Facebook apresenta novo feed de notícias nesta quinta-feira

Usuários deverão poder filtrar o conteúdo exibido por categorias, como fotos, músicas e aplicativos

Mudança deve agradar aos anunciantes, que vinham pressionando a companhia por uma plataforma mais atraente para propagandas

Mark Zuckerberg apresenta mural representando as interações dentro da rede social Reuters/Arquivos
Mark Zuckerberg apresenta mural representando as interações dentro da rede social Reuters/Arquivos

Publicado originalmente em O Globo

O Facebook vai anunciar nesta quinta-feira uma reformulação visual no chamado “feed de notícias”, a seção principal do site, onde o internauta vê o conteúdo compartilhado por seus amigos. O objetivo é que o novo design faça com que os membros passem ainda mais tempo na rede social, atraindo mais anúncios.

A empresa agendou para esta tarde entrevista com jornalistas em Menlo Park, Califórnia, onde fica sediada, para apresentar a novidade, que já havia sido insinuada em janeiro pelo fundador e diretor-executivo da companhia, Mark Zuckerberg, durante conferência com analistas financeiros. Na ocasião, ele adiantou que a ideia era transformar o feed em um espaço mais generoso para fotos, exibindo mais vídeos e “anúncios mais interessantes”, segundo o “New York Times”.

— Anunciantes querem coisas realmente importantes, como amplas fotos ou vídeos, e, historicamente, a gente não tem entregado isso — disse Zuckerberg naquela conferência.

Introduzido há sete anos, o feed de notícias jamais sofreu mudança significativa. Segundo um empregado da rede social informou ao site especializado TechCrunch, a nova seção permitirá que o internauta filtre o conteúdo exibido ali por categoria.

No topo da página deverá haver múltiplas opções de feed para escolher, como o de imagens, que só exibirá fotos postadas no próprio Facebook ou no Instagram, que pertence à companhia. É provável que também haja um feed de música, que mostrará o que os contatos estão ouvindo, em quais shows tem ido etc. Também especula-se que haverá categorias dedicadas a notícias, vídeos e aplicativos.

Especialistas afirmam que a segregação de conteúdo permitirá a veiculação de anúncios direcionados de forma mais eficaz. Também entende-se que, ao favorecer fotos maiores, a rede social abrirá espaço para propagandas mais relevantes no formato de imagem.

O Facebook não comentou os rumores sobre a reformulação. No momento, a rede social também implementa mudanças visuais na Linha do Tempo, que reúne informações e conteúdo compartilhado por determinado membro.

Leia Mais

Trama Virtual chega ao fim: “Concorremos com gigantes”, diz João Marcello Bôscoli

O produtor e empresário João Marcello Bôscoli, dono da Trama Virtual João Sal/Folhapress
O produtor e empresário João Marcello Bôscoli, dono da Trama Virtual.     João Sal/Folhapress

Lucas Nobile, na Folha de S.Paulo

A Trama Virtual anunciou nesta quinta-feira (28) o encerramento das atividades de seu site. A página da internet, que conta com material de 78 mil bandas, sairá do ar no dia 31 de março.

Segundo o produtor e empresário João Marcello Bôscoli, dono da Trama Virtual, os motivos que levaram ao encerramento das atividades do site não são de ordem financeira. “Hoje, a gente concorre com gigantes como iTunes, Facebook, YouTube, Twitter, entre outros. Quando a gente surgiu, tinha um caráter muito inovador, que hoje não tem mais”, disse Bôscoli.

“Hoje, as bandas têm todas essas outras plataformas para divulgar seu trabalho. Temos um crescimento pequeno e acredito que, no fim deste ano, talvez no ano que vem, entrássemos no vermelho”, afirmou à Folha.

“Mas o fim da Trama Virtual é uma questão filosófica. É como você criar um blog e ser o único. Depois, criam 4 mil blogs e você passa a ser mais um. É como tantos jogadores de futebol que a gente gosta, que esperam entrar num período ruim para encerrar a carreira. Não é o nosso caso”, completa o produtor.

Ainda segundo Bôscoli, a Trama Virtual vai cumprir com os compromissos restantes e pagar às bandas os downloads remunerados que estejam pendentes. Ele também comenta que os artistas do site são independentes e que não têm nenhuma relação contratual com a Trama.

“Hoje, o Facebook está na agenda a humanidade. Nós achávamos que iríamos durar sete anos, pela obsolescência programada. Dez anos no mundo digital é muito tempo. Hoje as bandas conseguem divulgar seu trabalho em outros lugares.”

Entre as 78 mil bandas que utilizam o site para divulgar seu trabalho, estão artistas como Fresno, Teatro Mágico, Nasi, Vanguart, Cine, Forgotten Boys, Wander Wildner, entre outros que oferecem na página músicas para download, fotos e a agenda de shows.

Mesmo com o encerramento das atividades do site, Bôscoli diz que a marca Trama seguirá atuando em outras áreas, como já fazia.

“Vamos prosseguir com a editora, com o estúdio, com o agenciamento de artistas, com nosso canal no YouTube. Hoje, recebemos 220 bandas por ano no estúdio e subimos mais de dois mil vídeos no YouTube anualmente. Estamos também montando a nossa própria loja digital da Trama. E vou mergulhar na música voltada para a educação. Tenho um projeto ainda em fase de consultoria, mas não posso dar detalhes”, informou Bôscoli.

Leia Mais

Brasileiro mostra nova ‘linha do tempo’ testada pelo Facebook

Leitor do G1 teve linha do tempo modificada nesta quinta-feira (28).
Página de testes traz compartilhamento de livros, filmes e músicas.

facebookgeorge

Publicado originalmente no G1

Nesta quinta-feira (28), o empresário brasileiro George Huxcley, de 23 anos, observou que sua linha do tempo (‘timeline’) da rede social Facebook estava modificada. “Hoje de manhã, quando cheguei no trabalho já visualizei a nova timeline. Estranhei e achei que tinha mudado para todo mundo, mas pesquisei com os amigos no Facebook e vi que não tinha mudado para eles. Pesquisando na rede vi que eles tinham feito um teste na Nova Zelândia”, conta o empresário que mora em Cuiabá (MT) e que também é estudante de Ciências Sociais.

O leitor enviou a reprodução da página modificada para o VC no G1.

Huxcley, que tem 1.500 amigos e 43 seguidores em seu perfil, além de 1.500 assinantes de sua fan page sobre poesia, faz parte de um teste mundial anunciado pelo Facebook em outubro do ano passado. Em janeiro, internautas da Nova Zelândia também alertaram para mudanças no visual da timeline. “Trata-se de um teste global como muitos que fazemos com usuários do mundo todo aleatoriamente”, disse o Facebook Brasil. Ainda não há previsão para que a timeline dos usuários de teste volte ao formato anterior.

facebooklivros

O leitor afirma ter gostado do novo visual e destaca uma nova área de compartilhamento de livros, músicas, filmes e programas de TV, com um design similar ao da rede social Pinterest. “O que eu achei mais interessante é que você pode escolher os livros que leu e os que deseja ler. É como se fosse uma aba dentro do Facebook para interagir com outras pessoas sobre esses assuntos”, explica

Conforme relata o leitor do G1, a nova timeline de testes oferece mais destaque para a imagem de capa do perfil. “Está muito fácil e mais limpo que a versão antiga, e também trás maior interatividade. Em contrapartida, certas áreas perderam destaque: as fotos, avatares de amigos, mapa e ‘curtidas’ que antes eram apresentados em imagens logo abaixo da capa, no novo desenho serão mostradas em texto apenas”, detalha Huxcley.

O internauta também notou que a área de ‘amigos’ exibe imagens de pessoas com as quais não há tanta interação. “Parece que são contatos que visitaram minha página, mas não costumo conversar com elas no chat, nem visito suas páginas”, diz o internauta.

dica do João Marcos

Leia Mais