Arquivo da tag: ex-mulher

Com pai internado, Lívian Aragão vai a culto evangélico

Lívian ao lado do namorado em culto (foto: Xande Nolasco)

Lívian ao lado do namorado em culto (foto: Xande Nolasco)

Publicado no Extra

Filha caçula de Renato Aragão, Lívian Aragão, 15 anos, tirou a noite de domingo para ir a um culto evangélico na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

A adolescente está frequentando o Soul Church, igreja protestante que tem a ex-mulher de Romário, Danielle Favato, como pastora.

Lívian foi orar ao lado do namorado, Nicolas Prattes. Bem disposta, ele pediu pela saúde do pai. A mãe de seu namorado, Giselle Prattes, também estava na igreja _ ela é cantora gospel. Marcus Menna, ex-líder do LS Jack que foi recentemente batizado na mesma religião, também foi ao culto.

Renato Aragão voltou a ser internado no hospital Barra D’Or na tarde de sábado, 22, com febre alta. A equipe médica constatou que ele está com infecção urinária e ficaria em observação até segunda, 24, sendo medicado com antibióticos.

No sábado anterior, ele sofreu um infarto e ficou internado até quarta, 19, quando voltou para casa.

Lívian Aragão e o namorado (foto: Picasa / Xande Nolasco)

Lívian Aragão e o namorado (foto: Picasa / Xande Nolasco)

li3li4

A banda da sogra de Lívian (foto: Picasa / Xande Nolasco)

A banda da sogra de Lívian (foto: Picasa / Xande Nolasco)

Marcus Mena, ex-LS Jack, que foi recentemente batizado na religião (foto: Picasa / Xande Nolasco)

Marcus Mena, ex-LS Jack, que foi recentemente batizado na religião (foto: Picasa / Xande Nolasco)

Americano coloca ex-mulher à venda por US$ 10 em liquidação

Anúncio da e ex-mulher à venda foi feito para atrair mais compradores para a liquidação que um americano fez de seus objetos usados

publicado no UOL

Um homem resolveu colocar um anúncio vendendo a ex-mulher para chamar a atenção de compradores para a liquidação que estava fazendo em seu jardim em La Mesa, na Califórnia.

O anúncio, feito em um papelão, dizia: “Vende-se ou aluga-se ex-mulher! Tudo seu por US$ 10,50”.

O homem, cujo nome não foi revelado, disse ao programa 10 News, da ABC, que a ideia partiu de um amigo, que também cuidou da “produção” do anúncio.

No entanto, ele não revelou se a oferta ajudou a aumentar as vendas. As informações são do jornal “Huffington Post”.

 

Homem ganha R$ 200 mil na TV e gasta tudo em 4 meses para não dividir com ex

publicado no F5

O inglês Scott Brown, 33, ganhou R$ 200 mil em um programa da televisão britânica, “Deal or No Deal”, e decidiu não dar um tostão para a mulher, de quem estava separado.

Ele tinha apenas quatro meses, antes de o programa ir ao ar, para torrar o dinheiro.

Brown disse que primeiro usou R$ 60 mil para quitar débitos dele e da mulher, Rachel, 29, com quem tem dois filhos, de seis e dois anos. Ele ainda reservou R$ 8.000 para cobrir gastos com o divórcio, além de comprar roupas, brinquedos e objetos para os filhos.

O resto, admitiu ao jornal “Daily Mail”, ele gastou se divertindo. Comprou um iPad, passou férias no México e comprou um Jaguar usado.

A última parte do dinheiro ele usou dias antes de seu próprio prazo, 21 de agosto, para pagar um curso de eletricista e começar uma nova carreira.

Como ele já havia suspeitado, a mulher, que havia pedido a separação no Natal do ano passado, após conhecer um caminhoneiro na internet, pediu parte do dinheiro quando assistiu o marido ganhá-lo na televisão.

Ela entrou na Justiça com um pedido de parte da pequena fortuna ganha pelo marido.

Um juiz determinou na quinta-feira passada que Brown escreva uma carta detalhando como gastou a quantia. Ele ainda foi impedido legalmente de continuar gastando e manter o dinheiro –ou o que havia sobrado dele– parado até que o caso se resolvesse.

Após ser ouvido no tribunal, Brown disse ao jornal como participar do programa mudou sua vida.

“Fiquei superfeliz de ganhar aquele dinheiro. Eu soube que Rachel poderia querer parte dele e eu decidi: ‘Ela não vai ganhar um tostão’.”

O homem contou que a mulher disse no ano passado que não o amava mais e que, na época que participou do game show, ele havia saído de casa e estava dormindo no chão na casa de seus pais.

“Como ela pode ter direito sobre esse dinheiro? Minha vida foi arrasada, não posso ver meus filhos todos os dias e perdi tudo que construí nos últimos onze anos”, disse.

Ex-mulher acusa pastor Marcos Pereira, da Assembléia de Deus dos Últimos Dias, de estupro

O pastor Marcos Pereira é acusado pela ex-mulher de estupro, em depimento na Delegacia de Combate às Drogas (Dcod)
O pastor Marcos Pereira é acusado pela ex-mulher de estupro, em depimento na Delegacia de Combate às Drogas (Dcod)

Paolla Serra, no Extra

A ex-mulher do pastor Marcos Pereira da Silva acusa o líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias de estupro. No depoimento que deu à Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), no último dia 9, Ana Madureira da Silva, de 58 anos, conta que morou com o religioso até 1998 e que, numa ocasião, ele “entrou em casa, trancou as portas e fez sexo à força” com ela. O documento consta no inquérito que apura as acusaçõs do coordenador do Afroreggae José Junior contra Marcos Pereira.

De acordo com o depoimento, Ana Madureira conta que os dois se casaram em 1989, quando ainda não eram evangélicos. Cinco anos depois, Marcos passou a frequentar cultos e criou um “ponto de pregação” em casa, onde eram realizados cultos às segundas-feiras. Antes do abuso sexual acontecer, Ana Madureira teria tido, segundo ela, “uma visão do Anjo do Senhor que avisava que o pastor Marcos iria estuprá-la para que engravidasse” e, posteriormente, lhe acusasse de adultério. Eles têm dois filhos juntos.

Procurado pelo EXTRA, a ex-mulher do pastor Marcos Pereira não quis comentar as informações que deu à polícia. O líder da Assembléia de Deus dos Últimos Dias também não quis comentar as acusações. Seu advogado, Sérgio Júnior, informou que ainda não teve acesso aos autos e as acusaçõs da ex-mulher são difamantes:

- A Justiça será feita e a inocência do meu cliente será provada. A verdade é a vida, Aleluia!

A delegada Valéria Aragão, titular da Dcod, informou que, embora crimes sexuais não façam parte da sua investigação, ela está encaminhando os depoimentos com essas acusações para as Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam). O foco do inquérito é apurar o suposto envolvimento do pastor com tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

- Em nenhum dos depoimentos, as testemunhas falam em violência, ameaça, coação, apenas em sedução. Todos há cerca de oito anos atrás – explica

Foto: Fabiano Rocha / Extra