Arquivo da tag: guibonny

“Let it go, let it gooo!”: Pai e filha soltam a voz dentro do carro

A cantoria fofa de Billy Green e sua filhinha de 3 anos dentro do carro: "Let it goooo" (Foto: Reprodução / YouTube)

publicado no Bombou na Web

“Let it go, let it gooooo”. Um vídeo muito fofo divulgado no YouTube na semana passada está bombando na web. Nele, o americano Billy Green, de Dallas, e sua filhinha de apenas três anos de idade, Blakley Pittman, cantam juntos a música “Let it go”, que faz parte da trilha sonora do filme da Disney “Frozen”, da cantora Demi Lovato.

Nas imagens, gravadas do banco do passageiro, a voz doce e afinadinha de Blakley e as interrupções em estilo de rap de Billy se misturam à versão original da canção, que toca ao fundo. Desde o úlitmo dia 23 de junho, foram mais de 6,3 milhões de visualizações.

Em entrevista à emissora americana ABC, Billy diz que não esperava tamanha repercussão do vídeo. “Sempre cantamos juntos, de um jeito meio louco, quando estamos no carro. É algo que faz parte do nosso dia a dia.” Assista ao vídeo abaixo e se renda à cantoria da pequena e de seu pai.

Cachorro adota duas crianças abandonadas pela mãe alcoólatra

publicado no Globo Rural

Uma prova de que o amor maternal transcende barreiras. Depois que a mãe de Mbogo, de 7 anos e sua irmã mais nova, de 6 anos, abandonou os filhos por causa do alcoolismo, as duas crianças estão sob os cuidados de uma babá nada convencional. A cachorra Oscar assumiu o papel de mãe e cuidadora dos meninos.

Há alguns anos, os dois irmãos estão morando na casa de sua avó, Susan Wanjiku, em um pobre vilarejo no Quênia, na África. No entanto, ela dificilmente fica em casa, então quem toma conta das crianças é a cadela.

Oscar não tira os olhos deles, os acompanha até a escola, espera e os traz de volta. Inclusive, já os resgatou inúmeras vezes, os ajudando a achar o caminho de casa, quando os dois se perderam pela mata.

O vídeo está em inglês e as entrevistas no dialeto local, mas vale a pena ver as belas imagens:

Planeta_Bicho_cachorro_adota_crianças_quênia2 (Foto: Reprodução/YouTube)
Planeta_Bicho_cachorro_adota_crianças_quênia (Foto: Reprodução/YouTube)

Conseguiram quebrar a tela inquebrável do iPhone 6

Possível novo iPhone 6

publicado na INFO

Uma das grandes novidades sobre o iPhone 6 é a sua tela. Ela será feita usando cristal de safira. O nível de dureza do material é tão alto, que é quase comparável ao do diamante.

Até agora, a tela parecia inquebrável. Ela poderia ser torcida, dobrada, pisada e nada aconteceria. Nós escrevemos sobre isso e até postamos alguns vídeos sobre o assunto.

Mas um novo vídeo publicado no YouTube mostra que, sim, é possível quebrar a tela do iPhone 6. Todo em chinês, o vídeo mostra até alguém martelando um parafuso sobre a superfície do vidro.

Não foi isso, no entanto, que foi capaz de destruir. O teste final foi feito colocando o vidro no chão e passando com um carro sobre ele. Infelizmente, ele não é à prova de carros.

Veracidade

Neil Alford, um especialista em materiais da Imperial College, uma universidade em Londres, conversou com o The Guardian sobre o assunto. Ele afirmou ter sido consultado pela Apple sobre o assunto.

“Eu me lembro de pessoas da Apple vindo falar comigo há 18 meses sobre telas de safira. Eles obviamente estiveram bem ocupados desde então”, disse Alford.

De acordo com o olhar do especialista, os vídeos mostram mesmo uma tela feita com o material. “Em minha opinião, a tela mostrada nos vídeos pode muito bem ser de safira. Se você faz a safira fina o suficiente e sem imperfeições, você pode curvá-la consideravelmente, já que ela tem um nível de dureza muito alto”, afirmou ele ao Guardian.

Mesmo assim, ela não parece ser completamente inquebrável, como mostra o vídeo (em chinês) abaixo:

Ex-Apollo 11 volta a contar como encontrou ovni em missão

publicado no Terra

O segundo homem da história a pousar na Lua, o ex-astrônomo Buzz Aldrin, revelou como foi seu encontro com um suposto óvni, 45 anos após a missão Apollo 11. A informação é do Huffington Post.

No relato, cheio de detalhes, Aldrim diz que quando estava no espaço, durante a missão, ele viu uma luz fora da janela que parecia estar se movendo ao lado da nave americana.

“Havia várias explicações para o que poderia ser, como o foguete do qual havíamos nos separado, ou os quatro painéis que se moveram quando retiramos a sonda espacial do veículo. Eu estou absolutamente convencido de que era um objeto não identificado”, contou.

Aldrin contou essa história pela primeira vez em 2005 e, na ápoca, os entusiastas que acreditam em objetos voadores não identificados ficaram chateados porque o ex-astronauta não havia compartilhado essa informação antes.

Hoje, quase dez anos depois, Aldrin falou também sobre sua esperança de que os humanos possam viajar para Marte em um futuro próximo. “Não tenho dúvidas de que a próxima conquista da humanidade será Marte”.

Segundo ele, um grupo com as ‘melhores pessoas do mundo’ deveria pousar em Marte para estabelecer um assentamento permanente, ao contrário de mandar representantes de empresas privadas interessados no turismo espacial.