Arquivo da tag: casal

Declarações de amor no Facebook tornam você chato

foto: flickr.com/dgjones

foto: flickr.com/dgjones

Carol Castro, no Ciência Maluca

Impopular com os outros – a ponto de excluírem você do feed de notícias. Porém, feliz no amor.

É o que diz uma pesquisa americana. Benjamin Lee, professor de psicologia do Harverford College, e sua equipe entrevistaram 200 usuários de Facebook para saber como estava o namoro deles. Os voluntários também permitiram acesso ao perfil deles na rede. Em seguida, uma equipe de pesquisadores avaliou essas páginas e julgou a felicidade do casal. E perceberam o óbvio: quanto mais fotos juntos e declarações de amor, mais feliz e unido o casal parece (e, segundo as entrevistas, esse pessoal estava mesmo mais satisfeito com o relacionamento).

Num segundo momento, os pesquisadores criaram páginas falsas na rede social, cheias de atualizações e fotos, e pediram a 100 voluntários para avaliar o conteúdo dos perfis. E, ok, mais uma vez eles julgaram os casais melosos como os mais felizes. MAS também acharam o perfil desse pessoal muito mais chato… principalmente daqueles que postavam MUITAS selfies a dois, cheios de <3  e declarações.

Era de se esperar, não? Excesso de qualquer coisa sempre enche o saco.

Casal perde chance de ver Holanda e Espanha após confundir Salvador com El Salvador

 Casal perdeu a chance de acompanhar Holanda e Espanha Agência Estado

Casal perdeu a chance de acompanhar Holanda e Espanha Agência Estado

Australianos ficaram decepcionados ao perceberam que as passagens estavam erradas

Publicado no R7

Na tarde de sexta-feira (13), a Fonte Nova, em Salvador, recebeu um dos jogos mais esperados da primeira fase da Copa do Mundo: Espanha x Holanda. A partida terminou uma inacreditável goleada de 5 a 1 para Robben e cia, e com muitos torcedores lamentando por não ter presenciado essa grande partida.

Porém, ninguém lamentou tanto quanto o casal Orin e Melissa van Lingen. Os dois tinham ingressos para o duelo, mas uma confusão na agência de turismo fez com que eles fossem parar em El Salvador em vez de desembarcar na capital baiana.

— Partimos do pressuposto de que haveria alguma escala, mas quando chegamos no aeroporto, não teve outros voos, afirmou Melissa em entrevista Sunday Territorian.

O casal economizava dinheiro para a viagem desde o casamento em julho do ano passado e sonhava com esse momento desde a Eurocopa de 2008.

De acordo com Melissa, o momento mais difícil foi ver a cara do marido, que estava com “ o coração partido” por ter perdido o jogo.

Os dois ainda aguardam ajuda da agência de viagem, que promete reembolsar o prejuízo e conseguir colocá-los em um voo para o Brasil em breve.

O amor Universal

Renato e Cristiane Cardoso no lançamento de ‘Casamento Blindado’, em 2012 (foto: Greg Salibian/Folhapress)

Renato e Cristiane Cardoso no lançamento de ‘Casamento Blindado’, em 2012 (foto: Greg Salibian/Folhapress)

Anna Virginia Balloussier, no Religiosamente

Não vai ter Copa, mas vai dar casamento.

O casal Cristiane e Renato Cardoso, filha e genro do bispo Edir Macedo, irão liderar um casório coletivo na Igreja Universal do Reino de Deus da avenida João Dias, na zona sul de São Paulo. A reunião, marcada para o Dia dos Namorados, 12 de junho, coincide com a abertura do Mundial.

“Vai ser excelente para mostrar onde está sua fidelidade: ao futebol ou à sua esposa”, disse o bispo Renato.

O desafio foi feito durante culto na quinta passada (29). Na ocasião, ele e a mulher davam dicas de “como se tornar uma pessoa atraente”, conforme prometido no convite postado por Cristiane no Instagram, com marca de batom vermelho.

O evento está em sintonia com o “Jejum de Jesus”, lançado na mesma semana por um barbado bispo Macedo.

A proposta: fiéis devem abstrair por 40 dias da “secularidade das informações”. Só está liberado, segundo o regulamento, “alimentar-se espiritualmente de conteúdos de fé” postados no site da igreja.

Adeus, “rádio, televisão, distrações”. Adeus, Fred passando a bola para Neymar nos jogos exibidos com exclusividade pela Rede Globo.

O “Jejum” começa a dois dias da Copa e a 40 dias da inauguração do Templo de Salomão, complexo de 74 mil m² que replicará no Brás o monumento destruído pela Babilônia no século 6º a.C..

Em 2013, Macedo prometeu deixar as barbas de molho até que o projeto fosse concluído (a inauguração será em 31 de julho, com presença da presidente Dilma). Há mais de um ano não apara os fios da face.

Reproduz em seu blog texto que diz: “Na Copa, ganham os jogadores. No Jejum, ganha VOCÊ. Para assistir à Copa tem que pagar. O Jejum é GRÁTIS”.

A igreja se adianta a eventuais críticas sobre o “timing” da iniciativa.

O bispo é dono da Record. Por um lado, a emissora já criticou a Fifa por não abrir licitação para os direitos de transmissão das Copas de 2018 e 2022 (mais uma vez garantidos à Globo). Por outro, acabou de estrear “Vitória”, sua nova novela das nove.

“A Universal não toma decisões espirituais baseadas na audiência de qualquer canal de televisão”, diz nota no portal da igreja.

Fiéis oram em ‘Terapia do Amor’ da Universal (foto: Anna Virginia Balloussier/Folhapress)

Fiéis oram em ‘Terapia do Amor’ da Universal (foto: Anna Virginia Balloussier/Folhapress)

VAI DAR NAMORO?

Com ou sem jejum, Katilyn quer perder peso. Na consciência e na silhueta. Vendedora de loja com 27 anos “e quase isso de quilinhos a mais” (exagero puro), a morena de cabelos aloirados usa uma legging jeans, jaqueta de couro sintético marrom e camiseta onde se lê “keep calm and trust God”.

Está na Universal pela segunda vez, “trazida pela tia Sandra”, ela conta enquanto sorve uma Coca-Cola Zero e bebe da fonte do casal Cardoso.

Cristiane e Renato, aposta, vão ajudá-la a encontrar seu “hómi”, que precisa ser “bonitão, fiel e não beber muito”.

Os dois são especialistas em relacionamento. Coassinam livros como “Casamento Blindado” (prefácio de Oscar Schmidt) e “120 Minutos para Blindar seu Casamento” (prefácio de Ana Hickmann), ambos vendidos a R$ 20 no culto. Na Record, apresentam “The Love School”, programa com orientações para a vida conjugal.

Em breve, serão 23 anos desde que disseram “sim” um ao outro. Completam bodas de palha, segundo a sabedoria popular.

Já a vida a dois, insistem sr. e sra. Cardoso, não pode ser fogo de palha –é preciso lutar pela cara metade. Katilyn está justamente trás de alguém que queira se comprometer.

Ela joga a latinha de refrigerante no lixo e entra no banheiro do templo, com mensagens do tipo “Jesus is everything!” e “only God can judge us!!!” talhadas a estilete na porta das cabines.

Diz-se animada com o culto que começará em poucos minutos. Logo, o telão da igreja exibe a imagem de um imã em forma de ferradura para ilustrar a pergunta: “Como ser atraente?”.

Cristiane e Renato vão te contar.

TERAPIA DO AMOR

O discurso do casal é magnético, e os fiéis respondem com entusiasmo às dicas de como não agir numa relação.

Não se faça de vítima. Amém! Não seja nem uma matraca nem fechado dentro de si mesmo. Aleluia! Não fale mal dos outros. É isso aí!

Cristiane pede cautela à  mulher disposta a ir para a cama de primeira. “Que que ele vai ganhar em casar com você agora? Você botou seu preço para baixo. A pessoa se desvaloriza.”

Renato sugere cuidado com o físico. “Não existe pessoa feia. Existe pessoa preguiçosa. Se você é tão bom por dentro, por que a embalagem é esculhambada?”

Estão pondo em prática a “Terapia do Amor”. Alguns casais que já passaram pelo divã espiritual dão seu testemunho.

Como Elisângela e Maurício, que brigavam muito antes de entrar para o projeto da igreja, há 17 anos. Ele tinha um vício, explica-se sem jeito. O bispo Renato indaga.

- Que vício?

- Bebia muito.

- Todo dia?

- A ponto de cair.

Com ajuda de Deus, ele conta que aprendeu a ser um “homem forte” e “deixar de ter ciúme”.

Renato questiona: “Então homem forte não é para bater mais forte nela, não?”.

Maurício responde que não.

- Deixou a bebida?

- Sim, senhor.

Com paletó aberto e sem gravata, o “senhor” Renato, 42 anos, tem ar jovial e, ao contrário de seu sogro, barba bem aparada.

Autora dos best-sellers “A Mulher V” (“moderna, à moda antiga”) e “Melhor do que Comprar Sapatos”, Cristiane, 40 anos, é um ícone da moda para o público feminino.

Com cabelos loiros e lisos presos num coque, brincões e sobretudo metade preto, metade de oncinha, ela defende que mulheres recuperam sua “graciosidade” (o casal, em selfie no elevador).

MELHOR REMÉDIO

O culto dura duas horas. Na primeira metade, o bispo chama os fiéis para a frente do púlpito: Deus, instrui, é a melhor solução para sua vida amorosa.

Ele lidera uma oração coletiva para afastar o “maligno” que muitas vezes impediria uma pessoa de encontrar a paz no relacionamento.

Nesta hora, várias vozes pedindo blindagem divina se sobrepõem. Alguns gritam “aleluia!”, outros choram, uma senhora ao meu lado faz ambos numa só tacada.

À minha direita, uma jovem se joga no chão aos berros. Ela veste jaqueta de nylon verde com capuz estampado de oncinha, calça jeans e sapatilha de plástico dourado, tipo Melissa. Atrás de sua orelha direita, coberta pelos cabelos tingidos de vermelho, uma tatuagem com estrelas.

Ela dá chutes no ar quase acertando minha canela, e por pouco quem não vê estrelinhas sou eu. O topo de sua cabeça é carinhosamente segurado por um obreiro (espécie de auxiliar do líder evangélico), uniformizado como outros membros da equipe Universal –camisa branca toda abotoada, calça social azul-marinho e gravata com o logo da igreja, o coração vermelho com uma pomba branca no centro.

“Xô!”, o rapaz ordena para os demônios que acredita estarem dentro dela. Parece funcionar. Emocionada, a garota –supostamente possuída segundos atrás– agradece baixinho.

A “sessão de descarrego” já foi. Agora, homens e mulheres como ela, evangélicos atrás da solução amorosa citada pelo bispo Renato, querem partir para a prática.

No dia 12 de junho, as duplas com certidão de casamento civil ganharão a bênção de Deus, o “autor do amor”.

Mas os solteiros em busca da “trilogia perfeita” (namoro, noivado e casamento) também terão vez.

Na ocasião, além do matrimônio em massa, Cristiane e Renato promovem a “Noite do Encontro”, uma palestra para quem ainda não achou seu par. Keep calm, trust God e imagina na Copa.

Saiba 20 benefícios que o sexo oferece para a saúde

vicio_sexo_min_eabefdc-1260179

Publicado no Gazeta Online

A melhora da qualidade do sono, a redução do risco de doenças cardíacas e a diminuição das chances de ter câncer de próstata são apenas alguns dos benefícios oferecidos pela prática de sexo. É o que apontam diversas pesquisas realizadas sobre o assunto em diversos lugares do mundo. 

A pesquisa realizada pela Durex Global Sex Survey, por exemplo, mostrou que o sexo melhora o humor para 63% dos homens e 72% das mulheres. O estudo, conduzido no Brasil pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (ProSex), foi realizado em 37 países e avaliou mais de 1 mil homens e mulheres no País, com idades entre 18 e 65 anos. Dentre as características do brasileiro quando o assunto é sexo, estão preliminares curtas, sexo rápido e várias vezes por semana e uso de preservativo. 

Ficou curioso para saber quais os benefícios que a prática do sexo oferece para a saúde? Confira a seguir. 

Fazer sexo pode ser tão eficaz para eliminar calorias quanto a corrida 

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Quebec, no Canadá, uma hora de atividade entre quatro paredes queima quase a mesma quantidade de calorias que 30 minutos de corrida na esteira. O estudo constatou que homens gastam 120 calorias em meia hora de sexo, enquanto as mulheres eliminam 90.

Sexo melhora a memória e torna as pessoas mais inteligentes 

Segundo uma pesquisa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, o sexo pode tornar a pessoa mais inteligente e melhorar a memória de longo prazo. Um estudo em ratos de meia-idade constatou que eles fabricaram mais células cerebrais no hipocampo, onde as memórias de longo prazo são produzidas, após o acasalamento. Os cientistas também ligaram a atividade sexual frequente com o aumento da capacidade intelectual. No entanto, os benefícios foram perdidos ao impedir o coito.

Relações sexuais aumentam a imunidade 

Pesquisadores da Universidade Wilkes, da Pensilvânia, descobriram que estudantes universitários que mantiveram relações sexuais uma ou duas vezes por semana tinham níveis mais elevados do anticorpo que protege contra germes, vírus e outros invasores em comparação aos estudantes que fizeram sexo com menos frequência. Outras dicas para manter seu sistema imunológico em dia são: comer de forma adequada, fazer atividades físicas, dormir o suficiente, estar em dia com as vacinas e usar camisinha.

Sexo ajuda a dormir melhor

Você pode cochilar mais rapidamente após o sexo, e por boas razões. De acordo com a psiquiatra Sheenie Ambardar, em West Hollywood, na Califórnia, após o orgasmo, o hormônio prolactina é liberado. Ele é o responsável pelas sensações de relaxamento e sonolência. Outra pesquisa divulgada recentemente apontou que 17% das mulheres britânicas disseram que dormem por mais tempo e mais profundamente depois de terem feito sexo. O estudo foi encomendado pelo Sanctuary Spa e publicado no Daily Mail.

Vida sexual ativa reduz o risco de doença cardíaca 

Uma boa vida sexual faz bem ao coração. Além de ser uma ótima maneira de aumentar a frequência cardíaca, o sexo ajuda a manter o estrogênio e os níveis de testosterona em equilíbrio. Segundo o médico Joseph J. Pinzone, diretor médico da Amai Wellness, quando tais hormônios estão em baixa há mais riscos de ocorrer osteoporose e doenças cardíacas.

Sexo alivia o estresse

Níveis elevados de cortisol, o hormônio do estresse, podem levar a diversos problemas de saúde, como altas taxas de açúcar no sangue e ganho de peso. Para reverter este quadro, o sexo pode ser uma boa aposta, já que as endorfinas liberadas durante o ato ajudam a aliviar a tensão e a deixar de lado os momentos ruins do dia. Para a psiquiatra Sheenie Ambardar, em West Hollywood, Califórnia, estar perto de seu parceiro pode aliviar o estresse e a ansiedade.

Orgasmo reduz dores e incômodos 

Quando você estiver com dor, antes de tomar um analgésico, que tal ter um orgasmo? Segundo o médico Barry R. Komisaruk, professor da Universidade Estadual de Nova Jersey, chegar ao clímax pode bloquear a dor. O médico afirma que a estimulação vaginal pode acabar com as dores nas costas e nas pernas, além de reduzir cólicas menstruais, sintomas da artrite e, em alguns casos, até mesmo dor de cabeça.

Sexo traz mais felicidade

Se você anda de mau humor e não sabe como melhorá-lo, a solução é simples: ao acordar, continue na cama e pratique sexo matinal. De acordo com uma pesquisa da educadora sexual Debby Herbenick, da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, o ato deixa a pessoa feliz ao longo do dia.

Sexo frequente aumenta a satisfação conjugal dos neuróticos

Sexo frequente pode ajudar as pessoas neuróticas, que têm propensão a experimentar emoções negativas, a mudar de humor, além de se chatear e a se preocupar menos. A equipe da Universidade do Tennessee acompanhou 72 casais recém-casados ao longo dos primeiros quatro anos de união. A atividade sexual constante mostrou ser capaz de acabar com o déficit de felicidade dos neuróticos. Segundo os pesquisadores, algumas pessoas encontram no sexo a capacidade de manter a satisfação em dia. 

Atividade sexual reduz as chances de câncer de próstata 

Uma pesquisa do Instituto Nacional do Câncer, dos Estados Unidos, mostrou que ter, em média, 21 ejaculações mensais reduz em até 33% os riscos de câncer de próstata. 

Orgasmo diminui risco de morte prematura 

De acordo com o British Medical Journal, homens que chegam ao orgasmo frequentemente têm 50% menos chances de morte prematura. Pesquisas mostram que fazer sexo com frequência deixa os homens com aparência mais jovem, podendo parecer até 10 anos mais novos.

Vida sexual ativa reduz a depressão

Orgasmo faz bem para o corpo e para a mente. Segundo o professor de psicologia James Coan, da Universidade da Virgínia em Charlottesville, a prática do sexo libera os hormônios ocitocina e endorfina, que colaboram para a diminuição da depressão. 

Relação sexual melhora o humor de homens e mulheres

Pesquisa realizada no Brasil pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (ProSex), mostra que o sexo melhora o humor para 63% dos homens e 72% das mulheres.

Sexo aumenta a longevidade 

Mulheres que gostam de sexo vivem mais do que aquelas que não o fazem. De acordo com o médico Michael Roizen, especialista em Medicina Preventiva na Cleveland Clinic, o sexo tem o poder de fazer as mulheres se sentirem de dois a oito anos mais jovens. Os homens podem conseguir o mesmo efeito experimentando de 150 a 350 orgasmos por ano.

Transar tonifica os músculos

Pense em sexo como uma boa sessão de treinamento de força. Durante o ato, você usa muitos grupos musculares e, convenhamos, é muito mais divertido do que fazer agachamento na academia. “Assim como o exercício, a regularidade ajuda a maximizar os benefícios”, afirma o médico Joseph J. Pinzone, diretor médico do instituto médico Amai Wellness, nos Estados Unidos.

Fazer sexo combate a dor de cabeça 

Estudo publicado no Cephalalgia, jornal da Sociedade Internacional de Cefaleia, constatou que mais da metade dos participantes que sofriam de enxaqueca e tiveram relações sexuais experimentaram uma melhora nos sintomas, enquanto 20% ficaram completamente curados.

Sexo reduz a diabetes

O sexo pode reduzir o risco da diabetes tipo 2, por melhorar a ação da insulina, segundo um estudo da Journal of the American Medical Association. Além disso, o desempenho sexual pode indicar problemas de saúde: a disfunção erétil, por exemplo, talvez seja sinal de problema no coração.

Fazer sexo melhora a libido

Você quer uma vida sexual mais ativa? Então, aposte no próprio sexo, que tem o poder de aumentar a libido. É o que diz Lauren Streicher, professora-clínica assistente de obstetrícia e ginecologia na Feinberg School da Northwestern University of Medicine, em Chicago. Para as mulheres, o sexo ainda dá um up na lubrificação vaginal, no fluxo sanguíneo e na elasticidade.

Sexo é bom para a autoestima

Um estudo da Universidade do Texas provou que um dos principais motivos para a prática do sexo é a melhora da autoestima. As participantes da pesquisa disseram que a relação sexual com o parceiro faz com que elas se sintam melhores com elas mesmas e com suas formas físicas.

Transar reduz a pressão arterial 

De acordo com Joseph J. Pinzone, diretor médico do instituto médico Amai Wellness, nos Estados Unidos, um estudo descobriu que a relação sexual propriamente dita (não a masturbação) reduz a pressão arterial sistólica.

Mulher pede divórcio após marido não gostar de ‘Frozen: Uma Aventura Congelante’

frozen_7-650x400

Publicado no Cinepop

Ao que parece, nem todo mundo sonha em construir um boneco de neve falante… Uma mulher no Japão entrou com a papelada do divórcio após seu marido admitir que não gostou da animação ‘Frozen: Uma Aventura Congelante’.

Segundo o site Kikonsha no Hakaba, a mulher de 29 anos foi aos cinemas várias vezes sozinha para assistir a animação e se encantou com a obra da Walt Disney. Ele inicialmente resistiu ao seu pedido, mas percebendo que ela não iria deixá-lo em paz, cedeu e topou assistir ao sucesso de bilheteria.

Quando o marido revelou que não gostou do longa , sua esposa preferiu pedir o divórcio, após seis anos de casamento:

“Se você não é capaz de entender o que faz desse filme algo maravilhoso, há algo muito errado em você como ser humano. Eu quero o divórcio”, afirmou a querente.

Let it go…

Assista ao trailer do filme “separa casais“: