Arquivo da tag: entretenimento

30 anúncios com animais que vão fazer você repensar seu estilo de vida

publicado no Hypeness

Cada vez mais anúncios relacionados ao meio ambiente e aos animais se destacam na publicidade. Com uma linguagem que aborda questões globais, que não são fáceis de resolver, as propagandas sugerem que mudemos nossos hábitos negativos, refletindo para uma mudança de comportamento positiva.

Nestes 30 anúncios, o foco gira em torno de conscientizar a humanidade quanto ao aquecimento global, animais de rua e o cruel abuso de animais para entretenimento, comida, roupas e cosméticos.

As imagens são poderosas e têm como objetivo principal reeducar as pessoas para que possamos fazer do planeta Terra um lugar melhor para todos. Dá uma olhada:

1. Animais não são palhaços

anuncio-animal

anuncio-animal-2

2. A cada 60 segundos, uma espécie morre. Cada minuto conta.

anuncio-animal-5

anuncio-animal-3

anuncio-animal-4

3. Imagine que isto é seuanuncio-animal-6

4. O que na Terra estamos fazendo com nosso planeta?

anuncio-animal-8

anuncio-animal-9

5. Horripilante X Mais Horripilante

anuncio-animal-10

anuncio-animal-11

anuncio-animal-12

6. Ajude-nos a combater os efeitos dos testes em cosméticos

anuncio-animal-14

anuncio-animal-13

7. Sacos de plástico matam

anuncio-animal-15

8. Zoológico de Zurich: mais espaço para os grandes

anuncio-animal-16

9. O que será necessário antes que respeitemos o planeta?

anuncio-animal-17

anuncio-animal-18

10. Salve o rinoceronte: nada do que fazemos irá trazê-los de volta

anuncio-animal-19

anuncio-animal-20

11. Pare o abuso

anuncio-animal-21

anuncio-animal-22

12. Última refeição: adotar um cachorro é tirá-lo do corredor da morte

anuncio-animal-23

anuncio-animal-24

13. Você esta olhando para todos os dugongos (espécie animal) que existem na África

anuncio-animal-25

anuncio-animal-26

14. Padrões de costura

anuncio-animal-28

Continue lendo

Bilionário Carlos Slim defende jornada de 3 dias por semana. O que você acha da ideia?

O segundo homem mais rico do mundo acredita que uma jornada de trabalho menor pode tornar os empregados mais produtivos

Publicado na Época

O bilionário mexicano Carlos Slim, em foto de 2013 (foto: LatinContent/Getty Images)

O bilionário mexicano Carlos Slim, em foto de 2013 (foto: LatinContent/Getty Images)

O mexicano Carlos Slim sabe fazer dinheiro. Aos 74 anos, ele é dono de uma das maiores empresas de telecomunicação e figura na lista da Forbes como o segundo homem mais rico do mundo – uma fortuna de US$ 79,2 bilhões, atrás apenas de Bill Gates. É natural, portanto, que suas opiniões sobre a organização no trabalho atraiam a atenção. Na semana passada, Slim deu uma palestra em Assunção, no Paraguai, e defendeu uma mudança completa na forma como encaramos nossa jornada de trabalho. Para o magnata mexicano, três dias de trabalho por semana são o suficiente.

Slim participou da conferência Growing Together – States and Enterprises, ao lado de empresários e lideranças de toda a América Latina. De acordo com o Financial Times, Slim disse na conferência que uma jornada de trabalho menor pode gerar riquezas e tornar os empregados mais produtivos. “Com três dias de trabalho por semana, nós poderemos ter mais tempo para relaxar, mais qualidade de vida. Ter quatro dias de folga seria muito importante para criar novas formas de entretenimento e outras maneiras de se manter ocupado”, disse.

Slim não defende a mudança por acaso. Ele está preocupado com os desafios que o aumento da expectativa de vida traz para a economia. Atualmente, as pessoas começam a se aposentar aos 50 ou 60 anos, dependendo do país. Mas com o aumento da expectativa de vida, elas poderiam trabalhar por mais tempo. Slim sugere que as pessoas trabalhem menos dias, mas que se aposentem mais tarde. Sua sugestão de jornada é a seguinte: de 10 a 11 horas por dia, mas apenas três dias por semana, e esticar a idade da aposentadoria para 75 anos.

O bilionário mexicano pode colocar suas ideias na prática e ver se elas realmente funcionam. Segundo ele, a Telmex, empresa onde é CEO, criou um tipo de contrato específico para que pessoas trabalhem quatro dias por semana. No entanto, ele não pretende seguir a risca seu conselho sobre a idade de aposentadoria. Aos 74 anos, ele não pensa em parar de trabalhar.

E se Game Of Thrones fosse Casos De Família?

Publicado no BuzzFeed

Tyrion x Cersei

Ser o irmão menor é sofrer na mão dos mais velhos.

enhanced-buzz-32671-1400636579-4

 

 

 

 

 

 

Lysa Arryn x Catelyn Stark x Sansa Stark x Littlefinger (ufa)

Climão manero em todos os almoços de domingo

enhanced-buzz-16351-1400636523-25

 

 

 

 

 

 

Daenerys x Daario

Hoje eu vou pro baile procurar o meu campeão.

enhanced-buzz-14123-1400636464-17

 

 

 

 

 

 

Selyse x Melisandre

Amiga fura-olho: todo mundo tem.

enhanced-buzz-14323-1400636394-8

 

 

 

 

 

 

Hound x Montanha

Não há amor fraternal que resista a um jogo de queimada no sentido literal.

enhanced-buzz-28195-1400636298-5

 

 

 

 

 

 

Ana Paula Padrão acha Rachel Sheherazade “um perigo”

anapaulapadraoMauricio Stycer, no UOL

Longe da televisão há um ano, desde que deixou a Record, Ana Paula Padrão foi a entrevistada da estreia de um novo quadro do “CQC”, da Band, chamado “50 perguntas”.

Muito à vontade, a jornalista só fugiu de uma pergunta (“Dilma ou Aécio?”), por entender que seria uma declaração de voto. Ironizou uma das questões (“Jornal da Record” ou “Jornal Nacional”?), observando: “Que falta de auto-estima! ‘Jornal da Band’, né?”. Classificou Rachel Sheherazade, do SBT, como “imatura e bem intencionada, ou seja, um perigo”, disse que não pretende voltar a apresentar um telejornal, cantou “She”, se disse “liberalíssima” em política, “mais liberal ainda” na cama e, rindo muito, lembrou de sua maior gafe: chamou o “Jornal da Record” de “Jornal da Globo” na estreia dos Jogos Olímpicos de Londres. Vale a pena ver.

 

Petição pede para Obama intervir na contratação de Ben Affleck como Batman

Ben Affleck; John Goodman; Kyle Chandler; Barry Livingston; Tate Donovan; Alan Arkin; Victor Carber; Scoot McNairy, Rory Cochran

Publicado na Folha de S. Paulo

contratação de Ben Affleck, 41, como Batman continua repercutindo negativamente na internet.

Além dos abaixo-assinados já criados, um fã do super-herói resolveu pedir para Obama intervir na situação.

Ele criou uma petição no site da Casa Branca, pedindo para que o presidente americano torne ilegal a contratação.

“Nós pedimos à administração Obama que torne ilegal o Ben Affleck interpretar o Batman (ou qualquer outro super-herói) pelos próximos 200 anos”, diz o texto.

“Somos americanos preocupados, que se importam com seus heróis da ficção, muitas vezes mais do que com seus heróis verdadeiros”, argumenta.

“Tenho certeza de que o senhor Affleck é um cara bacana, mas tem um grande histórico de arruinar filmes que ele não estrela, dirige, produz e até faz o catering sozinho.”

“Batman é um cientista, você pode ser um herói”, finaliza.

A petição, postada na sexta-feira (23), foi apagada do site, que alegou que o criador violou os termos de participação.