Arquivo da tag: g1

Papa Francisco abençoa motos Harley-Davidson em Roma

Motoqueiros foram ao Vaticano para receber a bênção papal.
Milhares deles celebram, em Roma, os 110 anos da marca.

O Papa Francisco abençoa motoqueiros e suas Harley-Davidson neste domingo (16) em Roma (Foto: AFP)

O Papa Francisco abençoa motoqueiros e suas Harley-Davidson neste domingo (16) em Roma (Foto: AFP)

Publicado originalmente no G1

O Papa Francisco deu neste domingo (16) sua bênção a muitos motociclistas que vieram ao Vaticano com suas motos Harley-Davidson. Eles comemoram, em Roma, os 110 anos da lendária fabricante de motos de Milwaukee, nos EUA.

Francisco passou pela Via della Conziliazone, fora do Vaticano, para saudar e abençoar as pessoas que estavam ali, entre ele os motociclistas. Durante as comemorações, cerca de 100.000 foram a capital italiana para celebrar.

No início do mês, o Brasil foi palco das festividades da empresa norte-americana, quando um desfile reuniu 2.000 motos em São Paulo. O próximo passo das comemorações de 110 anos de de aniversário, que também já passou pela China, será a cidade natal da empresa, em Milwaukee. De 29 de agosto e 1º de setembro são esperadas 200.000 pessoas para a festa, que completará os 12 locais escolhidos pela empresa.

Papa ganha jaqueta e quadro
Na quarta-feira (12), a Harley-Davidson deu ao Papa Francisco uma jaqueta de couro da marca e uma pintura feita especialmente para o pontífice, com uma motocicleta no Vaticano.

Motociclistas utilizam bandeiras com a imagem do Papa Francisco, no Vaticano, neste domingo (16) (Foto: AP Photo/Andrew Medichini)

Motociclistas utilizam bandeiras com a imagem do Papa Francisco, no Vaticano, neste domingo (16) (Foto: AP Photo/Andrew Medichini)

Jovem perde namorado em batida e se apaixona por socorrista no ES

Após acidente, ela foi ao batalhão agradecer e apaixonou-se por bombeiro.
Casal comemorou antecipadamente o Dia dos Namorados, em Brasília.

Katriana foi visitar o namorado, que fez um curso em Brasília (Foto: Paulo Gomes Junior/ Arquivo Pessoal)

Katriana foi visitar o namorado, que fez um curso em Brasília (Foto: Paulo Gomes Junior/ Arquivo Pessoal)

Juliana Borges, no G1

“O Paulo me trouxe o sorriso de volta. Havia perdido o gosto de viver e ele me fez querer isso novamente”. É dessa maneira que a universitária Katriana Braga do Nascimento, de 21 anos, define seu relacionamento com o bombeiro Paulo Gomes Júnior, de 23, que começou após um grande trauma da jovem. Em 2009, a estudante sofreu um grave acidente de carro e acabou perdendo o namorado. Resgatada por bombeiros, após a recuperação ela foi até o quartel de Cachoeiro de Itapemirim, município que mora, ao Sul do Espírito Santo, e acabou conhecendo o atual companheiro. A relação de amizade foi o ponto de partida para o amor.

Por conta do acidente, Katriana ficou muito machucada e teve que permanecer internada por cinco dias. Não precisou realizar nenhuma cirurgia, mas uma lesão no braço a deixou presa à sessões de fisioterapia por alguns meses. “Depois que o Luan, meu namorado antes do Paulo, morreu, minha vida perdeu o sentido. Não tive mais vontade de nada, tudo perdeu a graça. Pensava que tão cedo eu não queria me envolver com mais ninguém. Foi um momento muito difícil na minha vida”, relatou.

Recuperada fisicamente, ela foi até o quartel do município para agradecer aos profissionais que a haviam resgatado e acabou conhecendo Paulo. Segundo o militar, a atração foi à primeira vista. “Quando a vi pela primeira vez já notei algo diferente, vi que era especial. Procurei ela em uma rede social e começamos a conversar. Depois pedi o telefone”, lembrou.

O relacionamento entre a universitária e o bombeiro, de fato, começou apenas depois de um ano que o casal se conheceu. “Não me sentia preparada para outro namoro depois de tudo o que me aconteceu, mas o Paulo soube esperar. Tudo começou como amizade, ele me dava forças para eu ir retomando a minha vida. Só depois de mais de um ano que já nos conhecíamos que eu realmente consegui me render a esse sentimento, que descobri ser amor. Ele teve aquele gostinho da conquista”, explicou Katriana.

Dia dos Namorados
O Dia dos Namorados é comemorado no Brasil no dia 12 de junho, a próxima quarta-feira, mas o casal contou que resolveu se antecipar. Paulo está há dois meses em Brasília fazendo um curso de Tripulante Operacional, para bombeiros que querem trabalhar em helicópteros. Para não deixarem de comemorar a data, Katriana seguiu para a capital do Brasil nesta quinta-feira (6). “Vamos aproveitar para ir a alguma lugar diferente em Brasília, cidade que eu nunca estive. Acredito que vai ser bem marcante”, disse a jovem.

A universitária considera a data especial e contou que ela e o namorado sempre se presenteiam. “O meu aniversário é no dia 14, então às vezes aproveitamos para comemorar as duas datas juntas. Uma vez ele preparou uma festa surpresa para mim. Mas não é só nessa época que ele me surpreende, já aconteceu de me presentear fora desses dias”, lembrou.

Sintonia

Namorados passaram a fazer rapel juntos (Foto: Paulo Gomes Junior/ Arquivo Pessoal)

Namorados passaram a fazer rapel juntos
(Foto: Paulo Gomes Junior/ Arquivo Pessoal)

A estudante disse que a confiança, amizade e companheirismo dos dois estão entre os principais motivos para o relacionamento dar certo, mas destacou a sintonia entre eles como uma característica especial do namoro.

“Temos muitos gostos em comum, mas quando isso não acontece, procuramos aceitar a preferência do outro. Acho importante lidar com as diferenças. Tento gostar de fazer as mesmas coisas que ele e um exemplo disso é o rapel. Antes eu morria de medo só de olhar, mas venci isso, hoje acompanho ele e acho super legal. Sempre procuro apoiar as decisões dele também, como no caso desse curso de Brasília. Eu sabia que teríamos que ficar um bom tempo sem nos ver, mas entendi que seria o melhor para ele”, falou.

O casal não deixou de acrescentar que também tem seus “altos e baixos”, como na maioria dos namoros, mas que isso nunca abalou o relacionamento. Para o bombeiro, o amor entre eles é obra do destino. “Acredito nisso, mas o destino pra mim tem nome, Deus. Tudo que acontece é planejado por Ele”, definiu Paulo.

Incentivo para profissão
Katriana é estudante do curso de Educação Física e também trabalha como recepcionista, mas depois que conheceu Paulo descobriu o que realmente quer para o futuro: ser bombeira, assim como o namorado.

A decisão foi tomada há pouco tempo e, por isso, ainda não foi possível tentar nenhum concurso, mas a universitária declarou que já se prepara para o próximo. “Acho que tem uma prova para o início do ano que vem. Essa minha decisão foi gradativa, pois após o meu acidente passei a admirar o trabalho dos bombeiros, é uma profissão muito bonita. O Paulo me incentiva muito a isso, ele foi a minha inspiração”, disse.

Ela ainda contou que o aprendizado no curso da faculdade também vai ajudar no futuro trabalho. “Eu não tinha nenhuma ambição de emprego antes, mas então entrei para o curso de Educação Física e percebo que a minha formação vai me ajudar muito como bombeira. Pretendo atuar nessa área física da corporação”, explicou a universitária.

Para Paulo, a escolha da namorada demonstra, mais uma vez, a sintonia entre o casal. “Eu dou muito incentivo e torço muito para que ela consiga realizar esse sonho. Ser bombeiro é o que eu mais gosto de fazer e é o que eu quero continuar fazendo o resto da minha vida. Ter ela para me acompanhar nessa carreira seria ótimo”, falou.

‘Beijamos com limites’, diz casal do AM que escolheu ‘esperar casamento’

Casal adepto do ‘Eu Escolhi Esperar’ diz como será o Dia dos Namorados. ”Estamos focados no casamento abrindo mão desse dia”, disse namorado.

Rodrigo e Raquel namoram desde 2010 (Foto: Arquivo pessoal)

Rodrigo e Raquel namoram desde 2010
(Foto: Arquivo pessoal)

Publicado originalmente no G1

O Dia dos Namorados, comemorado nacionalmente no dia 12 de junho, geralmente é relacionado a troca de presentes, carícias, beijos e outras intimidades, mas nem todos comemoram a data dessa forma. O G1 conversou com um casal adepto do movimento ‘Eu Escolhi Esperar’ de Manaus que contou sobre a comemoração mais comportada que pretendem fazer, focada mais no futuro que no presente.

Rodrigo Alexandre de Sousa e Raquel Cristina Mendes namoram desde 2010. Além de nomes compostos, o casal tem em comum a idade (21 anos), a religião evangélica cristã e a vontade de esperar até casar para ter relações sexuais.

Segundo Raquel, a decisão foi imposta antes do namoro. “O período anterior ao namoro foi um tempo de maturidade e de ‘cartas na mesa’, assim, discutimos sobre o que pensamos sobre compromisso sério e casamento, principalmente sobre sexo, algo reservado para o esposo e esposa, mesmo concordando que é uma tarefa difícil”, explicou.

Até o casamento – e isso inclui a comemoração do Dia dos Namorados – os contatos mais intensos são proibidos. “Nós nos beijamos, mas impomos limites, evitando certos contatos mais intensos, que mexem mais com os sentidos, e certos tipos de beijo. O principal é guardar a mente e o coração. Sabemos que não se peca somente por beijos e carícias, mas um pensamento sobre sexo, uma imagem, uma palavra maliciosa pode levar uma pessoa a pecar, e existem inúmeras formas de se perder”, disse Raquel.

Manter a castidade, segundo o casal, não é fácil, mas a vontade de manter essa decisão é maior que qualquer outra. “Não podemos dizer que nunca tivemos vontade de ultrapassar esses limites, mas nas horas difíceis só mesmo Deus pra ajudar e trazer um incômodo. Temos a Bíblia como estilo de vida, nosso corpo é templo do Espírito Santo, e sabemos o que é permitido”, disse a estudante de Urbanismo e Arquitetura.

Focados no futuro, o casal revelou que tem um plano diferente para comemorar a data especial. “Esse dia dos namorados será inesquecível! Estamos focados no casamento, abrindo mão desse dia, pra um dia depois da prova da Ordem dos Advogados”, disse Rodrigo, que está no 9º período da faculdade de Direito.

Apesar de não celebrar a data da forma mais convencional, Rodrigo explica que não importa tanto a maneira como vão celebrar esta data e sim a certeza de que serão namorados para sempre e são o par certo para casar. “Eu descobri que Raquel era a pessoa que Deus havia escolhido para mim após o primeiro ano de namoro quando notei que, ao contrário dos que diziam, que com o tempo a paixão sucumbiria dando lugar a mesmice, nosso relacionamento só melhorava, a maturidade estava mais presente, conversávamos mais, ríamos mais, mas o que mais me fez ter certeza foi a perseverança em cumprir a decisão de se guardar para o casamento!”, concluiu.

Casal conta que comemoração é focada mais no futuro que no presente (Foto: Arquivo pessoal)

Casal conta que comemoração é focada mais no futuro que no presente (Foto: Arquivo pessoal)

Hit nas redes sociais, foto atribuída à manifestação evangélica em Brasília é de outro evento

evangelicosbrasilia

“Manifestação pacífica de cristãos em Brasília……Em defesa da família tradicional e liberdade de expressão religiosa!!!!! Não importa se as grandes emissoras não quiseram mostrar….. O povo de Deus é forte!!!!!!!!!! Compartilhem amigos!!!!”

Acompanhada do texto acima, essa foto tem sido bastante compartilhada por evangélicos no Facebook como “prova” da parcialidade e descaso da mídia. Esse tipo de divulgação sempre acirra os ânimos e institui um clima de guerra infelizmente bem comum ultimamente entre os súditos do Príncipe da Paz. Vejam alguns comentários:

OMISSÃO DA MIDIA… AI ESTA O RESULTADO.YES! a palavra de Deus serar pregada queirao ou nao as grandes emisouras, liberdade já !!!!!!!!!!!!!!!!!

Não tem pra ninguem… O Povo de Deus é Maior pq ele é MAIOR!

ISSO A MIDIA NÃO MOSTRA NÉ? POR QUE SERA HEM?????

VEJA O QUE A MÍDIA NÃO MOSTROU MAIS SAIBA QUE O POVO DE DEUS FEZ A DIFERENÇA.

Caps Lock a parte, o problema é outro: a imagem NÃO é da marcha convocada por Silas Malafaia que aconteceu na semana passada. Trata-se de uma foto de Beto Barata (Agência Estado) da festa de aniversário de Brasilia em 2008, evento que reuniu em torno de 1 milhão de pessoas.

Segundo a Polícia Militar, a manifestação evangélica reuniu 40 mil pessoas. Para os organizadores, havia 100 mil. Fotos podem ser vistas em galerias no G1 e no UOL, entre outros.

dica do Carlos Júnior e do Givaldo Corcinio