Malaio compra item para aumentar o pênis e recebe lupa pelo correio

Homem enganado teria pago R$ 316 no produto em site na internet.
Falso aparelho vinha com indicação para não usado ‘na luz do Sol”.

Publicado no G1

Malaio comprou dispositivo para aumentar o pênis e recebeu apenas uma lupa pelo correio (foto ilustrativa: Wikimedia Commons/ Tomomarusan)
Malaio comprou dispositivo para aumentar o pênis
e recebeu apenas uma lupa pelo correio
(foto ilustrativa: Wikimedia Commons/
Tomomarusan)

Na cidade de Seri Kembangan, na Malásia, um homem ficou revoltado após comprar um dispositivo que prometia aumentar seu pênis e receber pelo correio apenas uma lupa no pacote.

O homem, identificado apenas como Ong, contou ao Escritório da Associação de Serviços Públicos e Reclamações do país que efetuou um pagamento de 450 ringgits malaios (cerca de R$ 316) para o vendedor online, e recebeu uma encomenda.

Dentro do pacote, de acordo com o jornal “The Star”, havia apenas uma lupa e um manual de instruções com orientações para que o homem “não usasse o aparelho na luz do sol”.

As autoridades dizem que outras 12 pessoas registraram queixas no órgão, e que o falso vendedor teria lucrado mais de R$ 50 mil com os golpes, já que outras pessoas não teriam registrado a queixa.

O escritório disse também que dificilmente os clientes conseguirão obter o dinheiro de volta, já que não há recibos nem provas das transações.

Leia Mais

Pirâmide construída pela civilização Maia há 2.300 anos é destruída por uma escavadeira

O templo Noh Mul, construído pela civilização Maia em Belize, foi destruído propositalmente por uma construtora de estradas
O templo Noh Mul, construído pela civilização Maia em Belize, foi destruído propositalmente por uma construtora de estradas

publicado no Correio do Brasil

Autoridades de Belize, na América Central, confirmaram nesta terça-feira que uma escavadeira destruiu uma das maiores pirâmides maias do país durante a construção de uma estrada. O chefe do Instituto de Arqueologia de Belize, Jaime Awe, disse que o templo Noh Mul foi destruído quando operários de uma empreiteira buscavam cascalho para preencher buracos na estrada antes de ela ser pavimentada.

Construído na era pré-colombiana, o templo datava de 2.300 anos atrás e apenas uma pequena parte da pirâmide permaneceu de pé. A polícia diz que está investigando o incidente, mas arqueólogos belizenhos dizem que esta não é a primeira ocorrência de um incidente desse tipo.

– A destruição de montes maias para preenchimento de estradas é um problema endêmico em Belize – diz o professor Normand Hammond.

Arqueólogos locais disseram que foram alertados sobre a destruição no fim da semana passada. O complexo maia está localizado em terras particulares, mas de acordo com a legislação belizenha, quaisquer ruínas pré-hispânicas estão sob proteção do governo. Segundo John Morris, do Instituto de Arqueologia de Belize, os operários sabiam o que estavam fazendo.

– É inacreditável que alguém de fato tenha tido o descaramento de destruir esta construção. Não há, absolutamente, nenhuma possibilidade de que eles não soubessem que aqueles eram montes maias – afirmou.

Promotores locais consideram apresentar acusações criminais contra a empreiteira.

Leia Mais

26 momentos que restauraram nossa fé na humanidade em 2012

Publicado por BuzzFeed [via Tá me zuando?]

Às vezes precisamos de um lembrete de que as pessoas podem fazer coisas maravilhosas.

1. Os pais deste menino transformaram a cadeira de rodas dele na fantasia mais legal de Halloween.

1

2. Scott Wydak tem Síndrome de Down e sofre de hepatite.  Scott adora receber cartas e seu sobrinho Sean divulgou sua caixa postal no Reddit (uma mistura de rede social com fórum) e os usuários do site enviaram centenas de cartas, pacotes e presentes para Scott.

1

1

Via: mashable.com
Via: mashable.com

1

3. O gesto de bondade de uma pessoa desconhecida fez com este carro não fosse inundado em um dia de chuva.

Via: i.imgur.com
Via: i.imgur.com

4. O médico que ofereceu atendimento médico gratuito após o furacão Sandy.

Via: shortformblog.com
Via: shortformblog.com

5. E outas pessoas que ajudaram como puderam, como compartilhar a energia elétrica para que as outros pudessem recarregar os celulares e falar com seus familiares.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

6. Pessoas que fizeram doações para quem foi atingido pelo furacão.

Via: reddit.com
Via: reddit.com

7. Ou que ajudaram a salvar vidas.

Via: @ andjustice4some
Via: @ andjustice4some

8. Empregados de um hospital fizeram uma corrente humana para passar galões de combustível por 13 lances de escadas até o gerador reserva do Hospital Bellevue em Nova York.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

9. Um casal mais velho se colocando na lugar de um casal mais novo.

Tradução do bilhete: “Gostaria de me oferecer para cuidar do seu bebê para que vocês possam almoçar fora, mas meu marido disse que eu pareceria uma stalker (alguém que fica perseguindo, no caso, no intuito de roubar a criança). Então, eu comprei o almoço para vocês. Aproveitem este lindo bebê. Somos pais de adolescentes, então sabemos o que o futuro reserva para vocês. Aproveitem o máximo que puderem.”

Via: i.imgur.com
Via: i.imgur.com

10. Uma criança da Líbia que não acredita no ódio.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

11. Pais que tatuaram uma bomba de insulina na barriga para que seu filho diabético não se sentisse diferente.

Via: 4.bp.blogspot.com
Via: 4.bp.blogspot.com

12. Um policial de Nova York que, em uma noite fria e chuvosa, ao ver um morador de rua de pés descalços, calça em seus pés um par de meias e botas.

Via: facebook.com
Via: facebook.com

13. Policiais que realizaram o sonho de Gage Hancock-Stevens, um menino de 13 anos e cego, de ser policial por um dia.

1

Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com

Eles ainda o presentearam com um bolo.

Via: millcreekmultimedia.com
Via: millcreekmultimedia.com

(mais…)

Leia Mais

Justiça Inglesa autorizou notificação judicial através do Facebook

Publicado originalmente na Rede Fonte

O Supremo Tribunal inglês autorizou o uso do Facebook para enviar uma notificação judicial pela internet.Tudo isso aconteceu depois de um caso de uma disputa judicial entre Fabio De Briase e Anjam Ahmad, por questões de negócios.

Os advogados de Ahmad tentaram notificar De Briase através de uma carta, enviada para a sua residência, mas não tiveram sucesso. Então, pediram ao tribunal a permissão para notificar o cliente através do Facebook.

A justiça certificou que conta no Facebook pertence mesmo a De Briase. No entanto, foi dado um prazo para ele, devido ele não acessar regularmente a sua conta.

Normalmente as notificações são feitas de forma impressa, entregues em mãos, por correio ou por fax.

dica do Márcio Rosa

Leia Mais