Arquivo da tag: guibonny

Homens vestidos de roxo fazem mais sucesso com as mulheres

Carol Castro, na Super Interessante

Numa pesquisa com 2 mil pessoas, entre homens e mulheres, uma marca de detergente britânica descobriu que a cor da roupa pode influenciar na hora de aceitar ou não um convite para sair com alguém. Mais de 60% da ala feminina contou aos pesquisadores que a roupa do pretendente é essencial para a decisão de investir ou não no cara. Depois disso aparecem ocorte de cabelo e o estilo dos sapatos.

E o roxo apareceu como a cor preferida delas: 36% topariam sair com um homem com camisa dessa cor. O preto ficou em segundo na preferência feminina. As cores menos amadas são azul e rosa.

Legal. Só não adianta muita coisa quando o cara, apesar de se vestir bem, se comporta como um boçal, né? De qualquer forma, conta para gente: qual cor de camiseta você mais gosta de ver em um homem?

Fotógrafa cria fotos com fantasmas da Segunda Guerra Mundial

Humberto Oliveira, no O Buteco da Net

Esta é uma coleção absolutamente assombrosa. O responsável por elas é Jo Teeuwisse, de Amsterdam, que iniciou uma pesquisa minuciosa sobre alguns acontecimentos históricos da Segunda Guerra Mundial.

Foram mais de 300 velhos negativos e muitas horas de trabalho para criar “fantasmas” históricos.

Segundo o Daily Mail, a senhora Teeuwisse começou seu projeto como uma ferramente de pesquisa, mas agora continua, principalmente por causa da sua paixão pela história e fascínio com o assunto.

 

Homem chega em casa e interrompe o ‘próprio’ velório em Alagoinhas

Gilberto provocou corre-corre ao aparecer diante de amigos e parentes. Família confundiu lavador de carros com homem muito parecido fisicamente.

Semelhança entre homem morto e Gilberto confundiu familiares (Foto: Reprodução/ TV Subaé)

publicado no G1

Uma família de Alagoinhas, cidade a cerca de 100 Km de Salvador, levou um susto ao descobrir, no meio do velório, que o corpo que seria sepultado por eles não era do lavador de carros Gilberto Araújo, de 41 anos. Gilberto surpreendeu a todos e provocou corre-corre ao aparecer no velório em casa, onde estavam muitos amigos e parentes.

“Teve muito susto. As meninas caindo ali, desmaiando, gente correndo. A rua encheu de moto, de carro, de tudo”, conta a vendedora Maria Menezes.

Gilberto disse que soube na rua, por um amigo, de toda a confusão. Ele conta que ligou para falar com alguém no velório, mas quem atendeu achou que era um trote. Então, ele resolveu ir pessoalmente mostrar que estava vivo.

“Um colega me ligou [dizendo] que tinha um caixão, que era eu que estava morto. Aí eu disse ‘gente, mas eu tô vivo, me belisca aí”, conta Gilberto.

Segundo um irmão de Gilberto, o último encontro da família com o lavador de carros tinha ocorrido há cerca de quatro meses.”Ele só aparece de ano em ano, a gente fica muito tempo sem encontrar. Ele mora aqui em Alagoinhas, mas cada dia está em um lugar diferente”, diz José Marcos Santana Santos, irmão de Gilberto.

O corpo que a família reconheceu na manhã de domingo (21), no Departamento de Polícia Técnica local, é de um homem muito parecido fisicamente com Gilberto, o que provocou o equívoco entre os familiares, desde a liberação do corpo até a cerimônia de velório. Ninguém percebeu a troca até que Gilberto aparecesse na casa.

Após o susto, Gilberto celebra a vida ao lado de amigos e familiares (Foto: Reprodução/ TV Subaé)

“Eu fiquei muito alegre porque qual é a mãe que tem um filho que dizem que está morto e depois aparece vivo?”, diz a mãe Marina Santana.

O corpo, ainda com identidade desconhecida, foi liberado do DPT na manhã de domingo e velado durante toda a noite na casa da mãe do lavador de carros. O enterro estava previsto para o final da manhã de segunda-feira (22). Depois que a situação foi esclarecida, o corpo foi devolvido à Polícia Técnica.

“Vai ser ter tudo desconstituído e mais trabalho para a Justiça, tanto documental, quanto processual. Iremos começar do zero mais uma vez”, diz o delegado Glauco Suzart.

Por que sentimos partes de nosso corpo formigar?

publicado no Grandes Curiosidades

Segundo os especialistas existem algumas razões principais para o formigamento. Mas duas delas se destacam. Segundo eles o formigamento pode ser de origem vascular ou nervosa.

A vascular acontece quando uma pessoa fica muito tempo em uma só posição. Com isso há um bloqueio na circluação arterial provocando a diminuição do fluxo de sangue no local parado. Isto pode causar a sensação de formigamento e é o tipo mais comum e mais rápido de resolver uma vez que é só dar uma sacudida para a circulação voltar ao normal.

Já o formigamento de origem nervosa pode ocorrer com quem tem problemas de coluna, por exemplo, quando há compressão da raiz nervosa. Quando isto acontece, pode haver a redução na sensibilidade em algum membro inferior ou nas mãos.

Em geral o formigamento é algo simples de se tratar porém assim como todo e qualquer sintoma que venha a aparecer com frequência em nosso corpo, devemos consultar um especialista para ter certeza de que está tudo bem.