Com 21% no 1º turno, Marina empataria com Dilma no 2º

1423019Ricardo Mendonça, na Folha de S.Paulo

Marina Silva (PSB) entra na disputa pela Presidência com 21% das intenções de voto. Segundo o Datafolha, ela larga em segundo lugar na corrida presidencial, um ponto à frente de Aécio Neves (PSDB) –o que os coloca em situação de empate técnico– e 15 pontos atrás de Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT.

Inicialmente inscrita como vice na chapa de Eduardo Campos, o presidenciável do PSB morto no último dia 13, a ex-ministra tem um desempenho que afasta a chance de a eleição ser resolvida no primeiro turno.

Já na simulação de segundo turno, Marina, que deve ser oficializada candidata na quarta-feira (20), fica numericamente à frente de Dilma, com 47% das intenções de voto contra 43% da presidente.

É uma situação de empate técnico nos limites máximos da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Contra Aécio, Dilma venceria o segundo turno por 47% a 39%. Nesse caso, os oito pontos de diferença representam uma ampliação da vantagem da petista. Em meados de julho, o cenário era de 44% a 40% (empate técnico).

A hipótese de conclusão da eleição no primeiro turno é afastada porque Marina surgiu com quase o triplo das intenções de voto em Campos (8%), porém sem provocar alteração nas taxas dos rivais mais competitivos.

Com Campos no páreo, Dilma também tinha 36%. Aécio alcançava os mesmos 20%.

Na comparação direta entre o cenário atual, com Marina, e o cenário anterior, com Campos, caíram de forma notável os percentuais de eleitores sem candidato.

Intenções de voto nulo ou em branco eram 13%. Com Marina candidata, essa taxa recuou para 8%. Indecisos eram 14% e agora são 9%.

Vários analistas apresentaram Marina como possível herdeira de um grupo crescente de eleitores descontentes com o sistema político. Nos protestos de junho de 2013, um sentimento de rejeição aos partidos ficou explícito.

Os dados da atual pesquisa combinam com esse tipo de interpretação. Muitos que pensavam em fazer um voto de protesto (anular), ou estavam com dificuldade para escolher, vão de Marina se essa opção estiver ao alcance.

Outra informação que reforça essa tese aparece na simulação de primeiro turno da atual pesquisa sem o nome de Marina no cartão de resposta –situação que seria possível caso o PSB deixasse de lançar a ex-ministra de Lula e abrisse mão da candidatura própria.

Nesse cenário, Dilma venceria a eleição já no primeiro turno com 41% (oito pontos a mais que a soma de seus rivais). Mas o percentual de eleitores sem candidato continuaria alto: 13% de brancos e nulos, 12% de indecisos.

Um conjunto de dados da atual rodada do Datafolha sugere que a entrada de Marina na disputa ocorre num momento de recuperação de Dilma. Além da ampliação de sua vantagem sobre Aécio no teste de segundo turno, a avaliação do governo melhorou, sua taxa de rejeição oscilou para baixo (35% para 34%), e as intenções de voto espontâneas com seu nome oscilaram para cima (22% para 24%).

O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto.

Leia Mais

Dilma cria o Ministério do Louvor

Em contrapartida, Edir Macedo prometeu erguer o Templo da Reeleição
Em contrapartida, Edir Macedo prometeu erguer o Templo da Reeleição

Publicado impagavelmente no site da Piauí

TEMPLO DE SALOMÃO – Depois de alterar o verbete “Estado laico” na Wikipédia, Dilma Rousseff apresentou um pacote de melhorias para o povo brasileiro. “Vou criar o Ministério do Louvor, com 456 apóstolos do PMDB e 5,5 mil peregrinos comissionados do PRB, para atender todas as orações da população evangélica”, anunciou.

Lançado em forma de versículos, o PAF, Plano de Aceleração da Fé, prevê a criação de bases sólidas para que Dilma Rousseff possa caminhar sobre as águas transpostas do Rio São Francisco a partir de 2015. “Atendendo a pedidos do pessoal do Passe Livre, vamos dar condições para que o estudante evangélico possa frequentar Templo de Salomão sem pagar dízimo”, prometeu. Em seguida, a mandatária mostrou que é possível multiplicar a quantidade de chuvas em São Paulo caso Padilha seja eleito. “Aleluia”, gritou, abraçada com Marcelo Crivella.

No final da pregação, Dilma afirmou ter ouvido rumores divinos sobre a volta do Messias. “Lula retornará. Mas só em 2018″, profetizou.

Leia Mais

Presidente Dilma Rousseff estreia no… Buzzfeed?

dilma

Bia Granja, no YouPix

Pois é, amiguinhos!

Ontem a noite, mais precisamente as 19h30, a presidente Dilma Rousseff fez sua estreia como colaboradora do Buzzfeed, o site mais viral e memético da atualidade, conhecido por suas listas recheadas de gifs animados e testes divertidinhos sobre todas as coisas. O post “Veja 13 motivos pra votar na presidenta Dilma” é uma lista com gifs animados, bem no estilo do Buzzfeed e do que o público do site curte consumir.
Durante um tempo rolou uma especulação da geral sobre a veracidade do autor do post, mas as suspeitas de que ele poderia ter sido feito por algum militante da presidenta ou até por Jef Monteiro, a Dilma Bolada, foram por água abaixo quando a página oficial de Dilma publicou uma mensagem no facebook oficial.

Se a fanpage falou em estreia… quer dizer que a equipe da campanha da presidenta está preparando mais posts no site. Seria isso resultado da assessoria de Jef Monteiro pra campanha? Vale dizer que qualquer um pode publicar no Buzzfeed e o post da presidenta vem com um big disclaimer falando que “Este post foi criado por um usuário e não foi aprovado pela equipe editorial do BuzzFeed”. Seja como for, ponto pra equipe vermelha!

Eu já cantei essa bola em 2012 e 2013: candidato que chegar na interwebz com aquele discurso linear, hermético e chato típico das campanhas offline vai se dar mal. Aparentemente o PT já sacou que pra falar com o jovem na rede é preciso usar as ferramentas e linguagem desse público, é preciso fazer parte da mesma cultura que eles.
Não sou petista e não vou votar na Dilma, mas não posso deixar de tirar o chapéu pra estratégia digital da presidenta: ela apoia ($) um fake de sucesso que agora trabalha em sua campanha, faz gif biográfico e lista maneirinha recheada de gifs no Buzzfeed.

Demais candidatos, se vocês quiserem falar com a web, precisam fazer melhor do que uma selfie. Estou ansiosa pra ver quem vai ganhar a corrida nas eleições mais meméticas que este país já viu. Por enquanto, a Dilma saiu na frente.
E você, o que achou da Dilma usando o Buzzfeed em sua campanha online?

Leia Mais

Preciso do voto do povo e da graça de Deus’, diz Dilma em igreja de SP

Presidente participou de encontro de mulheres da Assembleia de Deus.
‘Não se esqueçam de orar por mim’, disse a cerca de 5 mil pessoas.

A presidente Dilma Rousseff em congresso da igreja Assembleia de Deus, em São Paulo (foto: Glauco Araújo/G1)
A presidente Dilma Rousseff em congresso da igreja Assembleia de Deus, em São Paulo (foto: Glauco Araújo/G1)

Glauco Araújo, no G1

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, disse nesta sexta-feira (8), durante discurso no Congresso Nacional de Mulheres das Assembleia de Deus Ministério de Madureira, em São Paulo, que precisa “do voto do povo e da graça de Deus”.

Dilma discursou dentro da igreja para uma plateia formada na maioria por mulheres evangélicas. Segundo a organização do evento, cerca de 5 mil pessoas estavam no local.

 “Acredito naqueles que creem, acredito no poder da oração. Espero que ao voltarem para suas casas, não se esqueçam de orar por mim. Preciso do voto do povo e da graça de Deus”, disse a presidente.

Em sua fala, a presidente ressaltou programas sociais de sua gestão e disse que o governo tem em comum com os evangélicos “a dedicação àqueles que mais precisam”.

“Com o Brasil sem Miséria, 22 milhões de pessoas cadastradas como miseráveis saíram da extrema pobreza. O governo corre atrás dessas pessoas. Apoiamos a busca ativa. Vocês, evangélicos, fazem isso também e encontram essas pessoas durante a evangelização que fazem”, afirmou.

A presidente também disse que, com parcerias entre governo e entidades civis, entre elas as igrejas, os benefícios podem chegar de forma mais rápida à população pobre. Para ela, é preciso ter “humildade” para reconhecer o “trabalho de evangelização”.

“No semi-árido do país, nunca se construiu cisterna. Graças às parcerias com entidades diversas, nós chegamos a um milhão de cisternas instaladas. Há que ter a humildade política de reconhecer o trabalho de vocês, onde exercem a evangelização. Se nos unirmos, chegamos mais rápido”, disse.

Leia Mais

Dilma exige ter acesso antecipado aos capítulos de Império

Dilma ficou furiosa por não ter tido acesso prévio à barba de Edir Macedo
Dilma ficou furiosa por não ter tido acesso prévio à barba de Edir Macedo

Publicado impagavelmente no site da Piauí

RORAIMA – Satisfeita com o sucesso da operação que obteve acesso prévio às perguntas da CPI da Petrobras, Dilma Rousseff anunciou a criação do Ministério da Presciência. “Tive acesso às demandas prévias do PMDB e criei a nova pasta com 281 cargos comissionados, 99 conselhos e 3.400 órgãos colegiados”, antecipou a mandatária.

Como primeira medida, Dilma exigiu ter acesso prévio a todos os capítulos da novela Império. “Preciso me preparar para debater a atuação desse menino Chay Suede, o beijo gay do José Mayer e as maldades da Regina Duarte”, explicou, enquanto assistia à terceira temporada de House of Cards.

Em contrapartida, Aécio Neves entrou na Justiça exigindo ter acesso prévio às próximas denúncias. “Fiquei sabendo dessa história do aeroporto pela imprensa!”, reclamou.

Leia Mais