Arquivo da tag: evangélicos

Coligações correm atrás de ‘votos evangélicos’ em Manaus e ganham apoio de pastores

Publicado no Em Tempo online

O pastor e empresário Cícero Lima (PSDC), ex-vice do prefeiturável Sabino Castelo Branco (PTB) no primeiro turno,  anunciou nesta segunda-feira (15) seu apoio à coligação ‘O Futuro é Agora’, encabeçada por Artur Neto (PSDB) e Hissa Abrahão (PPS).

Durante o anúncio, Cícero justificou seu apoio, afirmando que sua ideologia cristã vai ao encontro do único candidato realmente cristão no segundo turno, Arthur Neto.

Na coletiva, o pastor ainda aproveitou para ‘alfinetar’ a candidata Vanessa Grazziotin (PCdoB), dizendo que sua propaganda eleitoral traz muitas inverdades, como o fato de estar usando a boa-fé dos fieis para angariar votos, já que ‘nem mesmo acredita em Deus’.

“Os comunistas são assim mesmo. Definitivamente, não posso apoiar uma candidatura que tende a perseguir os cristãos”, disse.

Apoio

Por outro lado, também nesta segunda (15), a coligação ‘Melhor pra Manaus’, liderada por Vanessa e Vital Melo (PT) ganharam o apoio de outro pastor, o radialista Ivo de Assis (PRB), ex-vice na chapa de Pauderney Avelino (DEM).

“O voto dos religiosos é muito importante. Nós somos cristãos e acreditamos na fé das pessoas de bem. A Vanessa [Grazziotin] pode contar comigo”, disse o pastor.

Evangélicos roubam mulheres em Contagem (MG) e dizem que praticaram crime por necessidade

Tabata Martins, em O Tempo online

Dois evangélicos, de 16 e 20 anos, foram detidos depois que roubaram duas mulheres na madrugada desta terça-feira (16) em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas, de 24 e 30 anos, foram abordadas em um ponto de ônibus da avenida Tito Fulgêncio, no bairro Jardim Industrial.

Com a mão embaixo das blusas como se estivessem armados, os evangélicos surpreenderam as mulheres, que foram obrigadas a entregar as bolsas com dinheiro, celulares e documentos. Após o assalto, as vítimas viram uma viatura policial e pediram ajuda.

Durante rastreamento, a dupla foi encontrada a três quarteirões do local do crime. Com um dos suspeitos, os militares encontraram o celular de uma das mulheres. Os outros pertences roubados foram localizados escondidos em um canto da rua.

Conforme a PM, os assaltantes não tinham passagem pela polícia e afirmaram que praticaram o assalto por questão de necessidade. “Os detidos me falaram que são evangélicos e muito religiosos. Segundo eles, o assalto foi praticado por precisarem de dinheiro”, conta o sargento Amauri Rodrigues de Oliveira da 43ª Companhia do 39º Batalhão.

A dupla foi encaminhada à 6ª  Seccional.

Feira cristã em SP traz urna antifurto e Bíblia a R$ 1,99

Giovana Sanchez, no G1

11ª Expocristã abre nesta terça-feira (25), no Anhembi, em São Paulo.
Ingresso custa R$ 10; entrada é livre para pastores, lojistas e livreiros.

‘Salva blindada’ custa R$ 50 no varejo (Foto: Divulgação)

No começo deste ano, uma igreja cristã brasileira procurou a empresa Pão da Vida e pediu ajuda para solucionar um problema: desconfiavam que furtos nas urnas de coleta de dinheiro reduziam muito a arrecadação da matriz. Para evitar a “tentação” no contato com o dinheiro, a Pão da Vida desenvolveu um coletor antifurto. A “salva blindada” tem cerca de 50 cm de profundidade por 19 cm de diâmetro, custa R$ 50 no varejo e é um dos destaques da 11ª edição da Expocristã, feira de produtos e serviços para cristãos, que ocorre de 25 a 30 deste mês no Anhembi, em São Paulo.

Segundo Willian Dumont, diretor do Grupo Pão da Vida, a urna antifurto é uma necessidade do mercado. “Há duas formas de explicar [a demanda]: existe o pastor que quer inibir o mau impulso dos membros, pois não é porque se está na igreja que a pessoa não sofre tentações, e estavam acontecendo furtos, tanto de membros, obreiros, quanto de fiscais.”

Estande da Kings Cross Publicações, ainda em montagem na tarde de segunda-feira (Foto: Giovana Sanchez/G1)

A feira tem 315 expositores e deve movimentar, segundo os organizadores, R$ 50 mil em negócios diretos. Além de lançamento de livros e CDs para o público segmentado, o evento terá o lançamento oficial do primeiro longa-metragem evangélico a sair em circuito nacional. “Três histórias, um destino” foi todo rodado nos Estados Unidos, é falado em inglês e tem apenas uma atriz brasileira, Lu Aloni.

Segundo o diretor executivo da Graça Filmes, produtora do missionário R.R. Soares, também fundador da Igreja Internacional da Graça, a opção por filmar nos EUA é a possibilidade de público fora do Brasil. “Queríamos ter um conteúdo que pudesse alcançar outros territórios além do Brasil”, diz Ygor Siqueira.

O filme é baseado no livro de mesmo nome escrito por R.R. Soares em 2004. “Como o livro foi escrito para a realidade brasileira, tivemos que adaptar a história, e agora vamos relançar a obra. Tem a mesma mensagem, mas é com a realidade americana”, diz Siqueira.

Saia para evangélicas da Quinta da Glória
(Foto: Divulgação)

Dama evangélica

Outros segmentos presentes na feira é o de seguros e o da moda. A Mafre oferece produtos exclusivos para igrejas e fiéis, como seguro de templos e descontos exclusivos no seguro de vida e de carro.

Já no ramo do vestuário, a marca Quinta da Glória, criada pela designer Mara Jager em 2009, traz roupas exclusivas para evangélicas. “Procuro respeitar os padrões cristãos das saias médias e longas. O Brasil é muito quente e tudo é muito curto, sem mangas, que muitas vezes expõe o corpo de maneira vulgar. A ideia é oferecer para ela um vestido feminino, com o comportamento de uma dama. Infelizmente, a mulher caiu no estereótipo da saia jeans e look evangélico. Eu mesma não queria me vestir de acordo com esse modelo.
Surgiu daí a oportunidade, de ver a dificuldade da minha mãe e da minha família em se vestir de maneira elegante.”

dica da Fabiana Zardo

Carol Celico descarta rótulo de ‘santa’ em ensaio ousado e diz que não frequenta a Igreja

Publicado originalmente no UOL

Carol Celico ‘limpa o salão’ em foto de ensaio. Ela descarta o rótulo de certinha e diz que tem ‘crises’

Desde que se casou com Kaká e passou a ser conhecida pelo grande público, Caroline Celico ficou conhecida pela devoção à Igreja e a pose de ‘certinha’. Hoje, ela quer mudar essa imagem. A mulher do craque brasileiro posou para um ensaio ousado na revista RG, descartou o rótulo de santa e disse que não frequenta mais rituais religiosos.

Carol e Kaká eram os fieis mais conhecidos da Igreja Renascer e não escondiam a forte ligação com os fundadores. Desde que o casal anunciou seu desligamento da entidade, ela diz que só faz suas orações em casa e lê a Bíblia sozinha.

“Não me considero evangélica porque eu acredito que a única coisa que me liga a Deus é Jesus. Acabei me envolvendo numa doutrina religiosa e quando vi estava amando mais o local físico da igreja do que Deus realmente. Fazia as coisas para agradar aos outros, achando que assim estaria agradando a Deus. Eu não comungo mais dessas ideias”, afirmou à revista.

No entanto, diz que não se arrepende. “Hoje eu faria de outra maneira, mas acredito que todas as coisas acontecem para nos levar para algum lugar melhor. Sou como sou porque passei por alguns episódios traumáticos e outros muito bons. Mas sou curiosa e continuo superaberta a novas ideias”, explica.

Filha da diretora da Dior no Brasil, Rosangela Lyra, e do empresário Celso Celico, Carol se casou com o jogador em 2005. Os jovens logo se mudaram para Milão, onde o meia atuou pelo Milan, e hoje vivem na capital espanhola onde Kaká defende as cores do Real Madrid. Os dois têm dois filhos: Luca, de 3 anos, e Isabella, de um.

Apesar da fama que carrega de ‘mulher perfeita’, Carol diz que nunca quis passar a imagem de santinha. Na revista RG, ela aparece em poses ousadas, com decote e até ‘limpando o salão’ em uma brincadeira com uma camiseta.

“Eu tenho minhas crises! As pessoas acham que tudo é perfeito e falam que eu estou sempre impecavelmente arrumada. Gente, eu não vou postar nas redes sociais uma foto minha feia, mas, sim, quando estou maquiada! Também não vou mostrar imagem minha e do Kaká brigando!”, argumentou.

Apesar de ter nascido em ‘berço de ouro’ e de ter como prioridade a criação dos filhos, Carol não deixa de trabalhar. Já fez cursos de culinária, de moda e lançou um CD gospel, que ela considera ser pop.

O novo projeto está ligado ao empreendedorismo. A ‘senhora Kaká’ vai abrir uma franquia de uma loja espanhola para bebês, em São Paulo. A loja venderá produtos naturais, artigos de higiene para bebês e brinquedos lúdicos, além de incluir aulas de estimulação para crianças de 3 a 8 anos de idade.

“Minha vida está aqui, sou apaixonada pela cidade. Vou ficar indo e vindo. Kaká já está numa idade de projeção de futuro diferente e temos planos de voltar para Brasil”, revelou.