Arquivo da tag: foto

“Da Paz”, de Marcelino Freire, por Naruna Costa

Publicado no Portal Gelédes

DA PAZ

por Marcelino Freire

Eu não sou da paz.

Não sou mesmo não. Não sou. Paz é coisa de rico. Não visto camiseta nenhuma, não, senhor. Não solto pomba nenhuma, não, senhor. Não venha me pedir para eu chorar mais. Secou. A paz é uma desgraça.

Uma desgraça.

Carregar essa rosa. Boba na mão. Nada a ver. Vou não. Não vou fazer essa cara. Chapada. Não vou rezar. Eu é que não vou tomar a praça. Nessa multidão. A paz não resolve nada. A paz marcha. Para onde marcha? A paz fica bonita na televisão. Viu aquele ator?

Se quiser, vá você, diacho. Eu é que não vou. Atirar uma lágrima. A paz é muito organizada. Muito certinha, tadinha. A paz tem hora marcada. Vem governador participar. E prefeito. E senador. E até jogador. Vou não.

Não vou.

A paz é perda de tempo. E o tanto que eu tenho para fazer hoje. Arroz e feijão. Arroz e feijão. Sem contar a costura. Meu juízo não está bom. A paz me deixa doente. Sabe como é? Sem disposição. Sinto muito. Sinto. A paz não vai estragar o meu domingo.

A paz nunca vem aqui, no pedaço. Reparou? Fica lá. Está vendo? Um bando de gente. Dentro dessa fila demente. A paz é muito chata. A paz é uma bosta. Não fede nem cheira. A paz parece brincadeira. A paz é coisa de criança. Tá uma coisa que eu não gosto: esperança. A paz é muito falsa. A paz é uma senhora. Que nunca olhou na minha cara. Sabe a madame? A paz não mora no meu tanque. A paz é muito branca. A paz é pálida. A paz precisa de sangue.

Já disse. Não quero. Não vou a nenhum passeio. A nenhuma passeata. Não saio. Não movo uma palha. Nem morta. Nem que a paz venha aqui bater na minha porta. Eu não abro. Eu não deixo entrar. A paz está proibida. A paz só aparece nessas horas. Em que a guerra é transferida. Viu? Agora é que a cidade se organiza. Para salvar a pele de quem? A minha é que não é. Rezar nesse inferno eu já rezo. Amém. Eu é que não vou acompanhar andor de ninguém. Não vou. Não vou.

Sabe de uma coisa: eles que se lasquem. É. Eles que caminhem. A tarde inteira. Porque eu já cansei. Eu não tenho mais paciência. Não tenho. A paz parece que está rindo de mim. Reparou? Com todos os terços. Com todos os nervos. Dentes estridentes. Reparou? Vou fazer mais o quê, hein?

Hein?

Quem vai ressuscitar meu filho, o Joaquim? Eu é que não vou levar a foto do menino para ficar exibindo lá embaixo. Carregando na avenida a minha ferida. Marchar não vou, ao lado de polícia. Toda vez que vejo a foto do Joaquim, dá um nó. Uma saudade. Sabe? Uma dor na vista. Um cisco no peito. Sem fim. Ai que dor! Dor. Dor. Dor.

A minha vontade é sair gritando. Urrando. Soltando tiro. Juro. Meu Jesus! Matando todo mundo. É. Todo mundo. Eu matava, pode ter certeza. A paz é que é culpada. Sabe, não sabe?

A paz é que não deixa.

Selfie de Ellen Degeneres no Oscar é a foto mais retuitada da história

8k6ckzh9cd_8wi0dg1ti_file

Os presentes na selfie tirada neste domingo (2) são: Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Badley Cooper, Julia Roberts, Kevin Spacey, Jared Leto, Brad Pitt, Angelina Jolie, Lupina Nyong’o e seu irmão
Reprodução/Twitter

Publicado no R7

Em menos de 50 minutos, a selfie publicada por Ellen Degeneres rodeada de estrelas de Hollywood como Meryl Streep, Brad Pitt, Angelina Jolie, Julia Roberts, Jennifer Lawrence e batida por Bradley Cooper na cerimônia do Oscar se transformou o tweet mais retuítado da história, superando o milhão de RTs.

Até agora, a foto mais retuítada era a feita pelo presidente americano, Barack Obama, ao ganhar pela segunda vez as eleições dos Estados Unidos, em que abraçava sua esposa, Michelle Obama, e que, até agora, tinha sido republicada 778.329 vezes.

No entanto, a desbocada apresentadora do Oscar se propôs hoje a superar essa marca e o conseguiu em pouco tempo, além de oferecer um dos momentos mais divertidos da cerimônia, que apostou na informalidade e na proximidade com as primeiras fileiras da plateia, para chegar, até agora, a 1,1 milhão de RTs.

A popular apresentadora da televisão americana, vestida de branco, conseguiu enquadrar em uma só foto Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Badley Cooper, Julia Roberts, Kevin Spacey, Jared Leto, Brad Pitt, Angelina Jolie, Lupina Nyong’o e seu irmão.

Ellen Degeneres assumiu pela segunda vez as rédeas da cerimônia de entrega dos prêmios mais importantes da indústria do cinema, e dividiu pizza entre algumas das estrelas presentes.

Leitores da ‘National Geographic’ retratam o sol

Publicado na Folha de S. Paulo

A revista ‘National Geographic’ selecionou algumas das melhores fotos que recebeu sobre o tema “Luz Dourada”, expressão que se refere à luz na hora depois que o sol nasce e antes de ele se pôr. Esta imagem foi feita por Michael Bennett na ponte Golden Gate, em San Francisco.(Golden Gate Bridge, San Francisco. Michael Bennett)

351821-970x600-1

“Depois de três dias de tempestades de neve no monte Baker, no Estado de Washington, eu atravessei a grossa camada de neve até chegar a esta paisagem incólume do monte Shuksan durante o nascer do sol”, diz Joel Brady-Power

351822-970x600-1

sta foto de uma acácia e gnus pastando sob o pôr do sol na reserva de Masai Mara no Quênia foi feita por Florentina Tilvic

351823-970x600-1

De acordo com Mathieu Dupuis, esta foto captura a hora “mágica” nas ruas de Montparnasse, em Paris, na França

351824-970x600-1

“A pitoresca vila Oia fica na beira de uma falésia na ponta norte da ilha de Santorini, na Grécia, famosa por sua arquitetura e pôr do sol”, diz o fotógrafo Raymond Choo

351825-970x600-1

sta foto feita por Jaromir Chalabala de uma madrugada fria em Praga. A silhueta dos cisnes no river Vltava aparece envolta em neblina misteriosa

351826-970x600-1

Lazar Ovidiu tirou esta foto em Rodna, na Romênia

351830-970x600-1

Um casal de idosos tirou a mesma foto a cada estação. Mas nada poderia me preparar para a última foto.

Publicado no Amor pela fotografia

O ditado “uma imagem vale mais que mil palavras” pode ser visto nessas fotos. Durante cada estação do ano o casal tirou uma foto juntos na frente de sua casa. Resultando a série  de imagens abaixo, sem dizer absolutamente nada, uma história de amor está sendo contada. Está cheio de esperança, alegria, medo e perda, mas é dito de forma mais exclusiva. Você vai ver o que queremos dizer, e então vai se comover.

10 8 7 61 4 3 2 1

E TERMINA ASSIM =´/

12

Nada tem que ser dito para sabermos o que aquele homem está sentindo provavelmente na última fotografia. Mil palavras, de fato.

dica da Pri Ferminio

Família reencontra filho desaparecido através de foto publicada em jornal

A reportagem publicada onde os pais reconheceram seu filho Foto: Reprodução/USA Today

A reportagem publicada onde os pais reconheceram seu filho Foto: Reprodução/USA Today

Publicado no Jornal Extra

Um homem desaparecido no estado de Nova York, nos Estados Unidos, foi encontrado por sua família graças a uma foto divulgada no jornal “USA Today”. Detalhe: a matéria tratava do frio e, na imagem, Nicholas Simmons, de 20 anos, parecia um morador de rua. Ele foi localizado em Washington, capital do país.

A foto de Nicholas Simmons se aquecendo em uma tubulação

A foto de Nicholas Simmons se aquecendo em uma tubulação Foto: Jacquelyn Martin / AP

O jovem foi visto pela última vez no último dia de 2013. Seus pais, Paul e Michelle Simmons, entraram em contato com a polícia e lançaram uma campanha nas redes sociais para tentar localizá-lo. Neste domingo, por acaso, reconheceram o morador de rua que estampava uma reportagem sobre o frio no jornal americano. A foto é de Jacquelyn Martin.

 

O rapaz de Greece, no estado de Nova York, foi parar na capital americana de Washington

O rapaz de Greece, no estado de Nova York, foi parar na capital americana de Washington Foto: Jacquelyn Martin / AP

Segundo o jornal britânico Daily Mail, a polícia afirmou que “Simmons foi localizado após ser fotografado em Washington por uma repórter da Associated Press. A foto foi publicada no USA Today em uma reportagem não-relacionada e foi vista pela família de Simmons, que o reconheceu”.

 

Outra imagem registrada pela fotógrafa para a matéria sobre o frio na cidade

Outra imagem registrada pela fotógrafa para a matéria sobre o frio na cidade Foto: Jacquelyn Martin / AP

Enquanto seus pais pediam a ajuda da polícia local, a irmã de Nicholas, Hanna Simmons, procurou, pelo Twitter, os responsáveis pela foto e pela reportagem. Ainda não foi esclarecido como Nicholas saiu de Greece, em Nova York, para Washington e quem o localizou.

 

Outra imagem registrada pela fotógrafa para a matéria sobre o frio na cidade

Outra imagem registrada pela fotógrafa para a matéria sobre o frio na cidade Foto: Jacquelyn Martin / AP

De acordo com o jornal, Michelle comemorou o reencontro e agradeceu em sua página no Facebook: “Deus tirou aquela foto, Deus nos fez encontrá-lo… Poderíamos ter levado meses até saber de sua localização. Meu bebê parece tão perdido e eu vou passar o resto da minha vida deixando ele melhor”.