua mãe. Um vizinho viu o bebê na janela, e rapidamente saiu, na chuva, e estendeu os braços, preparando-se para aparar sua queda.

As imagens, captadas por uma câmera de segurança, mostram outro vizinho se aproximando para ajudar, além de pessoas que colocam pedaços de papelão e uma almofada no chão, na tentativa de salvar o bebê.

O homem que segurou a criança, identificado apenas como sr. Li, afirmou que não pensou muito durante o resgate:

— Só temia não conseguir segurá-lo. Não foi nada além de puro instinto — afirmou Li.

Leia Mais

Naldo vê seu cachê despencar: show do cantor valia R$ 120 mil e agora custa R$ 15 mil

Naldo não está mais no topo das paradas (foto: Urbano Erbiste / Agência O Globo)
Naldo não está mais no topo das paradas (foto: Urbano Erbiste / Agência O Globo)

Publicado no Extra

Agora é vodca nacional com água de coco! Depois do estouro, no começo do ano passado, Naldo viu seu cachê para shows diminuir em quase 90%. No auge do sucesso, com a música “Amor de chocolate” tocando sem parar, ele lotava shows e não subia ao palco por menos de R$ 120 mil. Hoje, sem o mesmo poder de fogo, uma apresentação do cantor sai por R$ 15 mil.

Na época da água de coco com uísque importado, era a produtora Audiomix, a mesma de Gusttavo Lima e da dupla Jorge & Matheus, que vendia seus shows para todo o país. Eles não trabalham mais juntos.

Naldo ainda precisa conviver com uma dívida de quase R$ 6 milhões que carrega desde a gravação de seu último e ambicioso DVD. Ele ainda deve essa quantia por conta dos altos custos de produção. Na última quinta-feira, ele se apresentou no palco do Barra Music para um público de cerca de cinco mil pessoas. Mais da metade, no entanto, era de não pagantes, que ganharam convites de cortesia.

dica do Deiner Urzedo

Leia Mais

Assista aos primeiros 54 segundos e você vai entender porque meu queixo caiu

Publicado no Socialfly

Cateura, no Paraguay, é uma pequena cidade situada praticamente dentro de um aterro sanitário. Mesmo assim, a falta de recursos, o mau cheiro e o ambiente precário não foram obstáculos para esses jovens. O momento que a primeira nota é tirada me emociona toda vez que assisto.

Para ajudar a orquestra do lixo, você pode fazer uma doação ou simplesmente curtir a página deles no Facebook , e compartilhar essa história com o seu grupo de amigos.

dica da Anamaria Modesto

Leia Mais

Estudantes da UnB fazem apologia a estupro de calouras do curso de Engenharia de Redes

Foto postada na internet gerou revolta e repúdio

 Publicação gerou 1.400 compartilhamentos e quase 147 comentários de desaprovação e repúdio (Reprodução Facebook)
Publicação gerou 1.400 compartilhamentos e quase 147 comentários de desaprovação e repúdio (Reprodução Facebook)

Paulo Mondego, no R7

Um internauta se revoltou ao presenciar uma cena no campus da Asa Norte da UnB (Universidade de Brasília) que classificou como absurda. Ele fotografou dois jovens, supostamente estudantes do curso de Engenharia de Redes, segurando um cartaz com os seguintes dizeres: caiu na redes (em referência ao curso superior)… é estupro. O estudante postou a foto no Facebook e gerou revolta em muitas pessoas que comentaram a publicação.

O autor do post relatou que, ao presenciar a cena, se aproximou dos rapazes que seguravam o cartaz e questionou o motivo da iniciativa. Eles teriam respondido que seria um “estuprinho”, como trote às calouras do curso Engenharia de Redes. O rapaz então teria alertado que os jovens estariam fazendo apologia a um crime hediondo, mesmo assim, os estudantes não teriam dado importância e continuaram ostentando o cartaz.

O jovem que publicou o post não explicou as circunstâncias nem quando a foto foi tirada. Mas, segundo a assessoria de comunicação da UnB, que já tomou conhecimento do episódio, o registro foi feito nesta quarta-feira (24) por ocasião da divulgação da lista de aprovados no segundo vestibular de 2013. Até as 10h desta quarta-feira a publicação gerou 1.400 compartilhamentos e quase 147 comentários de desaprovação e repúdio.

A assessoria de comunicação da Universidade de Brasília informou que a reitoria está tomando as devidas providências e deve se pronunciar nas próximas horas.

Leia Mais