Declarações de amor no Facebook tornam você chato

foto: flickr.com/dgjones
foto: flickr.com/dgjones

Carol Castro, no Ciência Maluca

Impopular com os outros – a ponto de excluírem você do feed de notícias. Porém, feliz no amor.

É o que diz uma pesquisa americana. Benjamin Lee, professor de psicologia do Harverford College, e sua equipe entrevistaram 200 usuários de Facebook para saber como estava o namoro deles. Os voluntários também permitiram acesso ao perfil deles na rede. Em seguida, uma equipe de pesquisadores avaliou essas páginas e julgou a felicidade do casal. E perceberam o óbvio: quanto mais fotos juntos e declarações de amor, mais feliz e unido o casal parece (e, segundo as entrevistas, esse pessoal estava mesmo mais satisfeito com o relacionamento).

Num segundo momento, os pesquisadores criaram páginas falsas na rede social, cheias de atualizações e fotos, e pediram a 100 voluntários para avaliar o conteúdo dos perfis. E, ok, mais uma vez eles julgaram os casais melosos como os mais felizes. MAS também acharam o perfil desse pessoal muito mais chato… principalmente daqueles que postavam MUITAS selfies a dois, cheios de <3  e declarações.

Era de se esperar, não? Excesso de qualquer coisa sempre enche o saco.

Leia Mais

Facebook faz estudo ‘secreto’ para entender emoções de usuários

Pesquisa modificou modo como 600.000 pessoas visualizam conteúdo na rede. Resultado: humor varia de acordo com textos, fotos e vídeos compartilhados

Pesquisa indica que emoções demonstradas por outras pessoas na rede podem influenciar nossas opiniões (foto: Dado Ruvic/Reuters)
Pesquisa indica que emoções demonstradas por outras pessoas na rede podem influenciar nossas opiniões (foto: Dado Ruvic/Reuters)

Publicado na Veja on-line

Os textos, fotos e vídeos compartilhados por seus amigos no Facebook podem mudar seu humor. Essa é a constatação de um estudo “secreto” realizado com mais de 600.000 pessoas selecionadas aleatoriamente que acessam a rede social em inglês. A pesquisa, feita em parceria entre funcionários da equipe de dados da rede social e pesquisadores das Universidades da Califórnia e Cornell, nos Estados Unidos, chamou a atenção neste domingo de usuários da internet: seria ético manipular informações para compreender reações dos seres humanos? A discussão está na rede —, mas é importante observar: a criação de pesquisas acadêmicas com usuários da maior rede social do planeta é uma prática comum e legal, de acordo com os termos de privacidade do serviço.

Segundo o estudo, publicado na última edição da revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, o Facebook mudou propositalmente, entre os dias 11 e 18 de janeiro de 2012, os conteúdos que seriam exibidos na linha do tempo do universo de pesquisa selecionado. Para tanto, formaram-se dois grupos: uma parte só iria acompanhar conteúdos considerados positivos e, a outra metade, assuntos negativos. Ao todo, mais de 3 milhões de conteúdos e 122 milhões de palavras foram analisadas.

O experimento apontou que pessoas são contagiadas emocionalmente ao conferir o status de seus amigos na rede social: posts considerados positivos produzem felicidade, enquanto os negativos induzem sentimentos depressivos. “Há uma espécie de contágio emocional”, diz o estudo. “O resultado indica que as emoções demonstradas por outras pessoas podem influenciar nossas opiniões”, finaliza.

A pesquisa, disponível na rede há mais de três meses, ganhou a atenção de muitos usuários da rede social depois dos questionamentos das publicações americanas Slate e The Atlantic. Apesar de a produção de artigos acadêmicos relacionados à rede social ser uma prática comum da empresa, houve o questionamento ético: “devemos manipular informações para compreender as reações dos seres humanos?”, questiona a The Atlantic.

Susan Fiske, professora da Universidade de Princeton que editou o artigo para publicação, admitiu preocupação ao aprovar o conteúdo. “Entramos em contato com os autores, mas o conselho aceitou pelo simples fato de que o Facebook faz muitas modificações em seu algoritmo para aprimorar a experiência do usuário na rede social”, finalizou. Procurado pela reportagem de VEJA.com, o Facebook ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

Leia Mais

Americano garante que deixou de ser gay ao mudar alimentação

Ativista antigay e membro do Partido Republicano, Jeremy Schwab afirma que certos alimentos substituem os “pecados sexuais” que o “impediam de ficar com as calças”

Publicado no IG

Divulgação Jeremy Schwab, ex-gay que prega cura com almentação
Divulgação
Jeremy Schwab, ex-gay que prega cura com almentação

Ator aposentado, o americano Jeremy Schwab garante que deixou de ser homossexual depois de ter mudado sua alimentação.  Criador da organização Joel 2:25 International e filiado ao Partido Republicano, ele propõe a criação de uma lei que permita nos Estados Unidos um processo de ‘cura gay’ por meio da alimentação.

“Eu escrevi uma nova proposta de plataforma ao Partido Republicano e ela foi aprovada. Ele protege a liberdade de expressão, liberdade de religião, e o direito de autodeterminação”, defendeu Schwab, em mensagem no seu perfil no Facebook.

Nos EUA, praticas de “reversão de homossexualidade” são proibidas. Embora não dê detalhes sobre a tal dieta, Schwab afirma que certos alimentos substituem os “pecados sexuais” que o “impediam de ficar com as calças”.

Schwab não divulga fotos atuais suas porque não quer se render a vaidade depois ter “encontrado o senhor”. Ativista antigay, ele defende que lei entenda qualquer um que queira “deixar de ser gay”. “Trata-se de permitir que um terapeuta possa trabalhar com um cliente que procura voluntariamente a mudança”, argumento o ex-ator.

Leia Mais

Projeto de Lei em Fortaleza propõe leitura obrigatória da Bíblia em Escolas Públicas e Privadas

O Vereador Mairton Felix alega que o projeto é para benefício de toda a coletividade, pois as escolas terão desta vez a melhor forma de conhecer a palavra de Deus

Ylena Luna, no JusBrasil

A notícia foi dada pelo próprio Vereador nas redes sociais:

Projeto de Lei em Fortaleza prope leitura obrigatria da Bblia em Escolas Pblicas e Privadas

A nossa Carta Magna determina:

Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o ensino fundamental, de maneira a assegurar formação básica comum e respeito aos valores culturais e artísticos, nacionais e regionais.

§ 1º – O ensino religioso, de matrícula facultativa, constituirá disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental.

Como supracitado, a constituição estabelece o ensino religioso como facultativo, respeitando os valores culturais e artísticos, nacionais e regionais.

Entretanto Vossa Senhoria, o Vereador Mairton Felix, tenta descaraterizar a “religiosidade” do seu Projeto de Lei invocando o Inciso VII do Artigo da Constituição Federal:

Projeto de Lei em Fortaleza prope leitura obrigatria da Bblia em Escolas Pblicas e Privadas

O Vereador alega que o Projeto de Lei 0179/2014 tem finalidade educativa e em nada contrapõe o Estado Laico:

Projeto de Lei em Fortaleza prope leitura obrigatria da Bblia em Escolas Pblicas e Privadas

Confira o Projeto de Lei 0179/2014 na íntegra

O mais impressionante é a sinceridade e o orgulho demonstrado pelo Vereador! Se o alegado na justificativa do Projeto de Lei for realmente verdade, como se explicaria o post do Vereador nas redes sociais?

Projeto de Lei em Fortaleza prope leitura obrigatria da Bblia em Escolas Pblicas e Privadas

Talvez eu esteja me precipitando no meu julgamento, entretanto deixo para vocês me dizerem se eu entendi alguma coisa errada. Não sou especialista, sou apenas uma estudante que procura estar ciente dos seus direitos e deveres.

 

Leia Mais

As 21 contas de Instagram mais criativas de 2013

publicado no Hypeness

É impressionante ver como algumas pessoas usam as possibilidades da internet de forma criativa e inovadora. E como estamos em tempo de balanços, com o final de ano chegando, quisemos mostrar pra você o que de melhor se fez no Instagram, uma das redes sociais mais populares do momento, mas também onde mais utilizadores publicam as mesmas coisas.

Veja 21 contas incríveis e se inspire pra 2014:

1. Alexis Dias

instagram-Alexis-Diaz

Arte em Porto Rico de tirar o fôlego.

2. Basma Amin

instagram-Basma-Amin

Ilustrador da Arábia Saudita e seus traços peculiares encantadores.

3. Darryll Jones

instagram-Darryll-Jones

Fotógrafo do Reino Unido clica seus brinquedos favoritos em habitats naturais.

4. Emily Blincoe

instagram-Emily-Blincoe

Do Texas, Emily gosta de cores organizadas, retratos e coleções interessantes.

5. Find Momo Andrew Knapp

instagram-Find-Momo-Andrew-Knapp

Andrew Momo e seu Border Collie: onde está Momo?

6. Junanto Herdiawan

instagram-Junanto-Herdiawan

O homem pássaro em Jacarta, Indonésia.

7. June J

instagram-June-J

Natureza deslumbrante fotografada e editada pelo iPhone de June J.

8. Kerstin Hiestermann

instagram-Kerstin-Hiestermann

Desenhos e colagens deliciosas pela alemã Kerstin.

9. -Lucía Muñiz Fernández

instagram-Lucía-Muñiz-Fernández

Fotógrafa espanhola produz retratos de moda inspirados nos anos 60.

10. Maddie and Theron

instagram-Maddie-and-Theron

Theron e seu cão vajam o mundo conhecendo pessoas e tirando fotos para o Instagram.

11. Murad Osmann

instagram-Murad-Osmann

O Fotógrafo Murad segue sua namorada, a modelo Natalia Zakharova ao redor do mundo.

12. Nick Gentry

instagram-Nick-Gentry

Artista inglês cria retratos com disquetes 3 1/2.

13. Nunoassis

instagram-Nunoassis

Arquiteto que vive em Macau na China fotografa a cidade instalando filtros geométricos.

14. Paypphones

instagram-Payphones

Dan Marker-Moore retrata a beleza da morte dos telefones públicos.

15. Red Hong Yi

instagram-Red-Hong-Yi

Artista e arquiteto da Malásia que gosta de pintar, mas não com pincel.

16. Rubble and Rock Angela

instagram-Rubble-and-Rock-Angela

Angela descreve-se como “cirurgiã do fruto em tempo parcial.

17. Simone Bramante

instagram-Simone-Bramante

Fotografias mágicas made in Italy.

18. Dilok Lak

instagram-Didio-Lak

Fotografia e colagem de Bangkok, Tailândia.

19. Ida Frosk

instagram-Ida-Frosk

A norueguesa Ida Frosk gosta de comer e brincar com a comida.

20. Alex Solis

instagram-Alex-Solis

Ilustrador de Chicago combina desenhos com objetos reais.

21. Rachel Ryle

Rachel Ryle surpreende com suas ilustrações animadas e encantadoras.

 

Leia Mais