‘Tentei suicídio, mas Deus não permitiu’, diz goleiro Bruno a revista

foto: Alex de Jesus/ O Tempo/ AE
foto: Alex de Jesus/ O Tempo/ AE

Publicado no UOL

O goleiro Bruno Fernandes admitiu que tentou se matar na cadeia de Contagem, em Minas Gerais, onde cumpre pena de 22 anos pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio. “Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei”, disse o goleiro em entrevista à revista Placar.

“Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse”, detalhou o goleiro. Na entrevista, ele afirmou desejar voltar ao futebol.

No mês passado, ele assinou contrato com o clube Montes Claros, também de Minas, mas seus advogados ainda tentam conseguir uma liberação da Justiça para ele atuar.

Para voltar a jogar, ele teria que pedir para cumprir sua pena em regime semi-aberto, ou seja, quando o preso pode sair da cadeia para trabalhar.

Atualmente, o atleta está em regime fechado, quando não pode sair da penitenciária para nada.

Na entrevista à Placar, o jogador afirmou que sua vida na cadeia é difícil e que ele “paga um preço alto pela fama”.

Outro ponto tocado pelo jogador é sua situação financeira. Depois de ter convivido por anos com um alto padrão salarial, ele diz agora que terá viver com pouco dinheiro. Mas agora, de acordo com ele, sua conta bancária não vai lhe permitir ter uma vida confortável quando sair da prisão.

“Sobrou muito pouco do meu dinheiro”, disse ele, que também deu detalhes sobre seu cotidiano na prisão. “Já costurei bola aqui dentro. Tem muito jogador que gosta de colocar a culpa na bola. Mas agora eu conheço cada ponto da bola. Sei quando o cara está dando migué.”

A entrevista será publicada na próxima edição da Placar, que começa a circular em São Paulo e no Rio na terça-feira.

Leia Mais

Espermas diminuem 50% em jovens saudáveis que assistem a 20 horas de TV por semana

TV demais diminui contagem de espermas mesmo em jovens saudáveis AFP
TV demais diminui contagem de espermas mesmo em jovens saudáveis AFP

Em compensação, aqueles que fazem 15 horas de exercícios ou mais por semana têm contagem 73% maior. Qualidade do sêmen se deteriorou nas últimas décadas, segundo pesquisa

Publicado originalmente em O Globo

Homens saudáveis que assistem a mais de 20 horas de TV por semana têm quase metade da contagem de espermas em comparação com homens que assistem poucas horas de programação, indica um estudo publicado na revista on-line “British Journal of Sports Medicine”. Já aqueles que se exercitam por 15 horas ou mais por semana têm uma contagem 73% maior que aqueles que fazem poucos exercícios.

A qualidade do sêmen parece ter se deteriorado nas últimas décadas, embora o motivo não esteja claro, segundo os pesquisadores. Para descobrir se o sedentarismo era um dos fatores eles analisaram a qualidade do sêmen de 189 homens entre 18 e 22 anos entre 2009 e 2010, todos de Rochestes, no estado de Nova York, EUA.

No estudo os voluntários responderam sobre quantidade e intensidade dos exercícios semanais nos três meses anteriores e o número de horas passadas em frente à TV assistindo a DVDs, vídeos ou à programação no mesmo período. Eles também falaram sobre fatores que pudessem afetar a qualidade do esperma, incluindo problemas na saúde reprodutiva, dieta, níveis de estresse e tabagismo.

Mais da metade dos homens estava na faixa normal de peso e altura e três em cada quatro não fumavam. A prevalência de problemas na saúde reprodutiva era baixa.

A quantidade de atividades físicas (moderadas a vigorosas) semanais era de 5 a 14 horas, enquanto o tempo passado em frente à tela de TV variava de quatro a 20 horas. Homens mais fisicamente ativos (que faziam mais de 15 horas de exercícios físicos por semana) tinham mais tendência a uma dieta mais saudável que os que assistiam a muitas horas de TV e tiveram uma contagem de espermas 73% maior que os mais sedentários. Os exercícios no entanto não afetaram a mobilidade, formato ou volume da amostra.

Quando analisadas por intensidade de exercícios, os resultados mostraram que atividades leves não fizeram diferença na contagem de espermas, em qualquer frequência.

Já a TV teve resultado oposto: aqueles que assistiam a mais de 20 horas por semana tiveram a contagem de espermas 44% mais baixa que quem assistia por menos tempo, mas também não houve impacto na mobilidade, formato ou volume das amostras.

Os autores alertaram que a redução na contagem de espermas não necessariamente diminui a fertilidade masculina, mas as descobertas sugerem que um estilo de vida mais ativo pode aumentar a qualidade do sêmen.

dica do Felipe Nogs

Leia Mais

Participante do BBB13, Fernanda Keulla é advogada em BH e adora mensagens bíblicas

A advogada Fernanda Keulla, do "BBB13", em foto de sua formatura
A advogada Fernanda Keulla, do “BBB13″, em foto de sua formatura (fonte: Twitter)

Publicado originalmente no UOL

Bastante preocupada com a boa forma, a mineira Fernanda Keulla Vilaça, de 26 anos, é advogada e uma das beldades que estarão na casa do “BBB13″.

Em seu perfil no Twitter, ela se mostra adepta da malhação pesada e adora divulgar mensagens de fé como “Perdi tanto tempo longe desse Deus que só me dá alegrias. Nunca mais irei deixá-lo” e “Breve, Deus te entregará o que você ainda não pode ver!”

Ela também já apareceu na seção “Giro Pela Cidade”, do jornal “O Tempo” de Contagem. Segundo o jornal, ela gosta de ser chamada apenas de Keulla e “provoca suspiros e olhares por onde passa”.


via site da Caras

Leia Mais

Mundo não acabará no dia 21, diz o Vaticano

O fim do mundo em 21/12/12

Reverendo José Funes disse em artigo que ‘não vale nem a pena discutir os fundamentos científicos dessas afirmações’, que estão sendo divulgadas na internet

Pulicado originalmente no Estadão

O reverendo José Funes, astrônomo mais graduado do Vaticano, disse nesta terça-feira, 11, que o mundo não acabará no dia 21, apesar das supostas previsões feitas pelos maias. Funes escreveu um artigo ao jornal L”Osservatore Romano, do Vaticano, no qual disse que “não vale nem a pena discutir os fundamentos científicos dessas afirmações (obviamente falsas)”, que estão sendo divulgadas na internet. O título do artigo é “O Apocalipse que não virá (pelo menos, por enquanto)”.

Funes disse que o universo está em expansão e que, se os modelos são corretos, em um ponto o universo sofrerá uma ruptura, mas isso poderá acontecer bilhões de anos no futuro. Segundo ele, mesmo assim os verdadeiros cristãos acreditam que “a morte nunca é a última palavra”. O calendário feito pelos maias, cuja contagem começou em 3.114 a.C., marca períodos de 394 anos, chamados de baktun. Os maias escreveram que o “significativo” 13º baktun acaba em 21 de dezembro.

As informações são da Associated Press.

imagem: Internet

dica do Rodrigo Bibo

Leia Mais