Arquivo da tag: céu

5 motivos para olhar para o céu em maio

Planetas e chuvas de meteoros serão visíveis a olho nu

Publicado em O Globo

Maio é um mês especial para quem gosta de olhar para o céu. Planetas, eclipses e chuvas de meteoros serão facilmente visíveis nas próximas semanas, segundo o Observatório Astronômico da Espanha.

1halleywikipedia1- Uma ‘lembrança’ do cometa Halley

O cometa Halley ainda está longe de fazer uma nova aparição – sua próxima visita está prevista para 2061 -, mas alguns de seus pedaços formam uma chuva de meteoros conhecida como Eta Aquáridas. Na noite do dia 6, serão vistos cerca de 20 ou 30 meteoros por hora.

saturno2- Turnê planetária

No dia 10, Saturno chegará ao seu local de maior proximidade da Terra. Será uma boa oportunidade para ver no céu seus anéis e satélites. Vênus, alocado na constelação de Peixes, também estará por aqui, antes do amanhecer, até o mês de setembro.

foto: Latinstock

foto: Latinstock

3- A inédita chuva de meteoros

Uma promissora chuva de meteoros está prevista para o dia 24. É um fenômeno nunca visto e que será gerado pelo cometa 209P/LINEAR, que nos visita a cada 5 anos, aproximadamente, e agora está próximo ao Sol. Segundo os astrônomos, há grandes chances de serem vistos até 200 meteoros por hora. A Lua não será um obstáculo para a observação.

foto: AFP

foto: AFP

4- Júpiter ao entardecer

No dia 25, Marte, brilhante, pode ser flagrado na constelação de Virgem. Mercúrio, que normalmente é difícil de ser identificado, será claramente visível em baixa altitude no Ocidente no mesmo dia, algumas horas antes do pôr do sol. Júpiter (foto) fará sua aparição, mas de um ponto mais alto. Será possível observá-lo durante cerca de cinco horas depois do pôr do sol.

foto: Tim Wimborne/Reuters

foto: Tim Wimborne/Reuters

5- A bela Virgem

Uma boa dica para quem gosta de ver os céus é mirar a constelação de Virgem (foto). Embora não seja uma das mais brilhantes, é uma das maiores, e permanecerá bem visível nas primeiras horas do anoitecer. Em Virgem também se encontra um agrupamento que contém mais de duas mil galáxias, sendo que 13 delas podem ser observadas com um telescópio pequeno.

20 coisas que você não sabia sobre viagens de avião

Ana Freitas, na Galileu

Que Viagem vai ser um blog sobre viagens – mas aqui você não vai encontrar roteiros e dicas do que fazer (até porque todo mundo faz isso). O que a gente quer é mostrar os aspectos curiosos e inesperados de tudo que envolve uma viagem, desde o jeito mais eficiente de arrumar uma mala até particularidades e bizarrices culturais dos países que eu visito por aí. História não falta, mas a gente vai estrear com algo que interessa pra quase todo mundo esses dias: os bastidores das viagens de avião.

Um dos tópicos mais legais no Reddit nos últimos tempos é um que pergunta  a pilotos de avião e atendentes de voo quais os segredos mais bem guardados da indústria de aviação. Algumas respostas vão mudar a maneira como você enxerga algumas das coisas que fazem parte da rotina de pegar um avião. Selecionamos as mais interessantes. Dá uma olhada:

1. O que você realmente precisa saber sobre as máscaras de oxigênio:

“Se as máscaras de oxigênio caírem, você só tem cerca de 15 minutos de oxigênio a partir disso. Mas isso é mais do que suficiente pro piloto baixar a uma altitude onde seja possível respirar normalmente.”

“Mais importante: em grandes altitudes, você tem de 15 a 20 segundos antes de desmaiar. Então coloque sua máscara primeiro, e depois cuide das crianças. Desmaiar por alguns segundos não vai prejudicá-las.

2. Jamais, em hipótese nenhuma, beba a água dos banheiros:

“Nunca beba a água do banheiro – na verdade, lavar as mãos com ela já é bem ruim. Nós limpamos os tanques de água periodicamente, mas parasitas ficam tolerantes aos desinfetantes.”

“Jamais beba água em uma aeronave que não tenha saído de uma garrafa. Nem sequer a toque. É que as portas para tirar a água potável do avião e os dejetos ficam muito perto uma da outra e frequentemente são manuseadas de uma vez, e pelo mesmo cara. Não é sempre, mas não dá pra ter certeza.”

“A água de beber, usada pra fazer café e chá, não deveria ser consumida NUNCA. Os tanques que transportam essa água chegam a ter 60 anos e nunca são limpos – chegam a ter tanto musgo acumulado nas paredes que em alguns lugares o musgo tem alguns centímetros de espessura.”

3. O que os olhos veem…:

“Dê uma olhada no estado externo da aeronave. Se a pintura estiver em mau estado, o avião está em mau estado. Skydrol, o fluido hidráulico da aeronave, dissolve qualquer coisa. Então se a pintura estiver corroída, é provavelmente porque rolou um vazamento de fluído, o que não é uma boa coisa a 35 mil pés de altura porque não dá pra parar e encher o tanque de novo.”

4. A verdadeira razão pela qual eles apagam as luzes:

“Quando um avião aterrissa à noite, as luzes são apagadas pra acostumar seus olhos à escuridão caso o avião precise ser evacuado em uma emergência. Com a visão habituada ao escuro, será mais fácil enxergar à noite.”

Continue lendo

Explosão estelar iluminará o céu nas próximas semanas

Imagem mostra um ponto brilhante de luz na galáxia M 82 (Foto: UCL/University of London Observatory/Steve Fossey/Ian Howarth/Ben Cooke/Guy Pollack/Matthew Wilde/Thomas Wright)

Imagem mostra um ponto brilhante de luz na galáxia M 82 (Foto: UCL/University of London Observatory/Steve Fossey/Ian Howarth/Ben Cooke/Guy Pollack/Matthew Wilde/Thomas Wright)

Uma explosão estelar excepcionalmente próxima da Terra vai iluminar o céu nas próximas semanas.

Publicado na BBC Brasil

A explosão da supernova será na Galáxia do Charuto, chamada assim devido ao seu formato. O local fica a cerca de 12 milhões de anos-luz da Terra e oferecerá uma oportunidade única para se estudar uma supernova.

A descoberta, no entanto, foi feita por acaso. Steve Fossey, um astrônomo do University College de Londres (UCL), da Grã-Bretanha, descobriu a supernova com um pequeno telescópio de 35 centímetros.

“Estávamos fazendo uma observação há uma semana com estudantes do UCL e, em uma das imagens que conseguimos, de curta exposição, pudemos ver este ponto brilhante de luz na imagem da galáxia. Imediatamente nos demos conta que isto era uma supernova, a explosão de uma estrela”, disse Fossey à BBC.

Fossey consultou colegas de outros observatórios e confirmou a descoberta. A União Astronômica Internacional catalogou a supernova como SN2014J.

A supernova é tão brilhante que poderá ser vista com telescópios domésticos de boa qualidade ou até mesmo com binóculos, quando atingir o ponto máximo de seu brilho, algo que deve ocorrer dentro de uma semana.

Junto com observadores do mundo todo, Fossey se prepara para recolher informações e aprender tudo o que puder enquanto a supernova for visível no céu.

Oportunidade

O astrônomo explicou que esta galáxia, “em particular, é incomum e está muito próxima; uma supernova tão próxima como esta provavelmente ocorre uma vez em décadas”.

“É uma oportunidade excelente para a frota de naves espaciais que temos e para os observatórios na Terra”, acrescentou Fossey.

Ponto brilhante em destaque na foto da galáxia

Ponto brilhante em destaque na foto da galáxia

A supernova da Galáxia do Charuto, na constelação de Ursa Maior, permanecerá brilhante por cerca de um mês e os cientistas querem aproveitar ao máximo a possibilidade de conhecer todos os segredos desta galáxia.

“Um dos modelos aceitos é que ela tem o que chamamos de uma anã branca, que efetivamente é uma estrela como o Sol e que está na fase final de sua vida, inerte e quente, uma estrela que tem uma companheira binária, uma amiga, atraindo material dessa amiga e ficando maior e mais quente até que se detona a uma temperatura crítica e explode em pedaços”, explicou o astrônomo.

“Com estas naves no espaço, podemos observar a onda expansiva deste material, desta explosão, ao impactar no material que há a seu redor, incluindo sua companheira. E esta é a chave, precisamos compreender a companheira”, acrescentou Fossey.

O cientista afirma que esta poderia ser uma estrela como o Sol ou este poderia ser um outro tipo de evento espacial, que incluiria duas anãs brancas.

Para o cientista, compreender estes “estalos estelares” pode levar à resolução de outros mistérios, pois as “supernovas são faróis de luz”.

Além de ajudar a compreender o processo de morte de uma estrela, as supernovas são muito importantes pela luminosidade, que permite medir com precisão as distâncias entre as galáxias do universo, disse Fossey.

O cientista afirmou que os astrônomos estão vivendo semanas de “atividade furiosa” com os instrumentos ópticos espaciais e terrestres apontando para a direção da galáxia, para acompanhar este processo e conseguir toda a informação possível sobre o brilhante fim desta estrela.

O cristianismo como gnosticismo de doutrina e informação

ceuluzCaio Fábio

Nunca consegui entender que sentimento era aquele que fazia os homens declararem que outros humanos estavam no inferno porque não são da sua religião ou da sua cultura, ou mesmo por nunca terem ouvido uma dada informação gnosticamente salvadora.

E quando você vê uma certa alegria vitoriosa na cara da criatura que faz a condenação?…

Provavelmente trate-se da mais profunda expressão de sadismo, da mais horrenda forma de ânsia de poder, da mais desumana manifestação de arrogância, e da mais satânica de todas as afirmações auto-glorificantes!

Dizer que alguém foi para o inferno porque não conheceu uma certa informação ou doutrinação é a maior expressão do mais DOGMÁTICO GNOSTICISMO!

Sim, é salvação pela iluminação de certo conhecimento objetivo, com nome, endereço, geografia, histórica, moral, cívica, e um bocado de outras coisas! …

Então alguém diz: Mas é pela fé! Não pelo Conhecimento!

Claro que é! Mas se a fé tem que ser produzida por uma Informação histórica, então essa fé é apenas conhecimento, ou seja, gnosis; e, portanto, sendo doutrina que ilumina, é gnosticismo, e não fé.

A fé precede a Informação, embora a fé venha pelo ouvir; e o ouvir a Palavra de Deus!

E como pode ser então?

Ora, a Palavra de Deus não é uma Informação apenas. Informação ela até pode ser, e é também, mas numa escala infinitamente inferior ao que ela é de fato. Sim, pois a Palavra de Deus é Deus, é Pessoa, é Amor, é tudo o que Deus é.

Assim como tudo o que existe, existe da e pela Palavra, do mesmo modo tudo o mais é Palavra de Deus, e somente Deus pode dizer o que não é Palavra Dele.

Eu vejo a Palavra muito mais do que a ouço. Sim, pois ela sempre é mais encarnação do que explanação.

Foi tendo essa noção de Palavra que Paulo usou o Salmo 19 em Romanos 10 ao fazer a Natureza/Criação [salmo 19] proclamar a Palavra de Deus salvadora até aos confins do mundo. De tal modo que até os sem informação não ficariam sem noção.

Ora, quem tem a informação tem que confessar a fé com a boca, crendo no coração, conforme Paulo declarou. Mas quem tem a Palavra sem a informação, esse manifesta a sua fé pelas suas obras, posto que ele não tenha a informação que o faça dar explicação à força de suas certezas imponderáveis e inexplicáveis. Então, por suas obras e prudências e manifestações de amor, ele declara a sua fé, conforme Tiago declarou.

Jesus deixou claro em Lucas 13, Mateus 7 e 25, por exemplo, que os que recebem a informação e o ensino, mas que existem apenas da crença acerca de que ensino e informação são as garantias — ficariam de fora.

Em Mateus 25 Ele diz que foram os que não dispunham de qualquer simbolização “de Jesus”, que fizeram o bem sem saber ou o associarem a Ele, esses eram os que seriam os benditos, pois Ele disse: “A mim o fizeste”. Não que não haja muitos e muitos benditos que saibam da informação, e, por isto, sinceramente, façam o bem segundo o Evangelho como o mais consciente de todos os privilégios.

Todavia, o que se pode dizer é que tanto nas Parábolas, quanto também na Escatologia de Jesus, quem mais corre perigo é quem diz ter a Informação, a Gnosis salvadora como doutrina, a certeza de serem “os filhos do reino”.

É impossível ler-se com honestidade humana os quatro evangelhos, observando os modos de Jesus, os tratos de Jesus, e os Seus ensinos, todos coerentes com Seus modos, jeitos e tratos humanos, e não admitir que digo a verdade.

Ora, chegamos de onde partimos: O que pode gerar tamanha maldade humana tão perceptível no prazer mórbido confesso na sentença ao inferno para o próximo diferente de nós?

O pecado de satanás foi de natureza soberba, gnóstica e narcisística. O poder como conhecimento superior ou qualquer coisa superior, produz tudo o que em satanás o fez tornar-se diabo.

Ora, por isto o conhecimento, a gnosis da fé em Jesus, não é uma Informação primariamente, mas uma formação, uma boa terra que antecede a semente/informação.

O conhecimento salvador decorre da experiência com o amor de Deus expresso como fruto de amor, alegria, paz, bondade, benignidade, longanimidade, mansidão e auto-controle; coisas essas contra as quais não Lei e, digo a você, nem Doutrina alguma.

Um dia ou naquele Dia você me entenderá!

Nele, com toda a eternidade como testemunho no amor,

fonte: site do Caio Fábio