Toda oração é linda

toda-oração-linda

Genetom Moraes Neto, no Facebook

Toda demonstração coletiva de fé é comovente. A passagem do Papa Francisco pelas ruas do Rio certamente terá cenas bonitas.

Independentemente de qualquer coisa, a opção do Papa pelo despojamento e por uma simplicidade franciscana já criou uma imagem simpática a ele – desde o primeiro dia.

Eu me lembro de duas cenas marcantes. Nunca me esqueci da aparição sorridente do recém-eleito Papa João Paulo I na sacada do Vaticano. Um onda de simpatia se espalhou em questão de horas pelo planeta ( hoje, seria em questão de segundos ). Trinta e três dias depois, ele estava morto.

E aquela imagem de João Paulo II se contorcendo em dores e tentando abençoar a multidão, numa janela da Praça de São Pedro ?

O citadíssimo Nélson Rodrigues escreveu uma vez: “Toda oração é linda. Duas mãos postas são sempre tocantes, ainda que rezem pelo vampiro de Dusseldorf”.

Disse tudo, em dezessete palavras.

Para ser sincero: minha fé é aérea. Quando estou em terra firme, sou devastado por dúvidas. Quando me aproximo do aeroporto, começo a me converter. Durante as turbulências, minha fé explode, fervorosa. Nestes momentos, comparado comigo, o Papa não passa de um reles ateu. De volta à terra firme, no entanto, meus embates teológicos comigo mesmo se reiniciam, ferozes. Um dia, se resolverão.

Sempre achei os ateus extremamente pretensiosos, porque se julgam donos de um conhecimento capaz de negar algo obviamente superior a todos nós : a força inexplicada que move a máquina do mundo. Que maquinação é esta que incendeia protóns, elétrons, átomos, energias ? Ninguém conseguiu até hoje produzir uma explicação indiscutível.

Os crentes também não me convencem, porque, na esperança de um dia serem salvos, passaram a acreditar cegamente em impossibilidades físicas e em dogmas cientificamente desmontáveis ( se não fosse assim, aliás, não seriam dogmas ) .

E o silêncio dos céus ? Numa bela passagem do livro O Nariz do Morto, o grande escritor ( católico ) Antônio Carlos Vilaça pediu às estátuas e aos crucifixos: “Falai !” :

“Ó paredes, dizei-me. “Eu quero a estrela da manhã !”. Dizei-me o endereço dela. Ó sala capitular, ó claustros, ó antifonários com iluminuras, ó sinos brônzeos, estatuazinhas , capitéis, afrescos, casulas, pesadas estalas, pedras, faces, madeiras e ouro, tapetes, cálices, relicários , retábulos e móveis, crucifixos e virgens, falai ! Um sussurro que nos chegue. Que monólogo é este, dia e noite entretido ? Sombras, sombras, sussurrai-me, segredai-me. Todo esse passado, esse peso, essa pátina, pureza, pecado”.

Por fim : por menor que seja, a fé é, sempre, uma vitória pessoal contra o silêncio. Quando demonstrada coletivamente, como acontecerá nos próximos dias no Brasil, jamais deixa de ser tocante.

A casa é sua, Francisco !

Leia Mais

Chef paulistano lança hóstia gourmet para visita do papa

Comer hóstia não-consagrada com chocolate amargo e doce de leite não é pecado, diz teólogo; nutricionista discorda

 Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite (Foto: Redação Vejasaopaulo.com )

Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite
(Foto: Redação Vejasaopaulo.com)

Publicado originalmente na Veja SP

Duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite. Por fim, banha-se tudo em mais chocolate. Falando assim, parece um pecado, mas o chef confenteiro Lucas Corazza pensou em outro nome para criação.

“Eu chamo de ghóstia, que é a hóstia com ‘gê'”, diz, emendando a explicação: “o ‘gê’ é de gourmet”.

De olho na visita do papa Francisco ao país, que começa na próxima segunda (22), o chef paulistano mostra no vídeo acima como é o preparo do seu doce de hóstia.

O elemento católico da receita, neste caso, não tem nada de sagrado.

As hóstias precisam ser consagradas para terem a simbologia religiosa e se tornarem “pão sagrado”, conforme explica o teólogo Valdex da Silva.

“Não tem nada que o diferencie de outros pães”, diz Silva, sobre o biscoito feito de água e farinha de trigo.

A nutricionista Carol Morais, do site Fale com a Nutricionista, vê a questão sob outro ângulo.

“Na verdade, a única coisa legal nesse docinho é o chocolate amargo, que é antioxidante”, afirma. Segundo ela, comer uma ghóstia “de vez em quando” é válido, “mas todo excesso é pecaminoso”.

Para quem não tem medo de ir para o inferno calórico, Corazza vende por encomenda suas receitas com bolachinhas empregadas na comunhão –cada uma sai por R$ 3,50. As encomendas podem ser feitas pela página do chef no Facebook.

Quem estiver interessado em criar sua própria receita com hóstias deve procurá-las em lojas de artigos religiosos ou confeitarias.

dica da Rina Noronha

Leia Mais

Cão de foto que comoveu o mundo morre aos 20 anos

Enquanto o cão cochila, John Unger conduz Shep no nado terapêutico Foto: Reprodução / Hannah Stonehouse Hudson
Enquanto o cão cochila, John Unger conduz Shep no nado terapêutico Foto: Reprodução / Hannah Stonehouse Hudson

Publicado originalmente no Extra

Morreu nesta quarta feira o cãozinho Schoep, de 20 anos, que ficou famoso no ano passado por uma foto compartilhada na internet. Na imagem, o animal aparece dormindo nos braços do dono, John Unger, num rio nos Estados Unidos. Na época, Unger explicou que o o bichinho sofria de artrite e só na água conseguia relaxar.

“Eu tento respirar mas não consigo. Schoep morreu ontem. Mais informações nos próximos dias”, anunciou Johh, nesta sexta-feira, pelo Facebook.

schoepO anúncio da morte de Schoep teve mais de 66 mil comentários em algumas horas. Os internautas deixaram mensagens de luto e de apoio a John. “Meu coração está partido. Eu sinto muito por sua perda. Schoep tive muita sorte de tê-lo para lhe dar uma vida tão maravilhosa. Você merece ser consolado sabendo que ele morreu feliz e amado por você”, escreveu a internauta Rose Kievit ao dono do cão.

Na imagem original, capturada pela fotógrafa Hannah Stonehouse Hudson, John Unger e Schoep aparecem abraçados, nadando tranquilamente no Lago Superior, em Wisconsin, nos Estados Unidos. John o levava, havia mais de um ano, para nadar no rio, o que aliviava as dores nas articulações causadas pela artrite.

cao-2

A fotógrafa publicou a imagem no Facebook e Schoep se tornou uma celebridade canina, após a foto ser compartilhada mais 214 mil vezes. John começou, então, uma campanha para arrecadar fundos e cuidar do cãozinho.

cao-3Segundo informações da revista Times, protetores de animais de todo o mundo doaram mais de R$ 50 mil para cobrir despesas veterinárias e medicamentos não só para Schoep, mas para outros cães idosos de famílias de baixa renda, que também necessitavam de um cuidado especial.

cao-1

Leia Mais

Bióloga Raquel Arouca: “Creio em um Deus criador, mas não sou criacionista”

debatemack

Alex Fajardo, no Facebook

Ontem (17) à noite no Mackenzie Campinas o debate “Fé e Ciência” rendeu. A mesa foi formada pelo mestre em História da Ciência Enézio Almeida e a bióloga e doutora em Entomologia Raquel Arouca.

Ambos os debatedores evangélicos em um Universidade Presbiteriana. Poderia ter sido um “debate” unilateral acerca do tema, até Raquel Arouca (foto) afirmar: “Eu creio em um Deus criador, mas não sou criacionista. Os criacionistas leem a Bíblia literal, como se fosse um artigo científico”.

No momento das perguntas, a primeira questão foi como ela conseguia ser evangélica, acreditar na Bíblia e não ser criacionista?

Ela respondeu: “Eu prefiro acreditar em um Deus muito mais criativo, inteligente e complexo do que o eu chamo de um deus fada que fez o mundo pronto. Por que não crer em um Deus que criou por meio de um processo, um processo mais longo, criativo e mais complexo?”

Leia Mais

Telexfree bloqueia acesso de divulgadores a escritório virtual

Acesso está bloqueado desde segunda (15) e divulgadores reclamam.
Empresa está proibida de realizar pagamentos e adesões pela Justiça.

Julgamento recurso Telexfree no Acre (Foto: Rayssa Natani / G1)
Julgamento recurso Telexfree no Acre (Foto: Rayssa Natani / G1)

Juliana Borges, no G1

O acesso ao escritório virtual do site da empresa Telexfree está bloqueado desde esta segunda-feira (15) e, dessa forma, os associados não conseguem visualizar seus ganhos. Um comunicado foi feito na página do Facebook da companhia. De acordo com o advogado Horst Fuchs, a medida precisou ser tomada porque hackers tentaram invadir o sistema. Ainda não há prazo para a situação se normalizar.

A Telexfree está sendo investigada por suspeita de pirâmide financeira, e desde o final de junho estão proibidos os pagamentos de comissões, bonificações e quaisquer vantagens oriundas da companhia aos divulgadores, além de novas adesões à rede, conforme decisão judicial. O descumprimento a qualquer das determinações pode gerar o pagamento de multa de R$100 mil por cada novo cadastramento ou recadastramento e por cada pagamento indevido.

O advogado explicou que o bloqueio do escritório virtual não tem ligação com decisão judicial. “Essa parte do portal continua bloqueada enquanto algumas medidas são tomadas pelos departamento de segurança e tecnologia de empresa. Hackers estavam tentando invadir o sistema e até que não esteja seguro, vamos manter como está, mas garantimos que os ganhos dos divulgadores continuam congelados”, disse.

Divulgadores
Com o bloqueio do escritório virtual, muitos divulgadores usaram a página da Telexfree do Facebook para reclamarem ou, ainda assim, apoiarem a empresa. Uma mulher escreveu que pretende sair da companhia. “Acabou! Pra mim não dá mais, chega de farsa Telexfree! Na hora entrar nessa pirâmide (…) foi muito rápido e agora na hora de me pagarem é uma novela mexicana! Exigimos transparência.”

Outra divulgadora se mostrou desconfiada do bloqueio. “Não podíamos fazer nada mesmo, mas parece que fizeram [o bloqueio] de propósito, para aqueles que querem guardar provas não possa printar (sic) a tela, por exemplo, do valor da adesão paga, onde diz seu nome, e quando foi paga a adesão. Também printar (sic) a tela da parte de renda para verificar quanto o divulgador já recebeu e quanto falta, para qualquer coisa os que saíram no prejuízo receber da Justiça os valores (…) para nos indenizar caso a empresa não volte. Acredito na empresa, mas esta difícil. Não sei porque esta medida de travar o nosso acesso ao backoffice, estanho isso”, escreveu.

Justiça do Acre
A juíza Thaís Borges, da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, no Acre, julgou favorável a medida proposta pelo Ministério Público do Estado do Acre para suspender as atividades da Telexfree, no último dia 18. Com a decisão, foram suspensos os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa até o julgamento final da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento e de R$ 100 mil por cada novo cadastramento. A magistrada afirmou que a decisão não configura o fim da empresa, apenas suspende as atividades durante o processo investigativo.

Os advogados da empresa chegaram a entrar com pedido de reconsideração após a decisão da juíza, mas que foi negado pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Leia Mais