Milionário chinês constrói vila de luxo para antigos vizinhos

Empresário deu imóveis a 72 famílias de vilarejo onde cresceu

A vila de edifícios com apartamentos de luxo construídos pelo chinês (foto: Reprodução Internet)
A vila de edifícios com apartamentos de luxo construídos pelo chinês (foto: Reprodução Internet)

Publicado em O Globo

Um milionário chinês trocou as cabanas de madeira e estradas lamacentas do vilarejo onde cresceu por imóveis de luxo para abrigar as pessoas que viviam ali. Tudo de graça, informou o Daily Mail.

Além dos imóveis para morar, idosos e famílias carentes recebem ainda três refeições diárias (foto: Reprodução internet)
Além dos imóveis para morar, idosos e famílias carentes recebem ainda três refeições diárias (foto: Reprodução internet)

O empresário do ramo do aço Xiong Shuihua nasceu na aldeia Xiongkeng, na cidade de Xinyu, no sul da China. Segundo ele, sua família tinha sido sempre bem cuidada e apoiada pelos residentes do lugar durante sua infância. Por isso, aos 54 anos, depois de fazer milhões na indústria do aço, o magnata resolveu retribuir a gentileza dando aos moradores um lugar melhor para viver.

São 72 famílias que agora moram em apartamentos de luxo na vila construída pelo milionário. Já as 18 famílias mais “amigas” do empresário ganharam suas próprias vilas para morar. Todo o projeto custou cerca de R$ 16 milhões.

O chinês também garantiu a alimentação das famílias mais pobres e dos idosos. Todos receberão três refeições por dia bancadas por ele.

dica do Gerson Caceres Martins

Leia Mais

China tem só 5 dias de férias por ano; saiba como são as regras no mundo

foto: Carolyn Kaster/AP
foto: Carolyn Kaster/AP

Ricardo Marchesan, no UOL

Os dias de férias estabelecidos por lei não são iguais ao redor do planeta. Os 30 dias de repouso anual do brasileiro seriam considerados um imenso privilégio em países como a China e a Nigéria, onde o mínimo são cinco dias de descanso por ano.

O direito a um mínimo de três semanas de férias remuneradas está previsto em convenção da OIT (Organização Internacional do Trabalho), agência ligada à ONU. Mas isso não significa que todos os países a sigam.

Segundo dados da própria OIT, Estados Unidos, Índia, Paquistão, Sri Lanka, Kiribati e Gâmbia não estipulam dias de férias em sua lei. Já a União Europeia determina o mínimo de quatro semanas para seus países membros.

A maior parte dos países tem entre 20 e 23 dias úteis (não-consecutivos, ou seja, são excluídos os fins de semana).

Comparação entre países

Jon Messenger, especialista de condições de trabalho da OIT, afirma que é difícil estabelecer uma comparação exata entre os países, porque as leis são diferentes. Alguns, como o Brasil, consideram dias corridos, incluindo os finais de semana na conta total, outros levam em consideração apenas dias úteis.

Os países com mais dias de férias, segundo esse estudo, são os Emirados Árabes e o Iêmen, com 30 dias úteis. China e Nigéria são os que determinam menos dias por lei (cinco).

O Brasil não está incluído entre os que têm mais dias de férias. Apesar de ter 30 dias para o repouso, não são dias úteis. A conta inclui os finais de semana. Para a OIT, o país tem o equivalente a 21 dias úteis de férias.

Para o cálculo, no caso do Brasil, a OIT considera cinco dias de trabalho por semana. Ela então calcula 5/7 (cinco sétimos) do estipulado pela lei. No caso do Brasil, o resultado desta conta é 21,42.

Mais e menos férias que a lei

O especialista da OIT também afirma que o limite estabelecido por lei não significa, necessariamente, a quantidade de dias que um trabalhador costuma tirar por ano.

Nos Estados Unidos, único país desenvolvido sem um limite mínimo, as férias são vistas como um benefício concedido pelas empresas, e a maior parte da população recebe duas semanas.

Na Alemanha, apesar de o mínimo ser de 20 dias, o trabalhador acaba descansando mais. Isso porque os acordos coletivos das categorias costumam estabelecer mais dias de férias. “Na prática, as férias na Alemanha podem chegar a 30 dias”.

No Japão, segundo Messenger, a maior parte dos profissionais acaba tirando apenas a metade dos oito dias a que tem direito.

Férias X produtividade

Messenger afirma que não há estudos o suficiente que estabeleçam uma relação entre a produtividade de um país e a quantidade de dias de férias.

Ainda assim, ele diz que há uma ligação direta entre descanso e produtividade. “Há uma percepção de que mais horas de trabalho resulte em maior produção, o que não é verdade. De maneira geral, é o contrário”.

O especialista diz que é necessário um distanciamento do trabalho para “recuperar as energias”. A falta de descanso leva a problemas de saúde, maior risco de acidentes de trabalho, aumento de conflitos familiares e faltas, por exemplo. “O ideal é que o trabalhador consiga produzir mais e melhor no menor tempo possível.”

Férias em cada país (em dias úteis)

  • Não há mínimo por lei
    Estados Unidos e Índia
  • 5 dias
    China e Nigéria
  • 6 dias
    México
  • 8 dias
    Japão
  • 10 dias
    Vietnã, Argentina, Canadá, Colômbia, Equador e Paraguai
  • 12 dias
    Indonésia e Turquia
  • 13 dias
    África do Sul, Bolívia, Chile e Qatar
  • 18 dias
    Angola, Egito e Marrocos
  • 20 dias
    Senegal, Austrália, Nova Zelândia, Uruguai, Bélgica, Finlândia, Alemanha, Itália, Holanda, Rússia e Suíça
  • 21 dias
    Brasil, Cuba, Peru, Arábia Saudita, Bahrein, Noruega e Espanha
  • 22 dias
    Portugal
  • 25 dias
    Áustria, Dinamarca, França, Suécia, Kuait e Síria
  • 28 dias
    Reino Unido
  • 30 dias
    Emirados Árabes Unidos e Iêmen

Leia Mais

China inaugura calçada para viciados em celular caminharem

chinacalcadacelularreproindependent

 

Publicado no Terra

Uma calçada de mais de 30 metros na cidade de Chongqing, na China, pode ser a primeira voltada para os viciados em celular no mundo: ela possui sinalizações para as pessoas que andam, distraídas, com os olhos colados nas telas. As informações são do The Telegraph.

No local, existe uma linha que separa os pedestres sem celular e com celular. Na linha dos “viciados” há mensagens lembrando que estão ali por “sua conta em risco”, além de indicar obstáculos e outras informações básicas. Nela, a velocidade da caminhada pode ser reduzida.

Autoridades chinesas disseram que as marcas feitas podem ajudar as pessoas a se lembrar de que é muito mais seguro não caminhar ao mesmo tempo em que usam seus celulares.

E a calçada parece ter sido feita em um lugar ideal: cerca de 80% dos trabalhadores chineses (em uma pesquisa realizada com 10 mil) disseram ser “bastante viciados” em seus telefones.

Leia Mais

Panda gigante finge gravidez na China para comer mais

panda

publicado no UOL

Os planos para a primeira transmissão ao vivo de um parto de uma panda foram cancelados após os cuidadores descobrirem que Ai Hin “fingiu” que estava grávida. As informações são do The Telegraph.

O animal teria emitido sinais fisiológicos e psicológicos de que estaria esperando um filhote há cerca de um mês. Porém, quando os especialistas do Centro de Pesquisa Chengdu Breeding, no sudoeste da China, a colocaram em um quarto com ar-condicionado e outros “luxos” adicionais, perceberam que seu comportamento havia retornado ao normal.

Enquanto a equipe não percebeu a falsa gravidez, Ain Hin curtiu o cuidado extra, comendo frutas e bambus. Segundo um dos funcionários do centro, algumas pandas inteligentes já apresentaram este tipo de comportamento – após perceberem que poderiam usar a gravidez ao seu favor. “Muitos têm feito isso para aumentar sua qualidade de vida”, disse Wu Kongju.

A população de pandas gigantes na China está sob ameaça de extinção por perda de habitat e baixa taxa de reprodução.

Leia Mais

Chinês casado procura médico após dores e descobre que é mulher

‘Homem’ procurou médico após dores no estômago e sangue na urina.
Paciente tinha órgãos femininos e era geneticamente do sexo feminino.

Publicado no G1

'Homem' procurou médico após sentir dores e ter sangue na urina (foto Arquivo: Reuters)
‘Homem’ procurou médico após sentir dores
e ter sangue na urina (foto Arquivo: Reuters)

Um chinês casado ficou chocado depois que descobriu, ao consultar um médico, que ele é, na verdade, mulher, segundo reportagem do jornal inglês “Daily Mail”.

Chen, de 44 anos, procurou um médico em Yongkang, na província chinesa de Zhejiang, após sentir dores de estômago e notar que havia sangue em sua urina.

Após um exame completo, os médicos descobriram que ele tinha os órgãos reprodutivos femininos completos, juntamente com um pênis, o que, segundo Chen, havia lhe permitido uma vida sexual ativa com sua esposa por dez anos.

Um exame mostrou que o paciente tinha um par de cromossomos sexual XX, confirmando que geneticamente era do sexo feminino.

Leia Mais