Arquivo da tag: Cima

Assim surgiu a brincadeira da Girafa

imagem: Reprodução/DesktopNexus

imagem: Reprodução/DesktopNexus

David Castillo, no Facebook

Diabo: Precisamos pensar em uma nova estratégia para dominar a mente das pessoas.

Sub-Diabo: Hum… deixa eu ver se descubro algo novo no Google.

Diabo: Tá… mas antes deixa eu ver meu face.

Sub Diabo: Isso chefe, o Face!

Diabo: Que tem o Face? Deixei o meu aberto?

Sub Diabo: Não chefe, o que eu quero dizer é que a gente tem q usar o Face pra conquistar a galera.

Diabo: Interessante, fale-me mais sobre isso!

Sub Diabo: Vamos criar uma charadinha com uma mensagem subliminar no meio, aí quem não acertar a gente domina a mente e faz ele fazer coisas imbecis…

Diabo: Ae… curti, pode entrar no meu face pra gente começar.

Sub Diabo: Vou entrar… opa, já tava logado… mas pera aí, esse é o perfil do Rafinha Bastos.

Diabo: Droga, esqueci de sair do meu fake… sai e entra de novo!

Sub Diabo: Beleza chefe, oq a gente faz agora?

Diabo: Antes de mais nada deixa eu cutucar o Feliciano… adorooo.

Sub Diabo: Boa.

Diabo: Bom, escreve ai uma historinha que se passa às 3 da manhã.

Sub Diabo: Mas chefe… assim o senhor está revelando o horário ultra-secreto em que os portais do inferno são abertos para nossos enviados espalhar a impureza sobre as vidas e…

Diabo: Heim?

Sub Diabo: Tá… depois não diga que eu avisei?

Diabo: Escreve aí que às 3 da manhã chega alguém pra tomar café na sua casa…

Sub Diabo: Até parece… a essa hora eu só abro a porta se for meus pais.

Diabo: Boa, escreve aí que quem chega são seus pais!

Sub Diabo: Meus pais?

Diabo: Não sua besta… os pais de quem ta lendo!

Sub Diabo: Ah tá…

Diabo: Diz aí que você tem algumas coisas pra oferecer.

Sub Diabo: Sei como é… charuto, farofa, galinha preta, pinga barata…

Diabo: Nãããoo… assim fica na cara, tem q colocar coisas inocentes tipo mel, geléia, pão, queijo…

Sub Diabo: Vinho?

Diabo: Tá… pode deixar o vinho vai!

Sub Diabo: Legal, e qual vai ser a charada?

Diabo: O que você abre primeiro?

Sub Diabo: O vinho, claro!

Diabo: Ahh… se ferrou trouxa, claro que a resposta certa é o olho!

Sub Diabo: Por que o olho?

Diabo: Porque? São 3 horas da manhã, você ta dormindo palhaço!

Sub Diabo: Tá… se eu tiver dormindo as 3 da manhã quem é que vai abrir o portal místico do inferno?

Diabo: Ah é!

Sub Diabo: Mas beleza, acho que a galera que não cuida do portal do inferno deve ta dormindo a essa hora, então pode ser essa a resposta certa!

Diabo: Legal… quem errar a pergunta vai ter que pagar uma prenda, tem que ser algo bobo, quase infantil, mas que traga uma legalidade nossa sobre a vida espiritual dessa pessoa.

Sub Diabo: E se a pessoa tiver que trocar sua foto de perfil?

Diabo: Pra que?

Sub Diabo: Pra mostrar ao mundo que aquela pessoa é nossa!

Diabo: Tipo marca da besta?

Sub Diabo: É… podia colocar uma foto de um animal bem besta mesmo!

Diabo: Macaco… eu acho macaco muito engraçado.

Sub Diabo: Não, macaco pode gerar piadas racistas, preconceituosas.

Diabo: Pô, meu fake ia curtir!

Sub Diabo: Elefante?

Diabo: Pô, legal… mas vai que a pessoa é gorda, olha o constrangimento que pode gerar.

Sub Diabo: Verdade… precisamos pensar em algo diferente, enxergar mais acima.

Diabo: Enxergar mais acima? Girafa! Esse é o bicho!

Sub Diabo: Boa chefe!

Diabo: Alem disso a girafa é um dos animais símbolos da sexualidade e que mais fazem uso do sexo com um parceiro do mesmo sexo…

Sub Diabo: Pô chefe, vc fica um saco quando assiste Discovery.

Diabo: Beleza… publica aí que ficou bom, publica aí…

Sub Diabo: Tá lá… já to vendo uma galera trocando a foto pra girafa.

Diabo: Finalmente vamos dominar o mundo!

Sub Diabo: Mas chefe, e se alguém descobrir nosso plano?

Diabo: Fácil, é só a gente trocar o avatar pra uma girafinha Tb!

Facebook vira sabor de sorvete na Croácia

foto: Mashable

foto: Mashable

Publicado no Olhar Digital

Qual será o sabor de uma rede social? Uma sorveteria na Croácia diz ter conseguido encontrar o sabor do Facebook e já comercializa sorvete com a marca da página de Mark Zuckerberg.

A Valentino Ice Cream, localizada em Tisno, na ilha de Murter, passou a oferecer aos seus clientes um tipo de sorvete azulado, lembrando as cores da rede social.

Segundo um de seus donos, Admir Adil, a ideia surgiu quando ele viu sua filha de 15 anos viciada na rede social. Então ele pensou em criar um sabor de sorvete para atingir o público obcecado por acessar o Facebook.

O sabor não é nada realmente muito especial, já que é apenas xarope azul sobre um sorvete de baunilha com uma plaquinha com o logotipo do Facebook em cima. Uma porção custa 1 euro (R$ 3,01) e tem gosto de chiclete.

Contudo, mesmo com tanta simplicidade e sem autorização oficial da empresa, o sorvete tem sido um sucesso entre os transeuntes que percebem imediatamente o logotipo da rede social e se interessam no produto.

Via Mashable

dica do Jarbas Aragão

Pare, olhe, escute

pare

Publicado por Piero Barbacovi

Agendas cheias, compromissos aos montes.
Agendas vazias, vidas sem-sentido.
Sem miragens, nem ao longe. Nenhum afeto nomeado.
Tormento e prisão se metamorfoseam
Em liberdade, se inventamos brechas:
Caminhar na calçada em plena semana.
Perceber o mundo movimentado de dentro do metrô.
Olhar o céu do jardim de casa, por menor que seja.
Ou espiá-lo com a cabeça para fora da janela do escritório.
Deitar-se no sofá, ouvir música, ler, ler, ler…
Deitar-se nos braços de alguém,
Perder o ar por beijar demais
E respirar de novo, apaixonado.
Ou não fazer nada. Não ócio. Vida, silêncio.
Pare, olhe, escute.
Há em nós, mesmo despercebido, mais que
Esse trabalho, ganha, paga contas, transa, bebe, come, envelhece, morre.
E os afetos, projetos, sonhos e medos, cadê?
Se perca sem se podar.
Encontre sua alma sem máscaras.
Senão a vida rola por cima.
Reduz à poeira quem esquece de parar e pensar.
Olhe logo em torno, para dentro.
Paisagens belas ou áridas,
Sempre dá pra plantar um capim que seja.
Solte o celular, desligue a TV, saia do computador.
Escute a música do universo,
O canto do sabiá, o entre-versos,
A chuva que chega e tudo aquilo que fala além das palavras:
Aquele chamado da vida “Sai do marasmo, vem pra pista dançar!”
E as agendas, também as interiores,
Permitirão a plenitude do nada banhado em um gole de vinho.
Celebrando tudo.
Sem culpa.

Homens solteiros lavam lençóis só quatro vezes por ano, diz estudo

Pesquisa aponta que mulheres trocam lençóis de duas em duas semanas.
Estudo revela que a pessoa passa um terço da vida deitada na cama.

Publicado no G1

Cachorra em cima da cama de um dos quartos do hotel Sacher (foto: Leonhard Foeger/Reuters)

Cachorra em cima da cama de um dos quartos
do hotel Sacher (foto: Leonhard Foeger/Reuters)

Homens solteiros trocam e lavam os lençóis de suas camas apenas quatro vezes por ano. A estimativa foi revelada após uma pesquisa australiana feita pelo Woolcock Institute of Medical Research.

De acordo com o estudo, as mulheres solteiras são mais “limpas” e lavam seus lençóis de duas em duas semanas. Já os casais, com a combinação e “troca de experiências”, retiram seus lençóis para lavar entre duas e três semanas.

O “How Stuff Works” também fez uma comparação entre o percentual das pessoas que lavam os lençóis quando casadas – 81% são mulheres que tiram a roupa de cama para limpar. O estudo ainda revelou que a pessoa gasta em média cerca de um terço da sua vida inteira na cama.

dica do Israel Herison