Conteúdo marcado como esperança

A vida, um sono ligeiro

A vida, um sono ligeiro
Ricardo Gondim Passamos rapidamente. Nem nos damos conta de que estamos perigosamente próximos da última curva. Nossos passos largos diminuem e caminhamos vagarosos. Nossa voz adquire o timbre dos idosos. A mão, que outrora assinava o nome com firmeza, não custa a tremer. Não tarda, precisamos de que alguém nos ajude a levantar e deitar. Somos como a flor do campo que floresce pela manhã e murcha no crepúsculo. Como um […]

Por que tem tanta gente com uma tatuagem de um ponto e vírgula?

Por que tem tanta gente com uma tatuagem de um ponto e vírgula?
Conheça o Project Semicolon Publicado na Galileu Não sei você, mas nas minhas voltas pela internet percebi uma popularização de uma tatuagem inusitada: um ponto e vírgula. Investigando a tendência, o pessoal do Upworthy descobriu a história incrível por trás da moda – o The Semicolon Tattoo Project (semicolon é ponto e vírgula em inglês), que nasceu de uma movimentação nas redes sociais em 2013. É um movimento que, de […]

Frei Betto: É hora de esperança

Frei Betto: É hora de esperança
Com meros protestos não sairemos dessa depressão cívica. Há que ter propostas Frei Betto, em O Dia Online A Operação Lava Jato presta excelente serviço à nação. Leva corruptores à cadeia e traz à luz bilionárias somas de recursos públicos destinadas a favorecer interesses privados. Mas por que a Lava Jato é um samba de uma nota só? Será que houve corrupção apenas no governo do PT? E por que […]

Desesperança brasileira

Desesperança brasileira
Frei Betto, em O Dia O brasileiro anda desesperançado. A frustração se mescla ao rancor. Ninguém sabe dizer o que será deste país nos próximos anos. Diante da falta de perspectiva histórica e de protagonismo alternativo, o debate político baixou do racional para o emocional. Haja palavrão e carência de razão! A terceirização ameaça esgarçar ainda mais os direitos trabalhistas (e se não ameaça, como afirmam seus defensores, por que […]

O dia em que conversei comigo mesmo

O dia em que conversei comigo mesmo
Ricardo Gondim Em meio à névoa ruça do banheiro me deparei com um vulto. Ele apareceu refletido no espelho; parecia marcado por rugas prematuras. Fechei a torneira do chuveiro com pressa. Tomado por uma coragem súbita, questionei o homem. – Quem é você? O que faz aqui? – Eu sou você, respondeu com autonomia. – Preciso lhe falar. Perturbei-me com o seu aspecto. Ele se parecia com a imagem que guardei […]